Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Em leitura:
Calçada portuguesa em risco de extinção
Calçada portuguesa em risco de extinção

Uma arte em vias de extinção. A calçada portuguesa continua a ser uma das imagens de marca do país mas o futuro está longe de ser risonho. Desde 1986 que a Câmara de Lisboa mantém uma escola de calceteiros e o crescimento turístico dos últimos anos obriga a esforços redobrados para que a arte sobreviva mas nem por isso tem sido possível contrariar a tendência.
O trabalho é duro e o salário mínimo, a profissão está longe de ser atrativa para os jovens. Se no Século XVIII, Lisboa chegou a contar cerca de 400 calceteiros, hoje resta apenas uma dezena.
A única solução passa por reforçar o investimento e apostar nos artistas que tornam as ruas portuguesas únicas.
A calçada portuguesa remota ao século XV e espalhou-se com os portugueses pelo mundo fora e persiste teimosamente, de Macau aos Estados Unidos, passando obviamente pelo Brasil, com o Calçadão de Copacabana.

fonte: euronews


Trump cancela reencontro com Putin em apoio da Ucrânia.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Em leitura:
Trump cancela reencontro com Putin em apoio da Ucrânia
Donald Trump e Vladimir Putin na Finlândia em julho deste ano
@ Copyright :
REUTERS/Leonhard Foeger/Arquivo
A não devolução dos navios ucranianos capturados pela Rússia no mar de Azov e a não libertação dos respetivos marinheiros, consideradops pelo governo de Kyiv como prisioneriros de guerra, levam Presidente dos Estados Unidos a suspender cimeira bilateral prevista na Argentina até que a situação seja resolvida.
O reencontro entre os dois Chefes de Estado foi agendado para acontecer à margem da cimeira do G20, a cimeira das 20 maiores economias do mundo, que vai decorrer em Buenos Aires entre sexta-feira e sábado.
"Com base no facto de que os navios e os marinheiros não foram devolvidos à Ucrânia pela Rússia, decidi ser o melhor para todas as partes envolvidas cancelar o meu encontro agendado na Argentina com o presidente 
Vladimir Putin. Aguardo com expetativa por uma nova importante cimeira assim que esta situação for resolvida", escreveu o presidente norte-americano nas redes sociais.
Este novo conflito diplomático e militar entre Kyiv e Moscovo foi espoletado pela interceção agressiva, inclusive com recurso a tiros, de três navios ucranianos pela marinha da Rússia quando tentavam atravessar o estreito de Querche, única porta de entrada do Mar Negro para o Mar de Azov, que banha o leste da Ucrânia e parte do sudoeste da Rússia.
A Ucrânia acusa a Rússia de estar a impor um bloqueio a dois importantes portos ucranianos situados no Mar de Azov com os controlos impostos a todos os navios ucranianos que pretendem atravessar o estreito, tendo Moscovo inclusive, acusa Kyiv, já ordenado o impedimento de alguns barcos passarem.
Os navios mantém-se apresados pela Rússia e os respetivos marinheiros ucranianos estão a ser acusados de violação da fronteira russa.
Alguns meios de comunicação salientam contudo o facto de o cancelamento da reunião com Vladimir Putin ter sido estranhamente divulgado pouco depois do presidente americano se ter mostrado otimista com o reencontro com Putin.
Os meios de comunicação também relacionam o cancelamento com o mesmo dia em que Michael Cohen, o antigo advogado de Donald Trump, confessou em tribunal ter mentido ao Congresso americano no âmbito da investigação às alegada interferências russas nas presidenciais americanas de 2016, que conduziram o Republicano a um triunfo à tangente sobre a Democrata Hillary Clinton..
Depois de já se ter declarado culpado numa investigação ao alegado financiamento ilegal da campanha do atual presidengte, Michael Cohen admitiu agora ter tentado minimizar a ligação do então candidato à Rússia através de um projeto imobiliário de Trump em Moscovo, que acabou por não se materializar.
O próprio Donald Trump acusou Cohen de ser "um homem fraco" e de estar "a mentir".
Entretanto, em Buenos Aires, a segurança foi apertada em torno da cimeira do G20.
A Argentina mobilizou 25 mil agentes para garantir a segurança das mais de 10 mil pessoas esperadas na cidade durante a cimeira internacional e, no per´imetro em torno do edifício onde vai decorrer a cimeira, foram montados três anéis de controlo.
fonte: euronews




O papel da Mulher nos PALOP em discussão em Berlim.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

A Sociedade Alemã para os Países Africanos de Língua Portuguesa (DASP) discutiu nesta quinta-feira (29.11.) em Berlim a situação das mulheres nos PALOP. O evento visava também divulgar o melhor desses países na Alemanha.
fonte: DW África
default
Mulheres a serem alfabetizadas na Guiné-Bissau
A Sociedade Alemã para os Países Africanos de Língua Portuguesa ( DASP),  juntou nesta quinta-feira (29.11.) na Embaixada do Brasil, em Berlim, cerca de meia centena de membros e convidados para mostrar uma imagem positiva dos PALOP, Países Africanos de Língua Portuguesa.
E acima de tudo para realçar o contributo das mulheres na transformação da sociedade. De acordo com Helmut Siepmann, presidente da DASP, "a Sociedade Alemã tem como objetivo desenvolver o conhecimento na Alemanha dos acontecimentos africanos. Este ano escolhemos o papel das mulheres nos países africanos de língua portuguesa para discutir e talvez sejam divulgados também os progressos das mulheres desses países."
E há um outro objetivo ainda, conta Helmut Siepmann: "Aqui na Alemanha, durante alguns congressos com africanos só se falava em inglês ou francês, parecia existir na África só esses dois mundos. Esqueceu-se que uma boa parte fala a língua portuguesa, por isso, organizamos esses colóquios para dar o conhecimento desse mundo que é mal conhecido.”
Ouvir o áudio03:16

O papel da Mulher nos PALOP em discussão em Berlim

Avanços nos PALOP
Helmut Siepmann vê alguns progressos na consolidação do Estado de direito democrático em alguns países africanos onde se fala o português, nomeadamente em Moçambique, Angola e Cabo Verde. Quanto ao crescimento económico, o presidente da DASP lamenta que não tenha repercussão direta na vida das populações.
Participaram no colóquio professores universitários, investigadores e alguns convidados do Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Alemanha. Entre eles, Rogers Hansine, docente em Maputo que está a concluir a tese de doutoramento na Alemanha. Para o investigador, o contexto urbano é importante para explicar o comportamento reprodutivo das mulheres na cidade de Maputo.
Berlin - Rogers Hansine, Dozent in Maputo, Mosambik
Rogers Hansine, docente moçambicano
"A transição demográfica em Maputo mostra que as famílias menores, que têm um ou dois filhos, são percebidas como famílias modernas e famílias com mais de três ou quatro filhos, são caraterizadas de famílias não modernas. Essa perceção da mobilidade social tem influência na forma como famílias moçambicanas encaram o comportamento reprodutivo", avalia o pesquisador.
E Rogers Hansine conclui: "Aí entra a classificação da família pobre, da classe média ou para condições de bem-estar, dependendo de número de filhos. portanto, são fatores determinantes na maneira com as pessoas querem ter filhos.”
A cultura como instrumento de afirmação
A voz feminina de Mia Couto, a afirmação dos grupos de Mandjuandadi (uma espécie de organizações femininas guineenses) ou a história da bravura das mulheres da Guiné-Bissau foram temas em debate em Berlim.
Berlin - Jorge Castro Ribeiro, Universitätsprofessor in Aveiro, Portugal
Jorge Castro Ribeiro, professor na Universidade de Aveiro
"Utopias e realidades femininas cabo-verdianas: o batuque em Portugal", outro tema em destaque, foi apresentado pelo professor universitário de Aveiro Jorge Castro Ribeiro:
"O batuque é uma prática feita pelas mulheres nos bairros essencialmente constituídos pela comunidade cabo-verdiana em Portugal. Um género musical levado pelos imigrantes e hoje em dia é utilizado como uma forma de potenciar, dar mais capacidades e possibilidades sociais e culturais às mulheres que praticam esta forma musical, o batuque”, considera o professor Ribeiro.
A Sociedade Alemã para os Países Africanos de Língua Portuguesa trabalha há mais de 30 anos na divulgação de informação sobre a evolução das sociedades e no fortalecimento das relações entre Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Alemanha.
O colóquio contou com a presença da secretária-executiva da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Maria do Carmo Silveira.

Supremo de Angola prorroga mais dois meses prisão preventiva de José Filomeno dos Santos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Tribunal Supremo de Angola decidiu prorrogar por mais dois meses a prisão preventiva do ex-presidente do conselho de administração do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, detido desde setembro passado.
fonte: DW África
José Filomeno dos Santos (Grayling)

José Filomeno dos Santos, filho do antigo Presidente de Angola José Eduardo dos Santos, encontra-se detido, em Luanda, acusado dos crimes de associação criminosa, tráfico de influência, burla e branqueamento de capitais, tendo desencadeado o processo a transferência ilícita de 500 milhões de dólares e a má gestão do fundo.  
Segundo o advogado de defesa, Benja Satula, o Tribunal Supremo notificou-o, dando conta que o prazo de detenção do seu constituinte, que já ultrapassou os 45 dias estabelecidos por lei, "será alargado para mais dois meses renováveis, em virtude de não ter sido concluído o processo, para que transitasse para julgado". 
Angola Gefängnis in Luanda (DW/P. Borralho)
Hospital Prisão São Paulo - Luanda
Sobre a decisão do tribunal, Benja Satula disse não compreender as razões dessa prorrogação, tendo em conta a colaboração e o cumprimento que tem sido dado aos órgãos de justiça desde a fase de instrução preparatória do processo.
"Estamos surpreendidos, pois nós respeitamos e cumprimos com as medidas estabelecidas por lei. Estamos a colaborar e gostaríamos que fosse restituída a liberdade ao réu José Filomeno dos Santos", disse o advogado em declarações ao jornal O País.
José Filomeno dos Santos foi presidente do Fundo Soberano de Angola, nomeado pelo pai, de 2012, ano da sua constituição, até janeiro de 2018, quando foi exonerado do cargo pelo Presidente da República de Angola, João Lourenço.
O Fundo Soberano de Angola foi constituído com mais de cinco mil milhões de dólares de ativos do Estado angolano, proveniente das receitas do petróleo, para a promoção de projetos de desenvolvimento económico e social.
A agência de notícias Lusa tentou contactar o advogado de defesa de José Filomeno dos Santos, mas este não se mostrou disponível para comentar.

Oposição do MLSTP-PSD retoma poder em São Tomé e Príncipe.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O Presidente da República de São Tomé e Príncipe nomeou como primeiro-ministro o líder do MLSTP-PSD. Jorge Bom Jesus será o sucessor de Patrice Trovoada, da ADI, partido do Presidente que esteve no Governo desde 2010.
fonte: DW África
Sao Tome und Principe Wahlen Jorge Bom Jesus und Arlindo Carvalho (DW/R. Graca)
Jorge Bom Jesus
O Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD) foi apenas o segundo partido mais votado nas últimas eleições, elegendo 23 deputados.
Mas como o MLSTP-PSD assinou um acordo de incidência parlamentar com a coligação , que tem cinco assentos parlamentares, chegou a uma maioria absoluta (28 deputados). Assim conseguiu garantir a sustentabilidade parlamentar necessária para formar um governo composto pelas duas forças. Nestas legislativas, o Movimento Independente de Caué elegeu também dois deputados e já prometeu "apoiar o partido que tem maioria no parlamento".
Por isso, o Presidente do país, Evaristo Carvalho da ADI, assinou um decreto nesta quinta-feira (29.11) que deu posse a um Governo liderado por Jorge Bom Jesus do MLSTP-PSD.
ADI não conseguiu formar um Governo apesar de ter maioria relativa
A Ação Democrática Independente (ADI), até agora no poder, venceu as eleições apenas com maioria simples - 25 dos 55 deputados da Assembleia Nacional - e reclamou o direito constitucional de formar Governo. Mas a ADI não conseguiu alcançar uma maioria absoluta coligando-se a um dos outros partidos no Parlamento.
Falharam duas tentativas da ADI de indicar um novo primeiro-ministro: na semana passada, o ministro da Educação do governo cessante, Olinto Daio, recusou avançar na formação de novo Governo, como a direção da ADI tinha proposto. Nesta quarta-feira, o partido indicou Álvaro Santiago, antigo ministro da Educação e ex-vice-governador do Banco Central de São Tomé e Príncipe (BCSTP) para o cargo de primeiro-ministro. Patrice Trovoada, líder do partido e primeiro-ministro cessante, anunciou, ao final do dia desta quarta-feira, a suspensão das suas funções como presidente do ADI por considerar que Álvaro Santiago não tem o perfil necessário para alcançar um Governo de base alargada ou de unidade nacional, como tem defendido.
São Tomé und Príncipe Evaristo Carvalho und Patrice Trovoada (DW/R. Graca)
Evaristo Carvalho (à esq.) e Patrice Trovoada (foto de arquivo)
Presidente Evaristo Carvalho justifica a sua decisão
O Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Evaristo Carvalho, justificou a sua decisão com "a atual correlação de forças" no parlamento e "os superiores interesses" do país. O chefe de Estado refere, no seu decreto, ter ouvido os partidos políticos com assento parlamentar na Assembleia Nacional, resultante das eleições legislativas realizadas em 7 de outubro, justificando a sua decisão com a "atual correlação de forças políticas nessa mesma assembleia, e tendo em conta os superiores interesses da Nação".
"É, nos termos da alínea g) do artigo 81.º, conjugado com o número 1 do artigo 110.º, ambos da Constituição da República, e sob proposta do partido MLSTP-PSD, nomeado para o exercício do cargo de primeiro-ministro e chefe do XVII Governo Constitucional o senhor Jorge Lopes Bom Jesus", lê-se no decreto do Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho. O decreto presidencial "entra imediatamente em vigor", refere ainda o documento.
Segundo a Presidência da República são-tomense, a posse do novo Governo decorrerá no próximo sábado, pelas 11:00 hora local.
Manuel Pinto da Costa (Ramusel Graca)
Manuel Pinto da Costa, na altura do MLSTP, foi primeiro Presidente de São Tomé e Príncipe
História do MLSTP-PSD
O MLSTP-PSD, então conhecido como Comité pela Libertação de São Tomé e Príncipe, foi fundado em 1960 como um grupo nacionalista contrário ao Governo Colonial Português. Em 1972, o CLSTP muda de nome e torna-se MLSTP, partido de inspiração socialista. Depois do 25 de Abril de 1974 em Portugal e o fim do colonialismo português em África, o novo governo de Portugal entregou o poder ao MLSTP.
Depois da independência a 12 de julho de 1975, o MLSTP foi partido único em São Tomé e Principe. Manuel Pinto da Costa foi primeiro Presidente do país e Miguel Trovoada, pai de Patrice Trovoada da ADI, o primeiro-ministro.
No final de 1989, o partido iniciou uma transição para um sistema democrático multipartidário. Nas primeiras eleições democráticas de 1991, o MLSTP sofreu uma esmagadora derrota com 30,5%. Ganhou as três eleições seguintes, em 1994 (37,1%), 1998 (46,1%) e 2002 (39,6%), e obteve a maioria dos deputados na Assembleia Nacional.
Em 2006 perdeu o primeiro lugar com 29,5%. Em 2010 também ficou no segundo lugar com 32,8% dos votos, perdendo para a ADI. As eleições de 2014 tiveram o mesmo resultado: a ADI venceu e o MLSTP-PSD recebeu apenas 24,7% dos votos.

Total de visualizações de página