Postagem em destaque

Elon Musk pode lançar seu próprio smartphone.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Elon Musk, o homem mais rico do mundo ainda tem um apetite voraz. Ap...

segunda-feira, 14 de novembro de 2022

[Yoonu Qatar]: De Pelé a Zidane, os onze lendários.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Do "Rei" Pelé, único jogador tricampeão mundial, a Zinédine Zidane, o feliz e infeliz herói de duas finais, a Copa do Mundo coroou imensas lendas do futebol antes de viver sua 22ª edição, a Copa do Mundo-2022 no Catar ( 20 de novembro a 18 de dezembro). Gordon Banks (Inglaterra) O campeão mundial inglês em 1966 é especialmente famoso por uma defesa milagrosa contra Pelé em 1970, gravada na história graças ao aforismo do lendário atacante brasileiro: "Hoje marquei um gol, mas Banks o impediu". Cafu e Roberto Carlos (Brasil) Os dois brasileiros juntos revolucionaram a posição de lateral ao levarem muito longe o seu aspecto ofensivo. Cafu venceu as Copas do Mundo de 1994 e 2002, enquanto Roberto Carlos venceu "apenas" a segunda, onde Cafu foi capitão. Perderam juntos a final de 1998 contra a França (3-0). Franz Beckenbauer (Alemanha) "Inventor" da posição de líbero, "Kaiser Franz" deixou uma das imagens imortais da Copa do Mundo ao finalizar com o braço na tipoia a "partida do século", a semifinal de 1970 perdida contra a Itália (4-3 a.p.). Mas ele também levantou o troféu quatro anos depois, em casa, quando o realismo da "Mannschaft" quebrou o romantismo da Holanda de Johan Cruyff (2-1), então como treinador em 1990. Fabio Cannavaro (Itália) Arquétipo do zagueiro italiano, perfeitamente posicionado, sempre totalmente concentrado e um pouco "desagradável" se necessário, Fabio Cannavaro é o capitão da Itália, campeã mundial em 2006 (1-1, 5-3 nos pênaltis contra a França) e seu símbolo, pelo seu exacerbado senso de competição. seneweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo desde que contribua para melhorar este trabalho que é de todos nós.

Um abraço!

Samuel

Total de visualizações de página