Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Bota de ex-presidente francês Miterrand é roubada de museu.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

(Arquivo) O ex-presidente socialista francês François Mitterrand (1981-1995)

Um museu dedicado ao ex-presidente socialista francês François Mitterrand (1981-1995) sofreu um roubo de objetos no valor de cerca de meio milhão de euros na madrugada desta quinta-feira - informaram fontes ligadas ao caso.
O museu fica em Château-Chinon, cidade do centro da França de onde Mitterrand foi prefeito de 1959 até sua eleição como presidente em maio de 1981.
Os ladrões levaram uma botina de valor estimado "entre 300.000 e 500.000 euros", segundo os primeiros elementos da investigação. Roubaram dezenas de objetos de grande valor, como relógios de parede e sabres, ouro, cristal ou decorados com diamantes.
Após passar pelo telhado, conseguiram desarmar o o alarme, ao escolherem uma sala do museu situada numa "zona escura" do sistema de proteção.
O museu do Setênio, criado em 1986, conserva os presentes oficiais e pessoais que Miterrand recebeu de chefes de estado estrangeiros durante seus 14 anos como presidente. 

#br.noticias.yahoo.com

União Europeia: chegada a Abidjan de Neven Mimica para apoiar o progresso económico e democrático na Costa do Marfim.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Le

Abidjan (Costa do Marfim) - O comissário europeu para o Desenvolvimento e Cooperação Internacional, Neven Mimica chegou esta quinta-feira em Abidjan para uma visita de 72 horas para avaliar os projectos financiados pela União Europeia na Costa do Marfim e expressar o apoio da União ao "progresso económico e democrático" no país.

Ele foi recebido no aeroporto internacional Félix Houphouët-Boigny em Abidjan pelo ministro costa-marfinense do Petróleo e da Energia, Adama Toungara e seu colega representando o primeiro-ministro, o encarregado da Economia e Finanças, Nialé Kaba.

"Estou na Costa do Marfim, por duas razões principais. Em primeiro lugar, reiteraro o apoio e compromisso da UE de continuar a parceria com a Costa do Marfim, para apoiar as prioridades de desenvolvimento", disse Neven Mimica, durante uma conferência de imprensa no aeroporto.

"A segunda razão é ver como os trabalhos estão acontecendo na prática pelos projetos que apoiamos e seus benefícios para as pessoas. A União Europeia quer continuar a ser um parceiro da Costa do Marfim para apoiar o progresso económico e democrático da Costa do Marfim ", acrescentou.

O comissário europeu terá várias reuniões e participará em diversas cerimônias em Abidjan e no interior do país. Na sexta-feira, ele terá uma reunião de trabalho com o primeiro-ministro Daniel Kablan Duncan seguido de assinatura de convenções. Ele visitará após meio-dia o projeto Mesad em Yopougon, distrito Doukouré Yaosséhi.
No sábado, Neven Mimica procederá à entrega de equipamentos para a escola profissional e do Centro Hospitalar Regional (CHR) de San Pedro, a segunda cidade portuária no sudoeste do país.
LS / APA

#abidjan.net

Falso médico do Camboja é preso por infectar 200 pessoas com o HIV.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Homem de 55 anos, que atuava sem licença em área rural do país, contaminou pacientes ao utilizar seringas não esterilizadas.


Um homem do Camboja que atuava sem licença como médico foi preso nesta quinta-feira após ser declarado culpado por infectar 200 pacientes com o vírus HIV - alguns deles morreram em decorrência da infecção. Segundo o jornal britânico The Guardian, Yem Chhrin, 55 anos, contaminou essas pessoas ao reutilizar seringas não esterilizadas.

O julgamento de Chhrin começou em dezembro de 2014 com acusações que incluíam a de assassinato e prática ilegal de medicina. Segundo seu advogado, havia o risco de ele enfrentar prisão perpétua, mas a acusação foi alterada para um caso de homicídio menor. "O meu cliente insiste que é inocente", disse.

Chhrin atuava principalmente na província rural de Battambang, onde 106 dos 800 moradores que realizaram o teste do HIV tiveram resultado positivo, incluindo pessoas de 3 a 82 anos e monges budistas.

O caso revela o problemático sistema de saúde do país, onde é comum que pacientes recorram a médicos sem licença e pessoas sem formação para atendê-los, especialmente nas áreas rurais. Segundo o World Bank, o Camboja tem 0,2 médicos para cada 100 000 habitantes, o mesmo que o Afeganistão, por exemplo.

#(Da redação) veja.com.br

Total de visualizações de página