Postagem em destaque

Tchad: JULGAMENTO DE ATIVISTAS DE OPOSIÇÃO NO CHADE - Deby filho quer afogar o peixe na água

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... É um julgamento extraordinário e maratona que começou em 29 de novem...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

O Brasil e os endiabrados russos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Jolivaldo Freitas

Que diabos o Brasil quer se metendo com a Rússia, nesse momento em que o mundo todo está de cabelos em pé aguardando o pior, que seria uma invasão da Ucrânia pelos russos. Está marcada para dias desses a viagem do presidente Bolsonaro para as bandas russas; com certeza a agenda é mais econômica do que outra coisa, vez que os russos não são tão nossos parceiros econômicos assim e é preciso aumentar o fluxo de negócios entre os países, coisa ditada pela globalização econômica. Mas será que o momento é bom? Quem sabe o que se passa na cabeça do presidente brasileiro só o tempo dirá.

Lembre que o governo brasileiro no ano passado fez e tudo para se aproximar formalmente da Organização do Tratado do Atlântico Norte – OTAN, embora estejamos no Sul, mas que foi até agora rechaçado, embora reuniões venham sendo feitas na tentativa de viabilizar. Na época o governo russo demonstrou toda sua preocupação e insatisfação, vez que não achava muito sentido essa aliança militar. Lembrando que historicamente o Brasil sempre esteve alinhado aos Estados Unidos. Mas ultimamente os americanos querem distância do Brasil.

No momento em que mais de 120 mil soldados russos estão postos na fronteira da Ucrânia, coisa que Putin só falta dizer que é fazendo turismo e os americanos já mandaram mais e mais soldados, claro que Biden está tentando entender qual é a posição do Brasil e que amizade inusitada é essa entre Putin e Bolsonaro. A não ser que por estar perto de sair do governo Bolsonaro queira aproveitar que tem avião de graça para conhecer o Kremlin e a beleza da arquitetura secular da Rússia e quem lá esteve sabe o quão é bonita.

Quem sabe, nem Deus saberia, o Brasil vai em busca de fazer seu velho e inestimável papel. O Brasil sempre foi um país conciliador desde o embaixador Graça Aranha, desde Rio Branco, desde Ruy Barbosa, desde sempre, mas que desmantelou sua estrutura e imagem nos últimos tempos com a ida de trapalhões para a direção do Itamarati. O embaixador russo, quando do pedido do Brasil para entrar na OTAN ofereceu um almoço e disse para nossas autoridades: “muito estranho”. Agora é hora de os americanos convidarem também para um almoço e dizer para nossos diplomatas: “que estranho”. Mas o Brasil é mesmo todo estranho.

------------------------------------
Escritor e jornalista. Email: jolivaldo.freitas@yahoo.com.br

fonte: pravda.ru



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página