Postagem em destaque

Ela mata o marido e esconde o corpo dele no freezer.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Uma mulher foi presa no Brasil pelo assassinato de seu marido. O cor...

terça-feira, 17 de março de 2020

Guiné-Bissau: Morreu Serifo Nhamadjo, ex-Presidente de transição

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O ex-Presidente de transição, entre 2012 e 2014, morreu esta terça-feira (17.03), aos 62 anos, em Lisboa, vítima de doença. Serifo Nhamadjo, que também liderou o PAIGC, opôs-se a alguns correligionários na Presidência.
Serifo Nhamadjo, ex-Presidente de transição da Guiné-Bissau
Serifo Nhamadjo, ex-Presidente de transição da Guiné-Bissau

Serifo Nhamadjo assumiu a liderança no período de transição na Guiné-Bissau, na sequência de um golpe de Estado, protagonizado por militares. Antes, desempenhou as funções de primeiro vice-presidente do Parlamento guineense. 
Nhamadjo concorreu para as eleições presidenciais, tendo alcançado 15,75% dos votos na primeira volta, um processo eleitoral que viria a ser interrompido pelos militares. A 12 de Abril de 2012, próximo do início da campanha eleitoral visando a segunda volta das eleições presidenciais, os militares tomaram o poder. A operação seguiu-se ao conflito militar em 2010 e a um golpe de Estado falhado em 2011.
Na altura, foi designado Presidente da República de transição, e embora tenha dito ter recusado devido a ilegalidade da nomeação
Mas em abril de 2012 o seu próprio partido, o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), chegou a acusá-lo de “traição” e de “irresponsabilidade” por estar a negociar o fim da crise política com os golpistas à revelia do partido. Por isso, o partido retirou mesmo a confiança política a Serifo Nhamadjo.
fonte: DW África






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página