Postagem em destaque

Ucrânia: Lula se recusa a entregar munição para tanques.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... O governo brasileiro se opôs ao pedido da Alemanha de entrega de mun...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Tshisekedi na prisão preventiva da sua residência em Limeté.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Kinshasa -  A polícia isolou ontém quinta-feira, a area ao redor da residência em Kinshasa do opositor Etienne Tshisekedi, auto-proclamado "presidente eleito" da República Democrática do Congo (RDC), e dispersa os seus seguidores que tinha chamado para "acompanhâ-lo"ao palácio presidencial.
Desde a manhã a polícia infiltrou-se nos acessos a várias ruas que vão até a residência do opositor, no bairro Limete e dispersa com gás lacrimogêneo os pequenos grupos de partidarios de Etienne Tshisekedi. A polícia procedeu algumas detenções ilegais de acordo com a fonte segura no local.
O acesso é também proibido aos jornalistas, alguns dos quais, incluindo a Agence France-Presse, foram forçados, sob escolta policial para deixar a área antes de ser deixada livre momento depois. Uma fonte policial disse à AFP que tratava-se de "proteger" jornalistas de gás lacrimogêneo. O partido de Etienne Tshisekedi, União para a Democracia e Progresso Social (UDPS), havia chamado os congoleses a "mobilização maciça" Quinta-feira "para acompanhar" seu líder "no seu escritório o Palácio da Nação" .
Em "prisão domiciliária de facto"
O opositor de 79 anos, declarou-se "presidente eleito" da RDC depois de ter rejeitado os resultados das eleições presidenciais de 28 de novembro de 2011, consideradas fraudulentas pela maioria dos observadores nacionais e internacionais, que ficou em segundo lugar atrás do Chefe de Estado e formalmente o reeleito Joseph Kabila. A UDPS rejeita o veredicto das urnas, dada a muitas irregularidades acontecidas nas duas pesquisas. Diferentes missões de observadores nacionais e internacionais, bem como a Igreja Católica congolesa também observaram esses irregularidades. Etienne Tshisekedi anunciou em 20 de janeiro, que ele levou a sua "função activa" no mesmo dia. Domingo, o lider da oposição, foi impedido pela polícia de sair de sua casa, onde seus proximos não têm acesso há vários dias. Sua comictiva acredita que o opositor encontra-se " numa prisão domiciliar de facto.


fonte: mpdaangola

Liberdade de Imprensa: Jornalismo cabo-verdiano está de parabéns.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Image
Foto: Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde. (EPA)
Cidade da Praia, (Lusa) - O Presidente de Cabo Verde afirmou hoje que o jornalismo cabo-verdiano "está de parabéns", ao comentar o 9.º lugar atribuído ao arquipélago pelo desempenho tido em 2011 no quadro da liberdade de imprensa pelos Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

Numa nota de imprensa enviada hoje ao fim da tarde à comunicação social cabo-verdiana e internacional, Jorge Carlos Fonseca lembra que a classificação tem ainda mais importância por acontecer numa altura em que Cabo Verde acabou de festejar o 20.º aniversário da entrada em vigor da primeira Constituição pluralista do país.

"O facto de Cabo Verde, no ano em que celebra o 20.º aniversário da entrada em vigor da Constituição da República (1991), ter sido incluído pelos RSF entre os dez países com maior liberdade de imprensa no mundo, tem de ser motivo de regozijo e muito orgulho", escreveu Jorge Carlos Fonseca.

Fonte: Lusa

Total de visualizações de página