Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

terça-feira, 8 de abril de 2014

Costa do Marfim: Luta contra o Ebola - Cerca de 200 kg de carne de caça incinerados em Yamoussoukro.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

La


Yamoussoukro - Cerca de 200 kg de carne de caça defumada proibida no quadro das medidas preventivas contra Ebola foram cremadas, nesta segunda-feira em Yamoussoukro ( região Centro de Áries ), na presença de autoridades administrativas e de seguranças locais.

Existem vários animais, incluindo ratos, cutias, veados, gazelas, antílopes, cobras e ouriços, proibidos de caça, venda, uso e manuseio por parte do governo da Costa do Marfim na prevenção contra Ebola. Estas carnes que foram apreendidas pelos homens do tenente-coronel Aké Abroba Jean, Diretor Regional de Recursos Hídricos e Florestais,  nesta segunda-feira, durante uma missão conjunta conduzida pelo Gabinete de Parques e Reservas que segue os seus trabalhos depois da capital política marfinense até a região próxima de Moronou.

'' Este é apenas o começo, porque é uma missão que será repetida diariamente, e vamos continuar vigilantes para ver se as instruções do governo são seguidas, e garantir que tudo que seja cumprido sobre venda proibida no mercado desses produtos '', informou o Diretor Regional de Recursos Hídricos e Florestais Aké Abroba Jean.

Ele disse que, no momento, não deve ser instituído nenhum processo, no entanto, '' previne-se em todo caso que, a partir de hoje ( segunda-feira), que é a fase executória das instruções recebidas pelo prefeito da região, que todo os casos considerados como reincididos, serão processados​​.

O prefeito da região de Áries, André Ekponon Assoumou, enfatizou que é pelos princípios da precaução, que a ordem foi dada, para realizar de ações "tangíveis" em restaurantes e conter os caçadores.

Ele também felicitou o Director Regional de Água e Floresta, Aké Abroba e sua equipe pelo o compromisso de assegurar, ao nível de prevenção, a caça e o consumo de carne desta natureza, que são proibidos.

Lembrando a ameaça do Ebola, uma doença perigosa, com o principal vetor de transmissão, animais de caça, incluindo roedores, o prefeito André Ekponon informou a população que após a fase de sensibilização, ela assistirá a desarmação de doenças do tipo, para mostrar que a Costa do Marfim quer ir para o país emergente em 2020, com suas populações ativas e saudáveis.

# (AIP)

Total de visualizações de página