Postagem em destaque

CONCESSÃO DO PRÊMIO HOUPHOUET BOIGNY PELA BUSCA DA PAZ EM RCI: Os marfinenses poderão finalmente se olhar no espelho?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Realiza-se esta quarta-feira, 8 de fevereiro de 2023, em Yamoussoukr...

sábado, 4 de outubro de 2014

MOÇAMBIQUE: CAMPANHA ELEITORAL.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

CAMPANHA ELEITORAL - Nyusi promete aplicar recursos em escolas


O CANDIDATO presidencial do Partido Frelimo, Filipe Nyusi, prometeu ontem em Inhambane que a redistribuição da riqueza resultante da exploração dos recursos naturais existentes naquela região e em todo o país será feita através da aplicação do dinheiro em escolas, fontes de abastecimento de água, energia eléctrica, hospitais, vias de acesso em condições e outras infra-estruturas económicas e sociais.
Falando no bairro Liberdade III,  arredores da capital provincial, Filipe Nyusi reiterou que como futuro Chefe do Estado não terá dinheiro para distribuir aos moçambicanos mas sim no quadro da gestão racional e sustentável dos recursos locais poderá ser possível a concretização dessa promessa. O candidato da Frelimo reafirmou ainda que o seu sonho é transformar Inhambane num centro estratégico de desenvolvimento do país através da exploração dos recursos naturais ali existentes para a redução gradual do desemprego, principalmente na juventude.

CAMPANHA ELEITORAL - Dhlakama reúne-se com comerciantes



O CONCORRENTE da Renamo às presidenciais de 15 de Outubro, Afonso Dhlakama, deverá se reunir hoje com os vendedores formais e informais no município da cidade de Tete, no prosseguimento da sua campanha eleitoral à província de Tete.
Afonso Dhlakama, segundo o programa que nos foi cedido pelo Gabinete de Preparação Eleitoral da Renamo em Tete, chega domingo à cidade de Tete, proveniente do Planalto de Angónia onde, entre outras actividades, vai orientar um comício popular no campo de futebol no bairro Sansão Muthemba junto ao Mercado Kwachena Nhartanda, no prosseguimento de “caça” ao voto para si e para o seu partido. Depois disso Dhlakama vai se reunir com os membros e simpatizantes da Renamo.
#jornalnoticias.co.mz

Ebola: Sierra Leoa introduz lições pela rádio e TV para as escolas.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



As autoridades da Serra Leoa introduziram aulas de rádio e televisão para compensar o tempo perdido no calendário acadêmico. 

Escolas eram para abrir no início de setembro. A declaração do estado de emergência em julho empurrou o calendário indefinidamente. 

Com a inabalável epidemia, as autoridades educativas temem que o ano lectivo possa ser perdido. 

Começando terça-feira, 7 de outubro, estudantes de todo o país começaráão as aulas através da mídia. 

O programa vai ter 41 estações de rádio em todo o país, e a única televisão nacional, SLBC, levará lições da escola ao ar. 

O "sistema de escola inteira foi interrompida e as crianças não estão aprendendo", diz ministro da Educação, Dr Minkailu Bah. 

A partir de sexta-feira, dados do Ministério da Saúde e Saneamento mostraram 557 pessoas morreram da doença em Serra Leoa, fora de 2.246 casos. 

O epicentro do país, desde então, deslocou-se do leste para o norte, onde os casos foram se multiplicando a cada dia. 

Os mais atingidos, Distrito de Bombali, com 227 casos, STANDS em terceiro, atrás Kailahun e Kenema, a leste com 530 e 429 casos, respectivamente. 

Um novo relatório publicado na quarta-feira pela caridade, Save the Children, indica uma situação muito pior da que se pensava. 

Cinco pessoas são infectadas com o vírus Ebola cada hora em Sierra Leoa, diz o relatório. 

Hospitais comprimidos com rodada de pessoas doentes a cada dia por falta de espaço, já confirmada em parte do relatório. 

As questões de privacidade 

De acordo com a Save the Children, cerca de 765 novos casos da doença Ebola foram relatados no país na semana passada. 

E isso, a caridade acrescenta, acontece em um país com apenas 327 leitos disponíveis para os pacientes. 

A taxa de infecção pode chegar a 10 pessoas em uma hora, se medidas urgentes não forem tomadas, adverte. 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a partir de quarta-feira, o volume de casos nos quatro países do Oeste Africano afetados combinados estava sobre 7100, com mais de 3.300 mortes. 

Na sexta-feira, um médico Uganda chegou à Alemanha para tratamento após contrair o vírus em um centro de tratamento 22-cama recém-inaugurado perto de Freetown. 

A caridade italiana médica, de emergência, que dirige o centro em Lakkah, recusou-se a divulgar a identidade do doente citando privacidade. 

Cerca de 165 profissionais de saúde cubanos chegaram em Freetown na quinta-feira para impulsionar os esforços para combater a doença. 

O Presidente Ernest Bai Koroma repetiu na sexta-feira o pedido para mais apoio internacional para combater a doença. 

Seu apelo na visita do Ministro  irlandês de Desenvolvimento Internacional após um dia depois de sua tentativa fracassada de viajar para o Reino Unido para uma conferência para arrecadar fundos para o país no esforço anti-Ebola, organizado pelo governo britânico.

# africareview.com


CELEBRAÇÃO DE " l’Aïd-El-Kébir " NA COSTA DO MARFIM.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Célébration
No centro o chefe de Estado Alassane Ouattara

Os muçulmanos na Costa do Marfim celembram neste sábado, assim como os outros ao redor do mundo, o Eid Al-Adha (Eid-El-Kebir), conhecido como o "Festival do Sacrifício" ou Tabaski a segunda maior festa naquela comunidade. 

Vestida com suas melhores roupas, os fiéis invadem as várias mesquitas para assistir dois rakattes, orações e sermões dos imãs que abordam diversos temas. 

Na Grande Mesquita no Golfo da Riviera, onde houve a oração oficial com a participação do chefe de Estado Alassane Ouattara, o Imam Mamadou Traoré explicou a importância do sacrifício de Abraão. 

Quanto à notícia, ele elogiou os esforços feitos pelas autoridades políticas e administrativas do país ao longo das linhas de reconciliação. Imam Traoré acolheu a representação da sociedade civil, incluindo a religiosa no seio da Comissão Eleitoral Independente (CEI). 

Após a oração, os fiéis foram mandados para casa para o segundo destaque do festival que é o sacrifício do animal (ovinos, carne ...), a carne deve ser dividido em três partes (família, amigos e vizinhos). 

A festa de Tabaski ou Eid-El-Kabir comemora a disposição de Abraão de sacrificar seu filho Ismael como um ato de submissão a Alá. Também marca o fim da peregrinação (Hajj, quinto pilar do Islã) a Meca, na Arábia Saudita. Os peregrinos hospedam-se na sexta-feira na estação de Arafat, cerca de uma vintena de Meca, antes de regressar a Mina para outra ritos deste pilar do Islã. 


LS / APA

Total de visualizações de página