Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Coreia responde a Trump e diz que pondera atacar Guam.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Reuters/KCNA KCNA



Nova escalada nas declarações entre norte-coreanos e norte-americanos.
A Coreia do Norte anunciou estar “a examinar cuidadosamente” planos para um ataque com mísseis a Guam, um território do Pacífico sob jurisdição dos Estados Unidos.

Esta declaração de um porta-voz norte-coreano surgiu horas depois de o Presidente norte-americano ter feito uma ameaça num tom mais ríspido, prometendo “fogo e fúria” nunca vistos se a Coreia do Norte voltar a ameaçar os EUA.
“A Força Estratégica do Exército está cuidadosamente a examinar um plano operacional para fazer atingir áreas em redor de Guam com mísseis balísticos de médio/longo alcance Hwasong-12, de modo a conter as bases militares dos Estados Unidos em Guam, incluindo a base aérea Anderson”, disse o porta-voz à KCNA, numa citação reproduzida pela Reuters.

Segundo as mesmas agências, este plano será apresentado em breve a Kim Jong-un, o líder norte-coreano, embora não tenha sido referida qualquer data.
Na segunda-feira, bombardeiros americanos voaram de Guam até à península coreana, para assinalar a importância da estratégica desta ilha no Pacífico.
fonte: publico.pt

ONG quer "medidas urgentes" contra trabalho infantil em Moçambique.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Organização Save The Children diz que é preciso "atacar as causas" para acabar com o trabalho infantil em Moçambique. Segundo o Ministério do Trabalho, há mais de um milhão de crianças a trabalhar e em más condições.
fonte: DW ÁFRICA
default
O trabalho infantil envolve o transporte de mercadorias, mineração, agricultura, comércio ambulante e até prostituição, revela o Relatório do Inquérito Integrado à Força de Trabalho (IFTRAB), divulgado este mês. Trabalhos que expõem as crianças a situações de risco, como acidentes.
"Há necessidade de tomar medidas urgentes para colmatar esta problemática do trabalho infantil", defende Hector Motatano, membro da organização não-governamental (ONG) Save the Children Moçambique. O responsável considera o número de crianças sujeitas a estes trabalhos forçados "bastante elevado" e que pode ter consequências no desenvolvimento físico e mental do indivíduo.
"Atacar as causas"
Segundo o documento, a pobreza é a principal causa do trabalho infantil em Moçambique. Sem condições básicas de sobrevivência, o trabalho infantil é um complemento aos magros rendimentos das famílias.
Hector Motatano, da organização de defesa dos direitos das crianças em Moçambique, explica que são "crianças que, de forma voluntária, estão a trabalhar para ajudar à renda familiar, portanto a renda dessa atividade elas próprias usam para o seu autossustento e o sustento da família".
"Para combater o trabalho infantil, temos de atacar as causas", defende Hector Motatano, acrescentando que para reduzir situações de pobreza são necessárias "ações que possam assegurar a sustentabilidade económica dessas famílias".
Combater e prevenir
O coordenador dos projetos de tráfico sugere ações de formação para crianças, de acordo com a faixa etária, sobre gestão de negócios e formações que as informem das formas disponíveis para poderem contribuir para os rendimentos familiares. Ferramentas para "ajudar que essas crianças tenham autossustentabilidade", diz Hector Motatano.
Já a ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social de Moçambique, Vitória Diogo, afirmou que uma das formas de o país combater ou reduzir o trabalho infantil é aumentar a renda familiar, através da criação de mais postos de trabalho, disse numa reunião de análise do relatório, a que a agência Lusa teve acesso.
Medidas do Governo
Já em 2012, uma notícia da DW África dava conta de um estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) estimando em "mais de um milhão" o número de crianças com idade entre os sete e 17 anos a trabalhar em Moçambique.
Os números não diminuíram, mas Hector Motatano considera que "a legislação vai ao encontro daquelas que são as principais problemáticas deste fenómeno".
"Neste momento, o Ministério do TrabalhomEmprego e Segurança Social (MITESS) está a trabalhar na listagem das piores formas de trabalho infantil", adianta o membro da ONG Save the Children, acrescentando que esse plano de ação do Governo visa combater o trabalho infantil". Uma medida considerada por Hector Motatano como "muito boa e que mostra o cometimento do Governo em relação a esta causa".

Encontro Nyusi e Dhlakama reduz a incerteza, mas há questões por resolver.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Nyusi e Dlhakama, Gorongosa.

Nyusi e Dlhakama, Gorongosa.

CTA diz que reduz a incerteza para os investidores; académicos são mais cautelosos.
A Confederação das Associações Económicas de Moçambique- CTA, diz que a indicação de prazos para a conclusão do processo de paz reduz a incerteza dos investidores relativamente ao futuro do país.
Para o director-executivo adjunto da CTA, Eduardo Sengo, " isso significa que estamos a caminho de uma saída, e isso, do ponto de vista de quem faz negócios, , porque o processo já não está tão incerto como estava anteriormente".
Mas para o economista João Mosca, enquanto não forem tomadas medidas importantes, a situação não vai melhorar, porque os problemas da economia moçambicana não resultam apenas da instabilidade político-militar.
O académico Lourenço do Rosário diz também que as questões de fundo do conflito ainda não foram resolvidas.
Diz ele que o encontro entre Nyusi e Dlakhama de domingo passado é um bom sinal, mas "temos que estar muito atentos para os próximos passos, porque nós sabemos o que está na mesa desde 2014".
"A Renamo tem que entregar as armas e integrar os seus homens nas Forças de Defesa e Segurança,e o Governo tem que descentralizar o país", explica o académico.
No encontro de domingo passado, na Gorongosa, o presidente moçambicano, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, acordaram sobre os próximos passos no processo de paz, que esperam que seja concluído até ao final do ano.

fonte: VOA

    Daniel Alves: "O Mundo Não Acaba no FC Barcelona".

    NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

    media

    O Paris Saint-Germain não teve muitas dificuldades em vencer o seu primeiro jogo da temporada frente ao Amiens por 2-0. No fim do encontro, os jogadores parisienses estavam satisfeitos e entusiasmados com a estreia em breve do avançado brasileiro, Neymar.


    semana do Paris Saint-Germain foi ao ritmo da chegada do avançado brasileiro Neymar à capital francesa. Ontem foi a apresentação oficial ao público no Parque dos Príncipes, antes do primeiro jogo para o campeonato francês, durante o qual a nova estrela do PSG não jogou.
    Apesar da ausência de Neymar, os parisienses entraram com o pé direito e vencer por 2-0 o Amiens, récem promovido ao principal escalão do futebol francês. Uma vitória sem grandes dificuldades para o PSG, com os golos a serem apontados pelo avançado uruguaio Edinson Cavani e pelo médio argentino Javier Pastore.
    No fim do encontro, em entrevista à RFI, Daniel Alves, defesa brasileiro do PSG, estava feliz com a conquista dos três pontos e admitiu que o mundo não acaba no FC Barcelona, afirmando que o PSG é um grande desafio.
    Daniel Alves, defesa brasileiro do PSG
    fonte: RFI

    Presidente sul-africano sobrevive a nova moção de censura.

    NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

    media

    Jacob Zuma, presidente sul-africano, acaba de sobreviver a mais uma moção de censura no parlamento com a votação a decorrer de forma inédita com boletim secreto. Apesar de 177 deputados terem votado favoravelmente, uma curta maioria de 198 parlamentares rejeitou a moção de censura apresentada pela oposição que acusa o presidente de gerir de forma irresponsável a economia do país.




    Esta nova votação que acontece num contexto em que o presidente Zuma tem vindo a ser crescentemente contestado até no seu próprio campo político, constituiu um teste para o ANC que tem vindo a sentir o impacto das suspeitas de corrupção que recaem sobre alguns dos seus quadros, nomeadamente o Presidente sul-africano. Aos 74 anos, Jacob Zuma cujo mandato termina em 2019, encontra-se envolvido numa série de escândalos político-financeiros que aprofundaram as divisões no seio do seu partido.
    Ainda recentemente, o Presidente da África do Sul foi severamente contestado pela suspeita de conluio com os Gupta, uma família de magnatas próxima dele, cuja alegada influência na acção do governo tem vindo a ser denunciada. Apesar deste caso e de outros que motivaram um total de 9 moções de censura que o enfraqueceram, Jacob Zuma tem conseguido sempre manter-se no poder, o que lhe valeu o epíteto de "presidente das nove vidas". Mais pormenores com Mariamo Hassamo.
    Mariamo Hassamo, correspondente da RFI em Joanesburgo

    MINISTRO DAS FINANÇAS GUINEENSE LAMENTA GREVE NA FUNÇÃO PÚBLICA

    NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

    O Ministro das Finanças guineense, João Fadiá, lamentou hoje a decisão da União Nacional de Trabalhos da Guiné-Bissau (UNTG) de fazer uma greve geral de três dias para reivindicar um reajuste salarial.

    "Lamentavelmente, chegámos a este ponto. Houve uma reunião da concertação social e a central sindical, UNTG, foi informada de que há uma comissão formada pelos ministérios das Finanças e da Função Pública que está a trabalhar nas tabelas salariais existentes com vista ao reajuste", explicou o ministro das Finanças.

    A UNTG, central sindical guineense, convocou três dias de greve na Função Pública, que terminam quinta-feira, para reivindicar um reajuste salarial dos funcionários públicos.
    Segundo o ministro, a comissão está a trabalhar desde maio e o trabalho que estão a fazer tem de ter sustentabilidade e não se faz de "um dia para o outro".
    "Eu lamento de facto que está situação esteja a ocorrer. A adesão da greve no meu Ministério é quase nula e isto também mostra a credibilidade do próprio sindicato", afirmou João Fadiá.

    O ministro considerou também que todos querem melhores salários, mas que todos sabem a "situação caótica em que se encontra a função pública" do país.

    "Há pessoal a mais, é bom que se diga, e hoje a fatura salarial da Guiné-Bissau está perto de quatro mil milhões de francos cfa (cerca de seis milhões de euros). É insustentável", disse, sublinhando que o Governo está a fazer esforços e aberto para dialogar.

    GUINÉ-bISSAU: PRS NÃO VAI INTEGRAR DEPUTADOS DISSIDENTES DO PAIGC NO PARTIDO.

    NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


    O Partido da Renovação Social (PRS) nega que tenha debatido, na sua reunião do Conselho Nacional, a crise no Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC), disse esta terça-feira (08.08) um responsável dos renovadores.

    Orlando Mendes Viegas, presidente da comissão eleitoral do quinto congresso, afirma que não compete ao “PRS” pronunciar-se sobre a decisão do partido liderado por Domingos Simões Pereira de expulsar os seus deputados das fileiras do partido.

    Reagindo a informação posto a circular, segundo qual foi debatido na reunião do Conselho Nacional dos renovadores a crise interna do “PAIGC”, Mendes Viegas, lamenta que ponham a circular informações redondamente falsas para atingir o partido.

    “As nossas posições só engajam ao partido e os nossos militantes, por isso não compete analisar a crise do PAIGC”, afirmou o dirigente do “PRS”.

    Em declaração a imprensa a margem da reunião do Conselho Nacional do “PRS”, Orlando Mendes Viegas reafirma que as divergências internas no “PRS” prova que a democracia interna está saudável.

    Questionado sobre possível integração dos deputados dissidentes do “PAIGC” no partido fundado por Kumba Yala, Presidente da Comissão Eleitoral do Congresso, refutou categoricamente esta informação.

    “O nosso partido não tem nada a ver com os deputados expulsos no “PAIGC”, portanto não estamos interessados em proteger qualquer dissidente”, vincou Mendes Viegas.

    Neste encontro do Conselho Nacional do Partido da Renovação Social, segundo apurou a Rádio Jovem, os membros irão discutir e submeter para afetivos de aprovação da Comissão Organizadora do Congresso, o regimento do congresso, regulamento e o orçamento.

    De recordar que no mês passado, o Conselho Nacional do Partido de Renovação Social (PRS) decidiu realizar o quinto congresso do partido entre 26 e 29 de Setembro aqui em Bissau.

    Neste encontro o órgão decidiu ainda aumentar a participação de delegados para 1.001, depois de terem aumentado as adesões ao partido.

    No último congresso, realizado em 2012, participaram 801 delegados.

    //Alison Cabral

    "A CRÓNICA DE UMA JORNADA MEMORÁVEL" - JORNALISTA MUNIRO CONTE.

    NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


    Ocorreu-me a ideia de reconstituir parte da história da Jornada de Homenagem ao Engenheiro Domingos Simões Pereira, volvidos mais de uma semana sobre este evento inédito em Farim, como uma réplica aos elogios e palavras de apreço que vêm chegando amavelmente a Comissao Organizadora, a qual tive a honra e privilégio de presidir.

    A esta onda de solidariedade que, em alguns momentos me deixou lisonjeado, quero retribuir com um grande “obrigado” mas, sobretudo, partilhar todo esse reconhecimento pelo sucesso da Jornada, em primeiro lugar, com os meus colegas da Comissao. Dado inestimável apoio prestado, sem o qual, seria impossível a  obtenção de  bons resultados.

    Na verdade, foi uma experiência agradável a vivência com uma equipa fantástica, na qual a irreverência da juventude, a maturidade e o toque da experiência (la sagesse, como dizem os francofonos) compatibilizaram, degenerando numa organização quase perfeita. De resto, no cair do pano sobre esta Jornada memorável, nós, que, de tanto dedicar ao trabalho, despendendo as nossas energias e usando todas as nossas capacidades, com contra-relogios a mistura, não tivemos a noção da variedade de coisas que conseguimos proporcionar aos participantes, num contexto particular.

    No seio da equipa, valeu, acima de tudo, essa gênica e pré-disposição de homenagear um guineense que constitui orgulho da Pátria de Cabral e que a maioria dos jovens revem na sua figura uma referência para enfrentar os desafios e vencer os paradigmas que a ciência, a modernização e o desenvolvimento projectam no horizonte da nossa sociedade e a da humanidade em geral.

    Esta deriva contagiou e galvanizou outras sensibilidades, dentre as que olham o saber e o conhecimento e, subsequentemente, o reconhecimento de mérito como uma das “varrinhas mágicas” para relançar a Guiné-Bissau no caminho do progresso social e económico. Até porque nesta trincheira de combate a eliminação do espectro de inversão da pirâmide, que tristemente assistimos, somos interpelados a criar um novo conceito:  colocar no lidership dos diferentes sectores que geram o progresso, o guineense ideólogo, pró-ativo, competente, responsável, idóneo e que não teme a concorrência...

    Foi assim que a bola de neve cresceu…e tornou tudo facil e natural. A velocidade de cruzeiro, se associavam a nossa Comissao homens grandes, jovens, pilotos ou maquinistas que asseguraram a travessia, protocolos e seguranças, prestadores de serviço de acomodação e restauração, patrocinadores, artistas, grupos de mandjuandade e de folclore, mulheres, etc. E, neste caso, aplicamos a lógica invertida de que “os últimos são os primeiros”, fazendo vénia ou curvando-se as nossas mulheres. As Mulheres de Farim foram verdadeiras cavalheiras! E estão de parabéns por esta proeza!!!

    Elas deram um pouco de tudo ao DSP e seus convidados: Afecto, simpatia, generosidade e solidariedade. E ofereceram muito: Tecidos tipicos, em forma de tapete para fazer as honras de Kumus Dindim Banko,Panos de Pente, para expressar a nossa uniao na diversidade, Bambaram, como símbolo de um bom aconchego e proteção, Dahala,  dando mote e expressao a sina guerreira do homenegeado (Matchu) e uma Cabeça de Gado, bem a imagem de hospitalidade do farineense comum.

    Obrigado a todos! Foi um prazer se terem juntado a nossa Comissão e, pois claro, ao DSP, o que é mesmo dizer «O filho pródigo» nesse dia memorável. E guardaremos, de forma episódica, esse grande evento no nosso manual de boas recordações!

    Viva Kumus ! Viva mindjeris de Dindim Banko! 

    Muniro Conte, Presidente da Comissao








    «GUINEENSES HOMENAGEADOS EM LISBOA» O EMPRESÁRIO DE MOMENTO, EUSÉBIO MANGO, HOMENAGEADO COMO MELHOR EMPRESÁRIO DO ANO NA CATEGORIA DO DESPORTO PELO "BLUE&FASHION".

    NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


    Video


    Mais de 200 pessoas (vindos: da Inglaterra, Espanha, Suiça, Luxemburgo e França) participaram, neste sábado passado, dia 5 de Agosto de 2017, em Lisboa, numa Gala-Homenagem (1ª edição) aos Profissionais Guineenses destacados fora do país, promovida pelo 'BLUE&FASHION' (Uma organização sem fins lucrativos, criada pelo cantor Guineense Heitor Sampaio e a sua equipa para apoiar os mais necessitados).

    'Blogue Conosaba do Porto' acompanhou, testemunhou e registou par e passo a  trajectória do empresário Eusébio, da sua residência em Aveiro até a Lisboa e de Lisboa a Aveiro.
      
    Este ano, os distinguidos foram: Cantor Rui SangaraAlfadjo (na moda), Tomás Rei de Kizomba e o jovem empresário Eusébio Mango Fernandes foi homenageado como empresário do ano na categoria de desporto, em reconhecimento do excelente trabalho que o mesmo tem desenvolvido nos últimos tempos referente as transferências dos futebolistas guineenses. Actualmente, Eusébio Mango Fernandes é considerado este ano melhor empresário de futebol guineense.
    Eusébio & Tomas  

    Eusébio, Heitor, Alfadjo e Rui 

    O empresário de futebol Eusébio Mango Fernandes é possuidor de um “profissionalismo acima da média”, com “competência e capacidade” e sempre disponível para ajudar os outros!

    Esta homenagem aos profissionais guineenses será feita anualmente em vários localidades do mundo, onde esteja comunidade guineense.

    "O meu muito obrigado a organização BLUE&FASHION à minha familia e amigos. 
    Um obrigado sentido aos meus CRAQUES pelo video de incentivo e força que recebi da vossa parte. Se é preciso ir até ao fim do mundo...para procurar soluções, podem contar comigo. Este troféu, também é vosso e vamos manter a mesma humildade. 
    Trabalho, competência, e dedicação, é o princípio de sucesso" agradeceu o empresário guineense
    Pequena Biografia do Eusébio Mango Fernandes:
    Nasceu em Bissau no dia 22 de Outubro de 1973, concretamente no Bairro de Pefine. 

    Veio para Portugal ainda muito jovem, em 1988 directamente para Sporting Clube de Portugal, onde fez a sua formação como jogador e como homem.


    Como jogador: passou pela FC do Porto, jogou na Selecção Portuguesa sub 16, sub17 e sub 18. Ainda como profissional de futebol jogou em várias equipas em Portugal.

    Jogou com grandes jogadores como por exemplo: Luís Figo, Peixe, João Pinto, Paulo Torres e entre muitos outros!

    Depois de pendurar as chuteiras, trabalhou na estrutura do Sporting Clube de Portugal como observador técnico durante 6 anos e mais tarde fez a formação de empresário de futebol Agente FIFA.

    Daí recebeu convite da segunda maior estrutura do agênciamento de jogadores em Portugal durante 3 anos na US11. Mais tarde, decidiu criar a sua própria empresa e deu-lhe o nome de "Mango Internacional Foot" que é considerada 2ª melhor empresa guineense de excelência, por ter colocado vários jogadores no mercado europeu.

    Nos últimos três anos o empresário conseguiu trazer da Guiné-Bissau mais de 15 jogadores e todos eles no activo em Portugal.

    Os jogadores estão espalhados em todo lado: só no Sporting consegue colocar num total de 7 jogadores, no Benfica, no FC do Porto, Marítimo, e Feirense etc.


    Também fora de Portugal consegue colocar vários jogadores: em Inglaterra, na Finlândia, na Bélgica, Itália e na Escócia...














    Editor do Blogue: Pate Cabral Djob "fidju di homi garandi"

    Total de visualizações de página