Postagem em destaque

Ela mata o marido e esconde o corpo dele no freezer.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Uma mulher foi presa no Brasil pelo assassinato de seu marido. O cor...

terça-feira, 17 de março de 2020

Rei Felipe renuncia a heranças do pai e retira-lhe a pensão.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O rei de Espanha, Felipe VI, anunciou, ontem, que renuncia a qualquer futura herança a que tenha direito do pai, o rei emérito Juan Carlos, depois de serem reveladas supostas irregularidades financeiras envolvendo o ex-monarca.

Casa Real escandalizada com as irregularidades
Fotografia: DR
A Casa Real espanhola pu-blicou um comunicado em que informa que, para além de renunciar à sua herança, Felipe VI também retira a Juan Carlos as ajudas de custo anuais que este recebia, segundo a agência Lusa.
Esta decisão foi tomada numa altura em que várias notícias publicadas no fim-de-semana davam conta de que Filipe VI é o beneficiário de uma empresa “offshore”, criada por Juan Carlos quando ainda era soberano, através de uma doação de 65 milhões de euros da Arábia Saudita.
O Ministério Público suíço investiga o envolvimento de Juan Carlos na intermediação em vários negócios, entre eles um contrato ganho por um consórcio espanhol para construir a ligação de comboio de alta velocidade que liga Meca a Medina, na Arábia Saudita.
Perante as notícias, a Casa Real recorda as palavras de Felipe VI no discurso de proclamação de 19 de Junho de 2014, quando afirmou que a Coroa devia zelar pela dignidade da instituição, preservar o seu prestígio e observar uma conduta correcta, honesta e transparente, como convém à sua função institucional e responsabilidade social.
Na semana passada, a mesa do Parlamento espanhol rejeitou os pedidos de criação de uma comissão de inquérito para investigar se o rei emérito espanhol, Juan Carlos, de 82 anos, recebeu as comissões de que é suspeito, por parte da Arábia Saudita.
As propostas de abertura da investigação foram feitas pela formação de extrema-esquerda Unidas Podemos, que está coligado no Governo minoritário com o PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol), e por outros partidos regionais mais pequenos, incluindo dois independentistas catalães.

fonte: jornaldeangola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página