Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Dinheiro: "No Senegal, 9 em cada 10 trabalhadores são pagos em dinheiro" (Relatório).

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Os trabalhadores no Senegal são muito pouco incluídos no sistema financeiro. Na verdade, 9 em cada 10 funcionários são excluídos de qualquer seguro saúde simplesmente porque são pagos em dinheiro. A revelação é feita por meio de um relatório resultante de uma colaboração entre a Better Than Cash Alliance (Nações Unidas), o Banco Mundial e a Agência Nacional de Estatística e Demografia (Ansd).

Ainda de acordo com o relatório, "77% dos trabalhadores temporários pesquisados ​​estariam dispostos a aceitar pagamentos eletrônicos se isso lhes desse acesso a seguro saúde ou outros serviços de alto valor agregado." Em outras palavras, o Senegal tem uma oportunidade real de inovação financeira e inclusão social.

De acordo com uma declaração do Banco Mundial sobre este relatório, o pagamento eletrônico está impulsionando a produção e o consumo nacionais. “Por exemplo, se 50% dos trabalhadores temporários senegaleses fossem pagos a um banco ou conta móvel, isso acrescentaria mais de 45 bilhões de francos CFA adicionais ao PIB por ano (cerca de 80 milhões de dólares)”, sublinha o BM.

Segundo o documento, o pagamento eletrônico do salário dos trabalhadores tem muitas vantagens na medida em que “acelera a inclusão digital e financeira da população, aumenta a competitividade das empresas, aumenta a liquidez do sistema financeiro”.

É por esta razão que a Agência para o Desenvolvimento das Pequenas e Médias Empresas (ADPME), beneficiando de um envelope de 11 mil milhões do Banco Mundial, pretende reforçar o seu fundo de apoio às PME. Isto com o objetivo de desbloquear o potencial associado ao pagamento eletrónico dos salários dos trabalhadores, em particular dos trabalhadores temporários.

Este estudo, realizado pela ANSD e seus parceiros, coletou dados de 300 empresas de todos os portes, que atuam em 19 setores econômicos e 14 regiões.

fonte: seneweb.com

Gâmbia: novidade no caso de diplomata senegalês acusado de estupro.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Lansana Kaba, um diplomata senegalês de 41 anos, é acusada de abusar sexualmente de um deficiente mental de 17 anos. Os fatos remontam a abril de 2020.

A mãe da vítima acusou o arguido, acusando-o de ter tido relações sexuais pela modesta quantia de 20 Dalasis (cerca de 237 francos CFA).

Em Banjul, ativistas de direitos humanos descobriram o caso e exigem o julgamento de Kaba.

Segundo a Les Échos, que forneceu a informação, este regressou a Dakar desde Janeiro passado.

No entanto, esses defensores dos direitos humanos prometem recorrer aos tribunais internacionais para que a justiça seja feita.

fonte: seneweb.com

Jogador que participar da Superliga será proibido de jogar no Mundial e em competições da UEFA.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Doze clubes europeus anunciaram este domingo a criação de uma Superliga europeia à revelia da UEFA e da FIFA, que já condenaram a iniciativa e prometem punir os clubes e os jogadores que participarem da competição.


A criação de uma Superliga europeia de futebol foi anunciada este domingo (18.04) por 12 dos principais clubes de Espanha, Inglaterra e Itália, que pretendem desenvolver uma competição de elite, concorrente da Liga dos Campeões, em oposição à UEFA.

"Doze dos clubes europeus mais importantes anunciam, este domingo (18.04), em comunicado a conclusão de um acordo para a criação de uma nova competição, a Superliga, que será regida pelos seus fundadores”, informam os promotores da iniciativa.

Trata-se do AC Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, FC Barcelona, Inter de Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Real Madrid e Tottenham, treinado pelo português José Mourinho, "uniram-se na qualidade de clubes fundadores” da Superliga, indica o comunicado.

European Super League

A proposta é realizar um torneio com 15 equipas fixas e mais cinco participantes definidos pelos fundadores, com base em desempenho em outras competições. É um campeonato sem rebaixamento, apenas com confrontos entre as grandes equipes do mundo, nos moldes da NBA nos Estados Unidos.

Para já, a competição será presidida por Florentino Perez, que ao mesmo tempo é Presidente do Real Madrid.

De acordo com o comunicado, os jogos da recém-criada prova vão decorrer ao meio da semana, com todos os clubes participantes continuando a competir nas respectivas ligas nacionais, preservando o calendário tradicional de jogos domésticos que permanece na essência dos clubes.

Segundo os fundadores da Superliga europeia, o novo torneio anual proporcionará um crescimento económico significativamente maior e apoio ao futebol europeu por meio de um compromisso de longo prazo com pagamentos de solidariedade ilimitados que crescerão de acordo com as receitas da competição.

UEFA ameaça banir os clubes participantes da Superliga

A UEFA reafirmou hoje que excluirá os clubes que integrem uma eventual Superliga europeia de futebol, e que tomará "todas as medidas necessárias, a nível judicial e desportivo” para inviabilizar a criação de um "projeto cínico”.

O organismo gestor do futebol europeu, assegurou numa declaração na sua página de internet que conta com o apoio das federações inglesa, espanhola e italiana, bem como das ligas de futebol destes três países, para combater a criação da Superliga europeia, depois de "ter tomado conhecimento que alguns clubes ingleses, espanhóis e italianos poderão estar a planear” o seu desenvolvimento.

UEFA Logo

"Tal como já foi anunciado pela UEFA e por aqueles seis organismos, informamos que os clubes envolvidos serão impedidos de disputar qualquer outra competição, a nível nacional, europeu e mundial e os seus jogadores não poderão representar as respetivas seleções nacionais”, informou a UEFA, em comunicado.

O organismo regulador do futebol europeu assinalou que unirá esforços com as federações e ligas de três das maiores potências da modalidade para "travar este projeto cínico, que é fundado no egoísmo de alguns clubes, numa altura em que a sociedade precisa mais do que nunca de solidariedade”.

"Tomaremos todas as medidas necessárias, a nível judicial e desportivo, para impedir que isso aconteça. O futebol é alicerçado em competições abertas e no mérito desportivo. Não poderá ser de outra forma”, advertiu a UEFA, apelando a "todos os amantes do futebol, adeptos e políticos, para se juntarem na luta” contra a criação da Superliga europeia.

FIFA Logo

Por seu turno, a Federação Internacional de Futebol (FIFA), avisa que não reconhecerá a Superliga Europeia, pelo que "qualquer clube ou jogador envolvido em tal competição não seria, por conseguinte, autorizado a participar em qualquer competição organizada pela FIFA ou pela respectiva confederação”, garante em declaração.

"(...). A FIFA só pode expressar a sua oposição a uma liga europeia fechada, à margem das estruturas internacionais de futebol e que não respeitam os princípios acima mencionados", lê-se em comunicado emitido este domingo (18.04), no qual apela ao diálogo construtivo, “pelo bem do jogo e que tenha por base o espírito da solidariedade e do fair-play”.

fonte: DW África

Cabo Verde: MpD proclama vitória nas eleições legislativas.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Com o resultado, Ulisses Correia e Silva deverá ser reconduzido ao cargo de primeiro-ministro. Presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, pedirá demissão após derrota: "Penso que na política é preciso ser coerente".



O Movimento para a Democracia (MpD) renovou o mandato nas eleições legislativas realizadas este domingo (18.04), segundo os resultados provisórios oficiais. Apurados mais de 98% dos votos, o partido lidera a votação global, com 49% - o equivalente a 109.376 votos e 36 deputados confirmados.

A hora do fecho desta reportagem faltavam apurar três dos 72 mandatos, mas tudo aponta que o MpD conseguirá dois - um no círculo da América, o outro no círculo da Europa e Resto do Mundo. O terceiro deverá ficar com o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) no círculo da Europa.

O MpD deve garantir a maioria absoluta, tendencialmente com 38 deputados. O PAICV ficará com 30, e a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) com quatro assentos no Parlamento.

Kap Verde | Parlamentswahlen | Ulisses Correia e Silva

Correia e Silva: "Estamos aqui para continuar o trabalho"

O presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva - que será reconduzido ao cargo de primeiro-ministro - disse que esta foi "uma vitória de Cabo Verde” num contexto difícil de pandemia de Covid-19 e três seca severa.

"Conseguimos com os cabo-verdianos dar a volta e estamos aqui para continuar um bom trabalho, colocar Cabo Verde no caminho seguro para o desenvolvimento", comemorou.

Prioridades do Governo

No discurso de vitória, Ulisses Correia e Silva traçou como prioridade imediata a massificação da vacinação contra Covid-19, visando atingir mais de 70% da população até final do ano. "Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que isso se concretize. É a porta de esperança e o melhor instrumento para o combate à doença", disse.

A segunda grande prioridade para o novo mandado, segundo Ulisses Correia, é eliminar a pobreza extrema em Cabo Verde.

"Eu não tenho dúvidas de que iremos conseguir essa meta com programas muito assertivos. Não só de retoma do crescimento económico, mas de proteção e apoio social", disse.

Wahlen in Kap Verde

Almada (cent.) deve pedir demissão da presidência do PAICV

O líder do MpD também apontou o dedo ao PAICV, o principal partido da oposição. 'Houve perdedores. Os que fizeram da política a forma de ataque não ao Governo nem ao MpD, mas ataque ao país. [Fizeram] política de terra queimada, uma oposição pouco contributiva, negacionista e muito negativa".

Pedirá demissão

Analisando os resultados, a presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, anunciou que vai pedir demissão da liderança do partido.

"Penso que na política é preciso ser-se coerente e consequente. Retiro consequências políticas dos resultados destas eleições. Por isso, nos próximos dias, apresentarei a minha demissão como presidente do PAICV aos órgãos do partido", anuncia Almada.

Wahlen in Kap Verde

Monteiro: "UCID entende que é preciso um novo rumo"

Em relação à legislatura cessante, a UCID sobe de três para quatro deputados no Parlamento, o que para o seu presidente, António Monteiro, é uma vitória "na medida em que os objetivos que o partido colocou eram nobres e interessantes".

Monteiro salienta, porém, que o partido entende "que o país precisava de um novo rumo".

Quanto as restantes forças políticas - Partido do Trabalho e Solidariedade (PTS), Partido Popular (PP) e Partido Social Democrático (PSD) não atingiram sequer 1% de votos cada.

fonte: DW África

Total de visualizações de página