Postagem em destaque

Elon Musk pode lançar seu próprio smartphone.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Elon Musk, o homem mais rico do mundo ainda tem um apetite voraz. Ap...

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Partido Comunista da Rússia condecora líderes cubanos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O Partido Comunista da Federação da Rússia (PCFR) entregou a medalha comemorativa pelo 75º aniversário da vitória sobre o fascismo a vários líderes cubanos.
Photo: Internet

O Partido Comunista da Federação da Rússia (PCFR) entregou a medalha comemorativa pelo 75º aniversário da vitória sobre o fascismo ao primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, general-de-exército Raúl Castro Ruz; ao presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez; ao segundo secretário do Comitê Central do PCC, José Ramón Machado Ventura; ao presidente da Assembleia Nacional do Poder Popular, Esteban Lazo Hernández e ao primeiro-ministro cubano Manuel Marrero Cruz.

Por encargo do Presidium do Comitê Central do PCFR, o primeiro vice-presidente dessa organização política, Ivan Melnikov, entregou ao embaixador cubano, Gerardo Portal Miranda, em qualidade de portador, a distinção, que reconhece as contribuições feitas pelas personalidades mencionadas às relações históricas de amizade entre ambos os povos e partidos.

O site Cubaminrex informou que o diplomata da Ilha agradeceu a condecoração aos nossos líderes principais e sublinhou os laços inquebrantáveis existentes, expressos em um permanente apoio mútuo, e com o rechaço invariável do PCFR ao bloqueio estadunidense contra a Ilha maior das Antilhas.

Melnikov, também vice-presidente da Duma estatal da Federação da Rússia, esteve acompanhado na cerimônia pelo vice-presidente do Partido, Dimitri Novikov, e o chefe do seu Departamento Internacional, Mars Zabirov.

Em um artigo conjunto publicado há pouco no jornal Granma, os chanceleres de Cuba e da Rússia, Serguey Lavrov e Bruno Rodríguez Parrilla, respectivamente, afirmaram que ambas as nações «olham com otimismo para o futuro das suas relações bilaterais e continuam trabalhando para defender plenamente a sua soberania e independência, bem como o direito a garantir a segurança e construir seu próprio destino».

fonte: granma.cu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página