Postagem em destaque

CONCESSÃO DO PRÊMIO HOUPHOUET BOIGNY PELA BUSCA DA PAZ EM RCI: Os marfinenses poderão finalmente se olhar no espelho?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Realiza-se esta quarta-feira, 8 de fevereiro de 2023, em Yamoussoukr...

sábado, 14 de maio de 2011

A mentira tem pernas curtas.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


O governo do Mpla não quer falar a verdade acerca da gravíssima crise que se consubstancia actualmente na irradiação radioactiva que presentemente afecta as escolas, as crianças, encarregados da educação bem como as comunidades residentes no perímetro do Bairro do Projecto Nova Vida em Luanda! Medo de esconder o quê?
Como acreditar em um governo caduco e mentiroso que permanente e sistematicamente viola os direitos do povo e oculta a verdade ao povo, mesmo sabendo que há vítimas por meio? Como acreditar em infâmias e slogans ensurdecedores e sem sentido "recuperação dos valores cívicos e morais em Angola", vindos de um mentiroso.
O Mpla. Sendo que avaliação de desempenho governativo se estende aos domínios das políticas públicas, que eixo da acção do governo é positivo ao longo dos tenebrosos 34 anos de governação monopartidária do Mpla?
Objectivo é relembrar ao Mpla-governo que o entendimento das realidades e das formas concretas de racionalização e prática do quotidiano das populações constitui um elemento-chave na identificação das potencialidades e dos constrangimentos que surgem nas mais variadas áreas de actuação para o desenvolvimento, para além de significar um aumento dos conhecimentos da realidade socioeconómica actual.
Assim, em vésperas de eleições gerais para Angola em 2011é urgente descodificar as lógicas arcaicas presentes nos programas de governação do Mpla. Como? Fazer o levantamento das necessidades e aspirações dos povos de Angola que na verdade são maioritariamente africanos. Fazer uma avaliação da importância de que se revestem as ideologias e as práticas relacionadas com a urbanidade e o modo como podem ser percepcionadas as referências da maioria pobre dos cidadãos na actualidade.
A um outro nível, é possível encontrar elementos que não só explicam as formas de resolução de contrariedades por onde passa a maioria dos cidadãos angolanos como ainda colocar em destaque as questões mais centrais relativas à segurança e aos riscos múltiplos e variados que constituem as preocupações dos indivíduos e grupos sociais em Angola.
Mas, e em boa verdade, o Mpla não só não percebe os sinais dos tempos, como também é, e a todos títulos incompetentes para conduzir os destinos do nosso País Angola, rumo à prosperidades e felicidade de todos os angolanos. As boas práticas governativas assentes na Transparência, Governança e Boa Governação, são para o Mpla inimigas a combater! Que Despautério! Por isso mesmo, Angola tem de MUDAR de REGIME em 2012...
Constantino Zeferino
Docente universitário e Activista Cívico

fonte: Angola24horas

Total de visualizações de página