Postagem em destaque

Ela mata o marido e esconde o corpo dele no freezer.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Uma mulher foi presa no Brasil pelo assassinato de seu marido. O cor...

terça-feira, 4 de agosto de 2020

As vidas que Cuba salva em nome do humanismo.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

No encontro que teve lugar na quarta-feira, 29 de julho, com os profissionais da Saúde que ajudaram a enfrentar a Covid-19 na cidade italiana de Turim e na ilha caribenha de São Vicente e as Granadinas, o presidente Miguel Díaz-Canel os reconheceu como portadores do humanismo da nossa Medicina.

Aos médicos cubanos – heróis de bata e saber, e não de capa e poderes – o mundo ao qual assistiram, os reverencia e agradece. ILUSTRAÇÃO VIRALIZADA NAS REDES SOCIAIS, EM HOMENAGEM AO PESSOAL DA SAÚDE

No encontro que teve lugar na quarta-feira, 29 de julho, com os profissionais da Saúde que ajudaram a enfrentar a Covid-19 na cidade italiana de Turim e na ilha caribenha de São Vicente e as Granadinas, o presidente Miguel Díaz-Canel os reconheceu como portadores desse humanismo da nossa Medicina, que é «a essência que definitivamente nos define e arma como nação».

→ «(...) O que vocês levaram com as missões é uma luz de esperança, uma luz de afeto e uma luz de solidariedade (...)», afirmou.

→ Já são 45 as brigadas do contingente contra desastres naturais e graves epidemias Henry Reeve que estão oferecendo colaboração em 38 países e territórios.

→ Seus 3.772 integrantes – deles 2.399 mulheres – já atenderam a mais de 250 mil pacientes contagiados com a Covid-19 e salvaram mais de oito mil vidas; uma força à que se acrescentam os 28 mil colaboradores da Saúde que em 58 países também se incorporaram aos esforços nacionais e locais no combate a esta doença, e os quais atenderam a mais de 83.268 pacientes e salvaram 13.636 vidas até o momento.

→ O altruísmo dos nossos profissionais da Saúde incomoda o império que, em vez de atender à grave situação dos seus cidadãos contagiados, desata uma campanha de descrédito contra a colaboração médica cubana.

→ A experiência do internacionalismo médico confirma que somente a cooperação e a solidariedade internacional vão salvar a humanidade desta crise nunca vista na história do mundo.


fonte: granma.cu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página