Postagem em destaque

Ela mata o marido e esconde o corpo dele no freezer.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Uma mulher foi presa no Brasil pelo assassinato de seu marido. O cor...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

PR da Turquia em Kinshasa antes de seguir para Dacar e Bissau.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O Presidente turco iniciou neste domingo (20.02) uma visita oficial à RDC, onde foi recebido pelo seu homólogo congolês. Ainda esta semana, Recep Tayyip Erdogan vai ao Senegal e à Guiné-Bissau.


As questões de segurança e económicas estão no centro da visita oficial do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, à República Democrática do Congo, avançou a Presidência congolesa este domingo.

Erdogan chegou a Kinshasa e foi recebido pelo Presidente Félix Tshisekedi. Num comunicado, a Presidência da RDC informou que o chefe de Estado turco está acompanhado por "uma forte delegação" de membros do Governo e homens de negócios da Turquia.

A digressão africana de Erdogan, de 20 a 23 de fevereiro, seguirá para o Senegal e Guiné-Bissau.

Reforço da cooperação

A viagem de dois dias do líder turco à RDC destina-se a ajudar Ancara e Kinshasa a reforçar a cooperação nos domínios político, económico e de segurança, segundo o documento enviado à imprensa pela Presidência congolesa.

Esta visita segue-se às reuniões bilaterais realizadas entre os dois chefes de Estado em setembro em Ancara e em dezembro em Istambul.

Kongo Kinshasa | Türkischer Präsident Erdogan trifft Präsident Tshisekedi

Recep Tayyip Erdogan (esq.) e o seu homólogo congolês Félix Tshisekedi (dir.)

Em setembro passado, Tshisekedi fez uma visita oficial a Ancara e viajou depois para Istambul em dezembro, onde participou numa cimeira Turquia-África.

As relações entre Ancara e Kinshasa têm sido boas há vários anos e o volume de investimentos turcos na RDC continua a crescer. O comércio bilateral entre as duas ascende a cerca de 40 milhões de dólares, mas a Turquia está a procurar reforçar a sua presença em África. Desde 2003, o volume do seu comércio com o continente aumentou de dois mil milhões de dólares para pelo menos 25 mil milhões de dólares.

Presença turca em África

Erdogan já visitou África quase 40 vezes desde 2005, como primeiro-ministro e Presidente, desde então a Turquia abriu cerca de 40 embaixadas no continente.

A influência da Turquia cobre o também domínio da defesa, com Ancara a inaugurar a sua primeira base militar africana em 2017, na Somália.

fonte: DW Africa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página