Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

BURKINA FASO: ASSEMBLEIA NACIONAL - AÇÃO DE CIDADANIA PARA RECONSTRUÇÃO DE UM PARLAMENTO.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Uma  Comissão de iniciativa de cidadãos conduzirá o projeto de reconstrução da Assembleia Nacional, que em parte ficou destruído por chamas em 30 de outubro de 2014, por causa da vontade do Presidente de modificar o artigo 37 da Constituição da Vª República. Além da nova sede do Parlamento que será erguida, um museu também será construído para marcar o dia que estará para sempre na memória coletiva da insurreição de 30 e 31 de Outubro de 2014. Uma conferência de imprensa foi realizada para o efeito no sábado, 27 de dezembro de 2014 no centro de imprensa Norbert Zongo.
Assemblée nationale : Action citoyenne pour la reconstruction  d’un Parlement

A Assembleia Nacional, localizada na Avenida da Independência, encontra-se em um estado sepulcral desde a fúria desses homens e mulheres que saíram maciçamente no dia 30 de outubro de 2014 para se opor à caducidade do regime de Compaoré que tentava alterar o artigo 37 da Constituição de 11 de Junho de 1991. Desde então, e como outros edifícios públicos e privados, nada foi decidido pelas autoridades da transição. Enquanto isso, os homens e mulheres de boa vontade têm amadurecido o pensamento para reconstruir o edifício através de uma contribuição de cidadãos. Presidido por Luc Marius Ibriga, o Comitê é apoiado por um grupo de uma dúzia de membros da sociedade civil (no quadro, não exposto aqui...). A iniciativa de transformar o prédio em um museu, que foi a sede do Parlamento até a insurreição, em 30 e 31 de outubro de 2014, como proposto por Prof. Ibriga, é para marcar a renovação da democracia Burkinabé. "Isso é para manter as cicatrizes dessa violência transformadora e para marcar a consciência nacional, que será um lugar de memória e testemunho da mensagem do povo soberano e a demanda do cidadão para o respeito da sua vontade, da democracia e da liberdade. Este seria o símbolo de uma era banida para sempre ", disse ele. O novo Parlamento será um complexo integrado com a nova sede da Câmara e um museu sobre as ruínas da antiga, de acordo com os iniciadores. Termos de financiamento? Segundo o professor, a construção da nova sede do Parlamento deve ser através dos esforços de governos e instituições públicas, e o museu por um apoio popular de importância nacional. "O esforço nacional de reconstrução deve ser orientado e apoiado por todos os governantes e líderes em primeiro lugar. Seria inaceitável o fato de que as pessoas continuam a pagar as contas do governo transformadas em luxúria e má gestão. As bases da comissão e a legitimidade das pessoas que procuram o financiamento para projecto  do museu, é este requisito que alinha-se ao estilo de vida permanente do Estado sobre a situação real do país ", disse o Prof. Na data da conferência de imprensa, as disposições práticas para a busca de financiamento não foram determinadas, mas a iniciativa da comissão já ligou e já confirmou a boa vontade de todos para a realização do projeto.

Nas próximas edições, vamos publicar na íntegra o documento relevante.


Por: Lassane Ouedraogo

#l´observateur.bf


GUINÉ-CONACRY: PRESIDENTE ALPHA CONDÉ NAS ‘’INTERNATIONALES’’ - A RADIOSCOPIA DE UMA ENTREVISTA PRESIDENCIAL.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

No último domingo, o presidente Alpha Conde estava no show da emissão '' International '' da RFI, TV5 Monde e Le Monde. Principalmente focado sobre a epidemia de Ebola que afecta o país há quase um ano, o show também permitiu que o chefe de Estado falasse sobre outros assuntos tanto da política nacional e estrangeira.


Sobre a epidemia do vírus Ebola, o Presidente Alpha Conde manteve-se fiel ao que ele disse, desde o início da doença. Rejeitando acusações de negligência que o governo teria tido no que diz respeito à epidemia, o que o chefe de Estado diria mais tarde que a doença era desconhecida pelos Guineenses. Com tato e moderação, mesmo com uma nova ponderação, ele denunciouo  atraso na mobilização da comunidade internacional. Sobre a questão do isolamento da Guiné pelos países africanos, revelou-se menos veemente em relação as entrevistas em suas viagens recentes. Ele está apenas feliz porque grandes personalidades, notadamente, François Hollande ajudou a melhorar a forma possível de quebrar esse isolamento.

Contradição e risco de contradições

O verdadeiro anúncio do chefe de Estado é o seu compromisso com realização de eleições presidenciais em 2015. A priori, a oposição nos últimos tempos, suspeita de que o chefe de Estado está a querer explorar o Ebola para adiar as eleições, que ele teme o resultado, pode-se alegrar. No entanto, da parte do próprio Presidente Alpha Condé, ele mesmo, com o compromisso mais categórico de realizar eleições em 2015 eleva-se a uma contradição.
Com efeito, recorde-se que, durante a sua última conferência de imprensa, o mesmo presidente afirmou que sua prioridade é a luta contra o Ebola! As coisas, teriam elas mudadas depois? Não fundamentalmente em todo caso. Com as novas casas que pululam e se multiplicam novos casos, o fim da epidemia não é para amanhã. A situação que prevalece no terreno deixa mesmo crêr que, o presidente Alpha Conde assume grandes riscos, anunciando com alguma confiança de que as eleições seriam realizadas durante o ano que se inicia.

É particularmente evidente que o movimento vai se acalmar daqui para outubro? Mesmo que a epidemia venha a ser controlada dentro de 3 a 5 próximos meses, o país teria tempo, então suficiente para resolver as muitas contradições que cercam o processo eleitoral? O presidente estaria certamente mais sensato a ser mais sutil sobre esta questão.

Argumentos presidenciais bastante questionáveis

Sabatinado, ele também deve estar despoto a responder sobre a questão do correspondente da RFI na Guiné, Mouctar Bah. Como se ele não tivesse interesse algum em acreditar na idéia de que, na realidade, é ele que é a base do bloqueio. Agora, esta é exatamente a sensação que se tem depois de seguir esta entrevista. A isto se soma o fato de que os argumentos do Presidente Alpha Condé são todos menos sólidos. Em primeiro lugar, fez questão de destacar o fato de que, à imagem da BBC, RFI não deve ter "dez correspondentes" na Guiné. Segurando tenazmente a essa linha de defesa, ele não quis ouvir a nossa colega, Sophie Malibeaux, quando esta tentou dizer-lhe que, em alguns países africanos, a Rádio Mundial tem dois correspondentes.
No entanto, a realidade é que notadamente, em Abidjan, Dakar e Bamako a Rfi tem um correspondente principal e um "secundário". O segundo argumento do presidente Alpha Condé consistiu na evocação de um compromisso com a  RFI  que teria tomado há dois anos em favor de substituir Mouctar Bah, por um jornalista não-guineense. Yves Rocle, Adjunto da Diretora responsável pela Informações da África, disse que nós estamos unidos a essa categoria, é categórico: "Nunca foi sobre a substituição de Mouctar Bah." Ele acrescenta: " Sidi Yansané foi contratado para dar '' apoio '' e não para substituir Mouctar Bah." Além disso, qual é o interesse do Presidente Alpha Condé de querer um correspondente cuja especificidade é que '' não seja guineense ''?

Alpha Condé, Hollandophile!

O Presidente Alpha Condé também falou sobre questões de política externa. Ele aproveitou a oportunidade para reafirmar seus fortes laços com o presidente François Hollande. É assim que ele faz crêr, que a intervenção deste último no Mali não deve, de modo algum, ser equiparada com Françafrique. É, antes, a consequência do fracasso de líderes africanos, eles próprios.

Bastante corajosa a intevenção do presidente guineense. Só que quando é perguntado o que ele acha da mudança constitucional na África, ele não demonstrou a mesma coragem. Proferiu na linguagem da madeira, ele disse não ter algum conselho para os outros líderes. Por contras, ele acha que é o direito de François Hollande de dar o seu parecer sobre as mesmas emendas constitucionais.
Da mesma forma, sobre a questão do caos na Líbia, é daqueles que acreditam que "o Ocidente tem de prestar o serviço pós-venda." Aqui, também, em termos de François Hollande, Alpha Condé acha que ele herdou uma situação difícil resultante de um acto feito por seu antecessor.

Por: Boubacar BARRY Sanso GCI © 2014 GuineeConakry.info

#guineeconacry.info

Senegal: Em uma visita esta manhã a Guiné-Conakry - Awa Marie Coll-Seck em missão recomendada por Condé.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


A Ministra da Saúde e Ação Social - Awa Marie Coll-Seck

A Ministra da Saúde e Ação Social foi esta manhã a Guiné-Conacry por instrução do presidente Macky Sall, no sentido de harmonização a resposta contra o vírus Ebola entre os dois países, mas também a nível sub-regional.

Este é mais um sinal de diminuição das tensões entre Dakar-Conakry. A Ministra da Saúde e Ação Social vai ser recebida esta manhã em Conakry, no quadro da resposta sub-regional para a doença do vírus Ebola. Sob "instrução" do Presidente da República, Awa Marie Coll-Seck estará no Palácio Presidencial, em Conakry, onde será recebida pelo Presidente Alpha Condé com quem ela vai falar sobre a epidemia e, claro, sobre o "mal-entendido" entre os dois países, que nasceu da decisão do Senegal fechar suas fronteiras por causa da proliferação do vírus na Guiné.

As informações coletadas pelo Diário junto de uma viagem turbilhada da ministra de Saúde, seria de que a viagem visa apenas entabulação de uma conversar com as autoridades guineenses sobre condições de fronteiras terrestres reabertas entre os dois países. Mais de um mês após a reabertura, os atrasos na reabetura das fronteiras aéreas e portuárias são observadas em relação a fronteiras terrestres. Isto porque, na realidade, esta reabertura não é tão fácil como se pensa. É necessário que os dois países cheguem a um acordo sobre uma estratégia de resposta comum, com o apoio do reforço do dispositivo de prevenção nas fronteiras.

Nossas fontes revelam que a cooperação guineense é importante e é esperado para ter uma "harmonização perfeita" de intervenções em áreas de risco. O lado senegalês também estaria pronto para reforçar o seu apoio médico para a Guiné, que está em fase da curva de diminuição da contaminação da doença. Vários surtos da doença foram neutralizados e o Senegal estaria pronto para colocar seus conhecimentos à disposição da Guiné para melhor circunsescrever o mal.
Em suma, ela ( a visita) será muito mais uma questão de resposta sub-regional e todas as indicações são de que ambos os países concordam com um calendário relativo a reabertura das fronteitras das pistas terrestres.

#seneweb.com


BRASIL: NEYMAR RETROSPETIVA - 12 postagens recuperam o ano de 2014 do craque.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Neymar (Crédito: Reprodução do Instagram pessoal)

Neymar pode facilmente ter sua vida contada através das redes sociais. Cada postagem, um momento de dor, reflexão ou vibração em relação à sua vida. O ano de 2014 não foi diferente. Da lesão na Copa do Mundo à exaltação dos catalães ao "Super Neymar", o jogador relatou sua história. Em 12 momentos do Instagram, o GloboEsporte.com recuperou mês a mês os 365 dias de alegrias, tristezas e realizações do craque brasileiro. Os corações - em vermelho ou cinza - contam os saldos positivo e negativo para o craque, que ainda pretende elevar o Brasil ainda mais ao alto com seu nome.

Header Neymar Jr - Janeiro (Foto: globoesporte.com)
Neymar Janeiro (Foto: Instagram)Neymar começa o ano com lesão (Foto: Instagram)
"2014 ... Vamo que vamo #workhard"
O ano começava com grande expectativa para Neymar. Com uma Copa do Mundo pela frente, o jogador voltou aos treinos pelo Barcelona no dia 2 de janeiro. Ainda no mesmo mês, esteve em Zurique, na Suíça, para concorrer ao prêmio de gol mais bonito do ano de 2013, mas acabou perdendo para Ibrahimovic. Um pouco depois, sofreu uma lesão no tornozelo.


Header Neymar Jr - Fevereiro (Foto: globoesporte.com)


Neymar Fevereiro (Foto: Instagram)Neymar volta aos treinos (Foto: Instagram)

Demorou, mas chegou .... Muito feliz por voltar a treinar com meus companheiros !!!"

Fevereiro foi um mês de retorno. Recuperado do problema no tornozelo sofrido em 16 de janeiro diante do Getafe, que o fez até mesmo andar com muletas, Neymar voltou aos treinos pelo Barça no dia 11 de fevereiro. Em seguida, já integrou a delegação na partida diante do Real Sociedad. Com a vitória de 2 a 1, o time catalão chegou à decisão da Copa do Rei. Se na vida profissional a fase era de festejos, na pessoal, ele deixava claro que o relacionamento com Bruna Marquezine já não andava bem. No dia dosnamorados na Espanha, 14 de fevereiro, ele chegou a postar: "Valentine's day ! #Fail kkkkkkk".

Header Neymar Jr - Março (Foto: globoesporte.com)

Neymar Março (Foto: Instagram)Neymar usa máscara de carnaval (Foto: Instagram)
"Partiu #camarote #Sapucai #TALVEEEEEZZZZZ HAHAHA"

Carnaval? Nada feito para Neymar. O jogador seguiu no dia 3 de março para Joanesburgo, onde a Seleção venceu a África do Sul, no dia 5, por 5 a 0, no Soccer City. Começava ali, a preparação para o Mundial: com três gols de Neymar e um show em campo. No Barcelona, a fase não era das melhores. Criticado por parte da imprensa espanhola, ele chegou a figurar no banco. Assistiu à goleada de 7 a 0 do time diante do Osasuna, dia 16, e o recorde de Messi - chegou aos 371 gols e tornou-se o maior artilheiro do clube.
Header Neymar Jr - Abril (Foto: globoesporte.com)
Neymar Abril (Foto: Instagram)Neymar com o filho na campanha (Foto: Instagram)


"#somostodosmacacos #weareallmonkeys #somostodosmonos #totssommonos"
O mês foi de nova lesão para Neymar. O jogador sofreu um problema no quarto metatarso do pé esquerdo durante a derrota para o Real Madrid na final da Copa do Rei em 16 de abril. 

No dia 27 de abril, Daniel Alves teve uma banana lançada em sua direção diante do Villarreal e abriu os olhos do mundo para o racismo. Neymar logo foi às redes sociais manifestar apoio ao amigo e lançou a hashtag #somostodosmacacos. No mesmo mês, dois dias antes, ele viveu o luto pela morte de Tito Vilanova, ex-treinador do Barça falecido em decorrência de um câncer. 

Header Neymar Jr - Maio (Foto: globoesporte.com)
Neymar Maio (Foto: Instagram)Neymar viaja a SP (Foto: Instagram)
"Partiuuuuu Sp com papai !!! Brasa ai vou eu .... #saudadedecasa #saudadedafamilia #saudadedosamigos"

Começava a preparação à Copa do Mundo. No dia 18 de maio, Neymar pegava o avião em Barcelona rumo a São Paulo. Dali, aproveitaria alguns dias de férias. O deslocamento para a Granja Comary, em Teresópolis, ocorreu no final do mês. O clima era o melhor possível. E Neymar tratava de mostrar a habilidade já nos treinamentos. 

Header Neymar Jr - junho (Foto: globoesporte.com)


Neymar Junho (Foto: Instagram)Neymar manda men(Foto: Instagram)
"Obrigado por fazer parte desse momento, desse grande sonho que estou realizando !! Hoje foi uma dia praticamente perfeito ... Só faltou te ver kkkk Feliz dia dos namorados meu amor !!! Te amo, preta"

Estreia na Copa do Mundo. Alegria. Neymar começava já provando que poderia liderar, sim, a Seleção a um grande destino no Mundial. Foram dois gols contra Croácia e dois diante de Camarões. Até mesmo seu clube, o Barça, à distância, vibrava com o momento do craque. No site oficial, o time culé estampava: "Mais perto dos mitos do futebol brasileiro". No coração, ainda a atriz Bruna Marquezine. De longe, concentrado, ele não esqueceu de desejar um feliz dia dos namorados.
Header Neymar Jr - Julho (Foto: globoesporte.com)
Neymar Julho (Foto: Instagram)Neymar Julho (Foto: Instagram)


Obrigado a tudo e a todos !! E O SONHO CONTINUA"

Dia 4 de julho. Fortaleza. Ali, a Copa do Mundo acabava para Neymar. Uma joelhada nas costas dada pelo zagueiro Zuñiga tirou o craque brasileiro da competição. A comoção foi geral. A classificação às semifinais chegou mesmo sem o atacante em campo. Ele, com o rosto coberto, era deslocado de maca no avião de retorno da Seleção ao Rio de Janeiro. O choro de dor batia na alma de cada brasileiro. Um mês para ser esquecido, curado. Sem o jogador, veio o 7 a 1 diante da Alemanha, no Mineirão. Neymar não se entregou: "O sonho continua". Naquele momento, ele dava a largada para o Mundial de 2018.

Header Neymar Jr - Agosto (Foto: globoesporte.com)

Neymar Agosto (Foto: Instagram)Neymar retorna aos gramados (Foto: Instagram)


"Muito Feliz de voltar a desfrutar em campo com meus companheiros ... Obrigado por tudo meu Deus !!!!"

Foi um mês de opostos. Enquanto na vida pessoal, Neymar terminava o namoro com Bruna Marquezine, em campo, ele era saudado pelo retorno aos gramados. A data foi marcante: 18 de agosto. Ele voltava após mais de um mês ausente. E não poderia ser melhor: dois gols na goleada de 6 a 0 diante do Léon, um deles de calcanhar, em partida pelo Troféu Joan Gamper. 

Os elogios voltaram. Os jornais espanhóis exaltaram a parceria que começava a ser afinada: "NeyMessi". O técnico Luis Enrique saudou a conexão que os dois já mostravam. 
Header Neymar Jr - Setembro (Foto: globoesporte.com)

Neymar Setembro (Foto: Instagram)Neymar com os colegas de Seleção (Foto: Instagram)


"Voltando pra casaaaa .... Partiuuuu"

Neymar seguia dando frutos ao Barcelona ao lado de Messi. Mas foi pela Seleção que ele teve um confronto de recordações. Em 5 de setembro, o Brasil enfrentou novamente a Colômbia em amistoso. Qual seria a reação do craque ao ver novamente Zuñiga, em Miami? Alguém tinha dúvidas? Um golaço. O atacante definiu em cobrança de falta a vitória por 1 a 0 diante dos adversários.

No retorno ao Barça, nada de seca. Ele assegurou logo três gols diante do Granada na vitória por 6 a 0. A imprensa espanhola vibrava com a forma física do brasileiro e passava a referir-se a ele como "touro".

Header Neymar Jr - Outubro (Foto: globoesporte.com)
Neymar Outubro (Foto: Instagram)Neymar na conquista do Superclassico das Américas (Foto: Instagram)



"Parabéns rapaziadaaaaa !!!!"

O mês foi de mais uma conquista para Neymar. Líder técnico da Seleção, ele também recebeu mais uma missão. Passava a ser o capitão da equipe canarinho em confirmação dada por Dunga. Em campo, o atacante provou que merecia. Em mais um amistoso com o Brasil, o atleta marcou nada menos do que os quatro gols na vitória por 4 a 0 diante do Japão, no dia 14. A "vingança" chegou alguns dias depois de perder gols na conquista do título do Superclássico das Américas, diante da Argentina, em Pequim, e não conseguir deixar sua marca no placar de 2 a 0.

Os gols nas partidas com a equipe de Dunga ainda transformaram Neymar em recorde. Ele foi o oitavo jogador da história da Seleção a marcar quatro gols em um mesmo jogo, conseguindo igualar-se a Ademir de Menezes, Zizinho, Julinho Botelho, Careca, Romário e Zico.
Header Neymar Jr - Novembro (Foto: globoesporte.com)
Neymar Novembro (Foto: Instagram)Neymar agradece carinho dos turcos (Foto: Instagram)




 "Obrigado Turquia pelo carinho, até a próxima"

O mês começava com novo show. Neymar marcou dois gols pelo Brasil diante da Turquia na vitória de 4 a 0,  no Sükrü Saracoglu Stadium, em Istambul. Chamado de "Super Neymar", ele dava dicas que encerraria o ano com chave de ouro depois de uma Copa com um final triste. Chegou a ser ovacionado pelos donos casa logo depois do amistoso. 

No Barça, o rei das assistências. Dia 22, diante do Sevilla, ele serviu de parceiro para que Messi marcasse três gols e ainda garantiu o seu na vitória por 4 a 1. Como prêmio, Neymar acabou sendo indicado entre os atacantes finalistas para a seleção do ano da Fifa.
Header Neymar Jr - Dezembro (Foto: globoesporte.com)
Neymar Dezembro (Foto: Instagram)Neymar com o filho (Foto: Instagram)


"FELIZ NATAL"

O mês do Papai Noel começou com um belo presente de Neymar para a torcida do Barcelona. Com o tridente em alta, o brasileiro marcou na vitória de 3 a 1 diante do PSG na Liga dos Campeões, assim como os companheiros Messi e Suárez. O resultado garantiu o primeiro lugar no Grupo F da disputa. 

Após um ano tão dourado, a recompensa. Os jornais catalães já estampavam que o Barça deseja ampliar o vínculo com o atacante até 2022 e colocar o jogador entre os mais bem pagos do clube. Negócios à parte, ele finalmente recebeu a folga de final de ano. Encerrando um ano de tantas conquistas, assegurou mais uma. Um golaço para fechar 2014. Inaugurou o Instituto Neymar, em Praia Grande, litoral paulista, para assegurar assistência aos mais necessitados.


#g1.globo.com

Total de visualizações de página