Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Compatriotas! Eu traduzi para o português essa entrevista sobre a Guiné-Bissau dada a sua importância. Extraído do Blog Ditadura do Consenso: Global Insider: ECOWAS Mission in Guinea-Bissau Shows Little Success = Insider Global: Missão da CEDEAO na Guiné-Bissau Mostra pouco sucesso.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Lars Rudebeck
Lars Rudebeck


Em uma reunião de cúpula no início deste mês, os líderes da Comunidade Económica dos Estados Oeste Africano (ECOWAS) prorrogaram o mandato da força de paz do pequeno a Guiné-Bissau que foi colocado nessa situação depois de um golpe de estado na Guiné-Bissau, em abril. Em uma entrevista por email, Lars Rudebeck, professor emérito de ciência política na Universidade Upsalla na Suécia, discutiu a missão da CEDEAO na Guiné-Bissau.

WPR: Qual é a composição da força da CEDEAO na Guiné-Bissau, e quais são seus objetivos?

Lars Rudebeck: A força é composta por cerca de 600 soldados de Burkina Faso, Senegal e Togo, de acordo com a CEDEAO. Ela foi inicialmente implantada em maio 2012 por seis meses. Na cimeira da CEDEAO em Abuja, na Nigéria, no início deste mês, foi tomada a decisão de prorrogar o mandato da força por mais seis meses. É relatado que as tropas nigerianas serão agora substituídos por alguma outra força.

A força da CEDEAO foi implantada depois de uma grande força criada  e de forma aproximadamente igual a angolana que foi obrigada a deixar o país após o golpe militar em 12 de abril de 2012. Os soldados angolanos chegaram em Março de 2011 sob o convite do governo legal que foi derrubado pelo golpe. Eles tinham todo apoio no início de junho de 2012.

A razão oficial para a presença da força da CEDEAO é apoiar e ajudar a pavimentar o caminho para a transição pacífica / retorno à democracia constitucional, após o processo eleitoral que foi interrompido em abril entre os primeiro e segundo turnos da eleição presidencial, em seguida, que estava em andamento. Subjacente a esta são interesses no controle - da África Ocidental, em particular do Senegal e da Nigéria, ao contrário de Angola - e uma medida de estabilidade.

WPR: Como eficaz tem sido a missão?

Rudebeck: A resposta curta é que, até agora, a missão não tem sido eficaz em tudo. Globalmente, a situação política, económica e social parece ter continuado a deteriorar-se desde o golpe. A seguir estão algumas indicações:

- Frequentemente bancos fechados, que causam grandes dificuldades para, entre outros, os agricultores tentam comercializar sua colheita de caju, devido à falta de acesso dos compradores em dinheiro. Este por sua vez é sério, tanto para a população agrícola, a grande maioria na Guiné-Bissau, e para a economia nacional - as exportações de caju são quase a única fonte de moeda estrangeira, além de ajuda externa, que também está diminuindo.

- Frequentemente as escolas fecham-se, devido a professores em greve por salários não pagos.

- Dificuldade de acesso a todos os tipos de combustíveis derivados do petróleo.

- O aumento do desemprego nos centros urbanos.

- Não aparente fim à vista para o papel da Guiné-Bissau como um centro importante no tráfico de drogas entre a América Latina, especialmente da Colômbia, e para Europa.

- O saque no início de agosto de 2012 do diretor do independente  instituto de pesquisa de ciências sociais de INEP, que havia sido aberto em maio, em apoio de um retorno imediato à democracia constitucional.

- Um ataque armado contra uma base militar perto de Bissau, na capital, em 21 de outubro, em que seis assaltantes e um guarda foram mortos. O líder do assalto, um capitão do exército, foi preso e agora está sendo mantido na prisão.

- O grave espancamento de dois principais representantes da oposição democrática fora de Bissau em 23 de outubro. Eles foram, então, despejados no campo.

WPR: Como a missão em Bissau reflete sobre o papel maior da CEDEAO como um gestor de conflitos na África Ocidental?

Rudebeck: Até o momento, ela não reflete de forma muito positiva, a julgar pela falta de sucesso. Ainda assim, o fato de que a CEDEAO interveio em tudo, provavelmente, parece melhor, até agora, do que se tivesse simplesmente permanecido passivamente. Ao mais longo prazo, no entanto, é um problema cada vez mais sério da CEDEAO que a "comunidade internacional", todo com a CEDEAO como a única exceção significativa, se recusa a conceder qualquer legitimidade a todos e para a CEDEAO que está cooperando com golpe do próprio governo .

fonte: Ditadura do Consenso

Portugal tem mais idosos e mais estrangeiros do que há dez anos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Portugal perdeu população em todos os grupos etários até aos 29 anos
Portugal perdeu população em todos os grupos etários até aos 29 anos (Foto: Nelson Garrido)


 A população residente em Portugal aumentou dois por cento na última década e envelheceu a olhos vistos. Segundo os resultados definitivos dos Censos 2011, apresentados nesta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em Lisboa, para cada 100 jovens, há 129 idosos. E a tendência não é animadora.

De acordo com os dados recolhidos no recenseamento da população, a 21 de Março de 2011 Portugal tinha 10.562.178 habitantes, dos quais 52% eram mulheres. O crescimento de 2% da população em relação a 2001 (cerca de 200 mil pessoas) ficou a dever-se sobretudo à entrada de 188.652 imigrantes e não tanto ao saldo natural (número de nascimentos menos o de óbitos), que foi de 17.409 pessoas.

A percentagem de jovens recuou de 16 para 15% e a de idosos cresceu de 16% para 19%, acentuando a tendência para o envelhecimento da população. “É como um navio que se está a aproximar de um iceberg e não se consegue afastar”, afirma Anabela Delgado, coordenadora do Gabinete dos Censos do INE.

Olhando para a pirâmide etária conclui-se que o grupo de população com 70 ou mais anos teve um crescimento de 26% em dez anos. Por outro lado, Portugal perdeu população em todos os grupos etários até aos 29 anos. “Amanhã não vamos conseguir ter uma estrutura demográfica com mais vitalidade”, lamenta a responsável do INE, para quem esta tendência foi a mais “impressionante” nos resultados dos Censos.

A idade média da população aumentou três anos numa década: agora é de 41,8 anos. Diminuiu, por outro lado, o número de indivíduos em idade activa por cada idoso: passou de 4,1 em 2001 para 3,5 em 2011.

Sobre a população estrangeira residente em Portugal, que aumentou cerca de 70% em dez anos para 394.496, concluiu-se que há sobretudo jovens e adultos em idade activa (82% tem entre 15 e 64 anos). A comunidade brasileira é que tem maior representação no país (28% dos estrangeiros), seguida da cabo-verdiana (10%), da ucraniana (9%) e da angolana (7%). Esta última era, em 2001, a que tinha mais peso na população estrangeira a residir em Portugal (16%).

fonte: publico.pt

Tricampeão mundial de boxe é baleado em Porto Rico.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Hector Camacho foi baleado em Porto Rico Foto: AP
Hector Camacho é resgatado após ser baleado
Foto: AP

O ex-campeão mundial de boxe Hector "Macho" Camacho levou um tiro no rosto em uma aparente emboscada em Baymon, nos arredores de San Juan, capital de Porto Rico, na madrugada desta quarta-feira. Segundo a agênciaAP, o ex-atleta portorriquenho, de 50 anos, corre pouco risco de morte, mas foi internado em estado grave e pode ter sequelas. 
 
Hector foi três vezes campeão mundial de boxe, por duas categorias diferentes, nos anos 80. Aposentado desde 2010, com 79 vitórias, seis derrotas e três empates, o portorriquenho treinava para retornar aos ringues em 2013, segundo empresários. 
 
Camacho havia acabado de entrar em um carro quando foi abordado por pelo menos um homem desconhecido, que disparou e segue foragido. Ao seu lado, estava outro homem de cerca de 50 anos, cuja ligação com o ex-boxeador ainda é desconhecida, e que morreu após o crime. 
 
A bala atingiu a mandíbula de Camacho, mas saiu de sua cabeça e se alojou no ombro direito. O ex-atleta ainda fraturou ao menos duas vértebras e pode ficar paralítico, de acordo com o doutor Ernesto Torres, responsável por seu tratamento no Hospital Centro Medico, em San Juan. 
 
Steve Tannenbaum, representante do ex-lutador, se mostrou confiante quanto a uma recuperação. "Ele é um gato, tem sete vidas. Vai sair dessa", afirmou.
 
Marcado por polêmicas, Camacho teve uma carreira irregular, marcada pelo abuso de álcool e problemas criminais, que incluíram processos na Justiça por agressões a mulheres e ao próprio filho. Em 2007, ele foi sentenciado a sete anos de prisão por roubar uma loja de computadores no Mississipi, mas cumpriu apenas duas semanas de pena e foi libertado.

fonte: terra.com.br


Nigéria envia 600 soldados para Mali.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Abuja, Nigéria (PANA) – A Nigéria vai fornecer 600 soldados ou mais de um quinto do efetivo de três mil 200 militares que a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) prometeu desdobrar no Mali para expulsar os militantes islamitas do norte do país.

Esta decisão foi anunciada terça-feira, em Abuja, a capital nigeriana, durante uma audiência concedida a uma delegação do Reino Unido pela ministra nigeriana da Defesa, Olusola Obada.

Ela declarou que a segurança na região do Sahel não preocupa apenas a África Ocidental, mas toda a comunidade internacional.

A governante nigeriana deplorou que a região do Sahel se tenha tornado num bastião de células de organizações terroristas que exportaram a insegurança não somente no norte do Mali mas igualmente na sub-região.

A delegação do Reino Unido, liderada pelo representante do primeiro-ministro britânico no Sahel, Stephen O’Brien, deslocou-se a Abuja para discutir com as autoridades nigerianas sobre a insegurança galopante no Sahel, sobretudo a crise no norte do Mali.

A comitiva quis igualmente identificar os domínios em que o Reino Unido pode ajudar a Nigéria a desempenhar um papel mais importante na sub-região.

O’Brien declarou que a Grã-Bretanha está consciente do papel de primeiro plano desempenhado pela Nigéria na sub-região e está disposta a prestar o apoio necessário sobre as questões ligadas ao terrorismo e à segurança.

Declarou que a insegurança no Mali e as outras preocupações relativas à segurança interessam toda a comunidade internacional.

Participaram nesta reunião o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas nigerianas, general de infantaria Azubuike Ihejirika, e o chefe do Estado-Maior da Força Aérea, general de divisão aérea Alex Sabundu Badeh, entre outros.

fonte: Panapress

Total de visualizações de página