Postagem em destaque

Ela mata o marido e esconde o corpo dele no freezer.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Uma mulher foi presa no Brasil pelo assassinato de seu marido. O cor...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

M’mah Sylla morre após estupro coletivo: Guiné em estado de choque.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Na Guiné, a morte de uma jovem chamada M’mah Sylla está causando comoção. Vítima de estupro coletivo suspeito por médicos do hospital, ela morreu após operações em Túnis. A escala do caso obrigou as autoridades guineenses a intervir. A Guiné está abalada desde sábado com a morte de M’mah Syllah. Segundo relatos, a jovem foi vítima de um estupro coletivo perpetrado por médicos em uma clínica na capital Conacri. Evacuada para Túnis para operações, ela não sobreviveu.

Você pode estar interessado (patrocinado)

Na notícia, o governo guineense enviou à casa do falecido uma delegação chefiada pela ministra da Justiça, Fatoumata Yarie Souah. Ela ofereceu as condolências do executivo à família e prometeu que sua morte não ficará impune. No total, três pessoas já foram presas neste caso. Um quarto autor suspeito ainda é procurado pelas agências de aplicação da lei do país. Os fatos também foram levados muito a sério pelo conselho da ordem médica da Guiné. Este último anunciou que qualquer que seja o resultado do julgamento, os supostos autores serão afastados da profissão para sempre no país.

Estupro, assunto que atualmente abala vários países

A Guiné não é o único país atualmente com um caso de estupro. Este também é o caso no Senegal. Em Dakar, o estupro da Srta. Senegal 2020 está nas manchetes. Ndeye Fatima revelou recentemente que foi estuprada em uma casa onde estava hospedada durante as atividades de competição. Ela acrescentou que também engravidou como resultado do estupro. As revelações de que a promotora do evento Amina Badiane apenas deixou de lado quando sugeriu que Ndeye Fatima fosse e apresentasse uma reclamação, se for o caso. As palavras do promotor têm suscitado tanta indignação na opinião pública e a justiça tem levado o caso para esclarecê-lo.

fonte: https://lanouvelletribune.info/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página