Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

domingo, 8 de março de 2015

Guiné-Conacri: De onde o Presidente do Chade Idris Deby tirará força e confiança de suas palavras quase proféticas?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O Presidente do Chade está furioso contra o nebuloso jihadista Boko Haram e disse isso sem ambiguidade. Ao lado de seus pares Mahamadou Issoufou do Níger e Boni Yayi do Benin, durante um rápido tour que empreendeu a região. No Níger ele adverte: o "Boko Haram deve se render à evidência de seus membros que devem ir para os postos militares mais próximos ao " Benin, eles ainda são mais serenos e poderosos "Vamos derrotar o Boko Haram. Nós destruiremos o Boko Haram. "Estas palavras sentenciadas são de um presidente que assegura de sua verdade e que se exprime em um verdadeiro líder de guerra real.

Presidente do Chade - Idris Deby

Mas de onde Idris Deby tirará a força e confiança para pronunciar estas palavras quase proféticas?
Certamente, tudo em torno da força de seus soldados, cuja agressividade bélica e ousadia combativa sobre o terreno, estão bem estabelecidos.
E é por isso mesmo, que o presidente chadiano diz com uma certeza animadora: "Hoje, o Boko Haram vazou e soldados do Chade os buscam nas matas da Nigéria, na fronteira com o Níger e Camarões. O Boko Haram, hoje, não é mais o Boko Haram do início de janeiro, que tinha um monte de terra e centenas de seus membros."
Com seus 5.000 soldados operando simultaneamente na Nigéria, Camarões e Níger nos últimos dois meses, envolvendo operações pontuadas por vitórias em etapas como as de Gambaru e Dikwa, é claro que as tropas de N'Ndjamena ganharam  e têm conhecimento real do inimigo número um que é Boko Haram.
Com base na informação recolhida definitivamente aqui e ali, provavelmente consolidada pela logística de TI de parceiros franceses, as tropas chadianas agora são capazes de dobrar ainda mais os músculos, resultando em retórica presidencial: "Vamos ganhar, não a batalha, mas vamos ganhar a guerra global contra o Boko Haram, não há dúvida. "
Só espero que o Chade não vá nos deixar intoxicados pelo brilho de seus sucessos militares recentes, e que, longe dos efeitos do anúncio tão forte, de Idris Deby ao Boko Haram que atinge o coração de sua força, como ele promete tão solenemente . Para o bem do Chade e toda a África!

D: Maria BABIA GCI

# 2015 - GuineeConakry.info

Autonomia da mulher marca dia internacional em Bissau.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Capital da Guiné-Bissau recebe seminário internacional da ONU, com foco no sector da pesca, para celebrar o Dia Internacional da Mulher; coordenadora residente da ONU Mulheres fala sobre situação no país.


Marie Letícia Kayisiré. Foto: Rádio ONU/Amatijane Candé


Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, neste 8 de março, a ONU Mulheres na Guiné-Bissau realiza actividades em parceria com o Ministério da Mulher, Criança e Coesão Social.
Este domingo, decorre em Bissau um seminário subregional, destinado às mulheres do sector da pesca. O debate é promovido pela agência da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, ONU Mulheres e pela Confederação Pan-Africana das organizações que trabalham nos filiais da pesca, Caopa.
Perspectivas
A coordenadora da ONU Mulheres na Guiné-Bissau, Marie Letícia Kayisiré, falou à Rádio ONU sobre as actividades.
A Coordenadora da ONU Mulheres pronunciou-se igualmente sobre a situação da mulher guineense. Marie Letícia Kayisiré considera "animadoras" as perspectivas sobre autonomia financeira, promoção de liderança e participação política.
Sobre o último aspecto, a representate destaca que as mulheres vem assumindo ministérios importantes no actual governo guineense, tal como Educação, Saúde, Justiça e Defesa.
Também para celebrar o Dia Internacional da Mulher, foi realizada na sexta-feira uma conferência com o tema "Empreender Mulheres, Empreender Humanidade". O evento, no Centro Cultural Português em Bissau, foi precedido de um torneio de futebol feminino entre várias instituições, promovido pela Rede Nacional das Meninas.
#unmultimedia.org

Total de visualizações de página