Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

terça-feira, 20 de julho de 2021

Cartazes comparando Emmanuel Macron a Hitler impressos no sul da França.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Cartazes mostrando o Presidente da República Francesa, Emmanuel Macron, fantasiado de Hitler, foram afixados em outdoors na cidade de Toulon, no sul da França. A mensagem, que se refere às regras governamentais de vacinação, é polêmica.
"Obedeça, vacine-se": cartaz Michelangelo Flori decidiu transformar Emmanuel Macron como Hitler para mostrar sua oposição ao passe de saúde e à vacinação obrigatória dos cuidadores. Muitos pôsteres foram instalados em vários painéis publicitários na metrópole de Toulon.

Esses pôsteres têm sido controversos por alguns dias. A palavra “vergonha” estava escrita em um deles. "A vergonha são eles", respondeu Michelangelo Flori no Facebook, acrescentando que seu pôster era "uma metáfora".

Este polêmico anunciante não é desconhecido. Ele é frequentemente falado por afixar cartazes chocantes contra o governo, em apoio aos coletes amarelos, ou mesmo por exibir o slogan “A polícia fala com você todos os dias na BFMTV”, lembra La Dépêche.

Esses cartazes foram colocados após as manifestações de várias dezenas de milhares de pessoas que se opõem ao passe de saúde na França. Alguns manifestantes usavam estrelas amarelas que lembram aquelas que os nazistas forçaram os judeus a usar. Outros manifestantes carregavam cartazes referindo-se ao campo de extermínio de Auschwitz ou ao regime de apartheid da África do Sul, alegando que o governo francês os estava maltratando injustamente com suas medidas antipandêmicas.

fonte: seneweb.com

Mali: O presidente da transição, Coronel Assimi Goita, alvo de um ataque de faca.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Duas pessoas tentaram na terça de manhã esfaquear o presidente da transição no Mali, coronel Assimi Goita, durante o rito muçulmano de Eid al-Adha, festa do sacrifício, na Grande Mesquita de Bamako, observou um jornalista da AFP.

O presidente Goïta foi então levado embora e não parecia ter sido afetado, de acordo com as conclusões da AFP. “Foi depois da oração e do sermão do imã, ou quando o imã deveria ir e sacrificar suas ovelhas que o jovem tentou esfaquear Assimi (Goita) pelas costas, mas (é) outra pessoa que ficou ferida”, confirmou à AFP Latus Tourè, gerente da grande mesquita.

fonte: seneweb.com

Total de visualizações de página