Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Copiloto é sugado para fora de avião chinês após para-brisa se romper em pleno voo.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Aeronave da companhia chinesa Sichuan Airlines
Aeronave da companhia chinesa Sichuan AirlinesFoto: Flickr



O piloto Liu Chuanjian, chamado de herói depois de ter pousado o Airbus A319 manualmente, disse que a aeronave havia acabado de alcançar a altitude de cruzeiro de 32.000 pés quando o vidro se rompeu, sugando o copiloto.
O copiloto de um avião da companhia chinesa Sichuan Airlines foi parcialmente sugado para fora da aeronave depois que parte do vidro do cockpit se rompeu. O voo 3U8633 fazia o trajeto entre a cidade chinesa de Chongqing e Lhasa, no Tibete, mas acabou fazendo um pouso de emergência em Chengdu, no sudoeste da China, segundo um comunicado da administração da aviação civil (CAAC) do país asiático.

O piloto Liu Chuanjian, chamado de herói depois de ter pousado o Airbus A319 manualmente, disse ao jornal Chengdu Economic Daily que a aeronave havia acabado de alcançar a altitude de cruzeiro de 32.000 pés quando o vidro se rompeu, com um som ensurdecedor. 

A cabine perdeu pressão e temperatura, e parte do para-brisa direito se rompeu. "Não houve um sinal de alerta. De repente, o vidro se rompeu e fez um barulho imenso. Em seguida, vi meu copiloto sugado metade para fora da janela", afirmou Liu ao jornal. "Tudo no cockpit estava flutuando no ar. A maior parte do equipamento não funcionava direito e eu não conseguia ouvir o rádio. O avião estava balançando tão forte que eu não conseguia ler os medidores." 

O copiloto estava usando cinto de segurança quando o incidente ocorreu. Ele sofreu arranhões e uma torção no punho, e uma comissária de bordo também ficou ferida, afirmou a CAAC. Nenhum dos 119 passageiros se feriu. A CAAC informou que a agência francesa de investigação de acidentes aéreos e a Airbus irão enviar equipes para investigar o caso na China

"A tripulação estava servindo café da manhã quando a aeronave começou a balançar. Não sabíamos o que estava acontecendo e entramos em pânico. As máscaras de oxigênio caíram. Experimentamos alguns minutos de queda livre até que se estabilizou de novo", disse um passageiro que não se identificou ao China News Service, estatal. 

"Ainda estou nervoso. Não ouso tomar aviões mais. Mas também estou feliz de ter escapado." Incidentes em que vidros racham por causa de raios ou aves acontecem, mas é comum que para-brisas inteiros se partam.
fonte: notíciasaominuto

Brasil: Tríplex atribuído a Lula é arrematado por R$ 2,2 milhões.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Triplex do Guarujá


O usuário vencedor, "Guarujapar", do Distrito Federal, terá 72 horas para realizar o pagamento. Ele também deverá pagar 5%, ou R$ 110 mil, de comissão para o leiloeiro. Caso a transação não se complete, haverá uma segunda tentativa para vender o apartamento no dia 22 de maio, com lance mínimo de 80% do valor de avaliação.
leilão do tríplex em Guarujá (SP), atribuído pela Lava Jato ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi arrematado pelo valor mínimo de R$ 2,2 milhões. O único lance foi dado nos últimos minutos do leilão online, que terminou às 14h desta terça-feira (15).
O usuário vencedor, "Guarujapar", do Distrito Federal, terá 72 horas para realizar o pagamento. Ele também deverá pagar 5%, ou R$ 110 mil, de comissão para o leiloeiro. Caso a transação não se complete, haverá uma segunda tentativa para vender o apartamento no dia 22 de maio, com lance mínimo de 80% do valor de avaliação.
Se ninguém fizer uma oferta, o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, determinará o que será feito com o imóvel. A página do leilão do tríplex foi visualizada mais de 50 mil vezes. 
Na manhã desta terça (15), um usuário de Piracicaba, no interior de São Paulo, também chegou a realizar uma oferta no valor mínimo. Posteriormente, no entanto, ele enviou um email dizendo que fez o lance equivocadamente. Segundo a assessoria de imprensa da Superbid, responsável pelo leilão na internet, o usuário pediu o cancelamento da oferta, autorizado por Moro. 
De frente para a praia, o tríplex do condomínio Solaris, de acordo com o anúncio, tem 215 m² de área privativa, quatro dormitórios (sendo duas suítes), sala com varanda, piscina, churrasqueira e duas vagas de garagem. Um elevador integra os três andares, mas não é possível verificar o funcionamento porque a luz da unidade não está ligada, informa o laudo de avaliação. Segundo a administração do condomínio, recaem sobre o imóvel débitos de cerca de R$ 47 mil, que deverão ser pagos pelo arrematante.

Caso tríplex 

Na ação apresentada pelo Ministério Público Federal, Lula foi acusado de receber R$ 3,7 milhões de propina da empreiteira OAS em decorrência de contratos da empresa com a Petrobras. O valor, apontou a acusação, se referia à cessão pela OAS do apartamento tríplex ao ex-presidente, a reformas feitas pela construtora nesse imóvel e ao transporte e armazenamento de seu acervo presidencial (este último ponto rejeitado por Moro).
Lula teve a condenação confirmada e a pena aumentada para 12 anos e um mês de prisão pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em janeiro deste ano. Em abril, após mandado de prisão expedido por Moro, o ex-presidente se entregou na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR). O petista defende sua inocência e se diz vítima de perseguição da força-tarefa e da Justiça. O ex-presidente afirma que não havia provas para condená-lo e que não era dono do tríplex.
fonte: folhape.com.br

Reality show faz Gretchen faturar com campanhas publicitárias.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

A rainha do rebolado se vestiu de noiva para propagandas de uma loja virtual de vinhos.

Reality show faz Gretchen faturar com campanhas publicitárias

primeira temporada do reality show "Os Gretchens" terminou na última sexta-feira (11), mas Gretchen continua faturando com campanhas publicitárias.
De acordo com o site Notícias da TV, eterna rainha do rebolado tem sido muito requisitada para publicidade, sendo a mais recente uma campanha do mês das noivas de uma loja virtual de vinhos.
Nos vídeos que serão divulgados nesta semana, Gretchen aparece vestida de noiva, como conselheira amorosa, dando dicas para os solteiros que querem mudar o seu status. A piada é que Gretchen já teve 17 casamentos.
Segundo o site, desde que foi contratada pelo Multishow, Gretchen estrelou campanhas para diferentes tipos de produtos, entre eles uma marca de cerveja, uma de encanamentos, um aplicativo de troca de mensagens e ajudou até na divulgação de uma série da Netflix.
fonte: notíciasaominuto

Real estaria usando negociação com Neymar para contratar outro atacante.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Revelações foram feitas pelo diário Sport.

Real estaria usando negociação com Neymar para contratar outro atacante

Real Madrid vem demonstrando interesse em Neymar desde a janela do meio da temporada, que terminou dia 31 de janeiro. Mas, segundo o diário Sport, a negociação com o craque brasileiro seria, na verdade, uma 'cortina de fumaça' para eles conseguirem levar Kylian Mbappé para a capital espanhola.
Com a possível saída de Karim Benzema e especulações de venda de Critiano Ronaldo, o jornal afirma que Mbappé  "seria um atacante mais goleador e responderia melhor às necessidades de Zinedine Zidane".
Notícias ao Minuto

Nesta quarta, o El País disse que o PSG teria fixado o preço de Neymar em 370 milhões de euros, mais de 1,6 bilhões de reais.
fonte: noticiasaominuto

Casa Branca diz que mantém preparativos para cúpula com Kim.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Casa Branca diz que mantém preparativos para cúpula com Kim


Coreia do Norte anunciou suspensão de diálogo com a Coreia do Sul por conta de exercícios militares conjuntos com os EUA.

A Coreia do Norte ameaçou nesta terça-feira (15) cancelar a cúpula entre Kim Jong-un e Donald Trump, por causa dos exercícios militares conjuntos entre Estados Unidos e Coreia do Sul.
Além disso, Pyongyang desmarcou a reunião de alto nível que teria com Seul nesta quarta (16). Segundo a agência oficial "KCNA", os exercícios em curso das forças aéreas norte-americanas e sul-coreanas são um "ensaio" para "invadir o Norte" e uma "provocação".
De acordo com a agência "Yonhap", de Seul, a manobra militar, iniciada em 11 de maio e com previsão de durar duas semanas, envolve 100 aviões de guerra.
O encontro desta quarta ocorreria em Panmunjom, na zona desmilitarizada da Península da Coreia, e daria sequência à histórica cúpula de 27 de abril entre Kim e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in. A reunião do líder da Coreia do Norte com Trump está marcada para 12 de junho, em Singapura, no que seria a primeira cúpula na história entre governantes dos dois países. Nas últimas semanas, Pyongyang vem dando sinais de abertura ao diálogo, como a libertação de prisioneiros norte-americanos e a desativação de uma central de testes nucleares, iniciada nesta terça.
A reaproximação com o Sul começou nos primeiros dias de 2018, após um ano de tensão e trocas de ameaças entre Kim e Trump.
Resposta - A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, mostrou surpresa com as declarações de Pyongyang e afirmou que a Casa Branca segue "em frente" com os preparativos para a cúpula com Kim. "Não temos informações precisas sobre isso [sobre a ameaça]", disse. (ANSA)
fonte: noticiasaomundo

Brasil: Com câmera no capacete, motociclista é vítima de assalto e filma dupla.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Com câmera no capacete, motociclista é vítima de assalto e filma dupla

A ação dos dois assaltantes foi filmada, e a Polícia Civil já os identificou, mas eles não haviam sido encontrados até as 18h desta terça-feira.

Um homem de 58 anos que pilotava a própria moto e usava uma câmera no capacete foi vítima de um assalto, por volta das 9h desta terça-feira (15) quando trafegava pela Avenida Marechal Rondon, no Riachuelo, zona norte do Rio. A ação dos dois assaltantes foi filmada, e a Polícia Civil já os identificou, mas eles não haviam sido encontrados até as 18h desta terça-feira.


A vítima, identificada apenas como Luis Carlos, tirou habilitação para dirigir moto há pouco tempo. Comprou seu veículo e, segundo familiares, gravava seus trajetos para avaliar como estava dirigindo.
Na manhã desta terça, enquanto dirigia, foi abordado por dois rapazes em outra moto - um deles dirigia e o outro, armado com uma pistola, anunciou o assalto. Luis Carlos foi obrigado a parar e descer da moto. O ladrão armado reclamou da demora da vítima para sair do veículo: "Você vai morrer", ameaçou. Ao fim da ação, esse assaltante disparou um tiro na perna de Luis Carlos.
Os ladrões fugiram com a moto, enquanto um motorista que flagrou o assalto parou para socorrer a vítima e levou-a ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier (zona norte). Segundo familiares, na tarde desta terça Luis Carlos continuava internado, mas não corria risco de morte e estava bem.
O caso foi registrado na 25ª DP (Engenho Novo). Segundo a Polícia Civil, os dois assaltantes são maiores de idade e moram no Morro de São João, no mesmo bairro da zona norte. Com informações do Estadão Conteúdo.
fonte: notíciasaominuto

Coreia do Norte ameaça cancelar encontro com Trump.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

País suspende ainda reunião de alto-nível com a Coreia do Sul devido a exercícios militares conjuntos de Seul e Washington. Manobra de rotina foi considera provocação por Pyongyang.
fonte: DW África
Encontro entre Kim e Trump foi marcado para 12 de junho
Encontro entre Kim e Trump foi marcado para 12 de junho
A Coreia do Norte suspendeu uma reunião de alto-nível com a Coreia do Sul, programada para a quarta-feira, e ameaçou cancelar o encontro histórico entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, caso Washington não reconsidere o que chamou de "desnuclearização unilateral".
A ameaça de Pyongyang, divulgada nesta terça-feira (15/05) pela agência de notícias sul-coreana Yonhap, veio como uma reação aos exercícios militares anuais conjuntos de Seul e Washington iniciados na última sexta-feira. A Coreia do Norte considera as manobras militares como uma provocação, pondo em risco os avanços diplomáticos alcançados nos últimos meses.
O encontro desta quarta-feira entre autoridades das duas Coreias estava marcado para ocorrer em Panmunjon, na fronteira entre os dois países, e visava criar condições para negociações mediadas pela Cruz Vermelha Internacional para reduzir a tensão entre as nações vizinhas e reiniciar o processo de reunificação de famílias separadas pela guerra na Península Coreana.
Segundo a Yonhap, a agência de notícias estatal norte-coreana KCNA afirmou que Pyongyang considerava ainda suspender a cúpula com Trump, marcada para 12 de junho em Cingapura.
O encontro entre Kim e Trump deverá ser a primeira vez em que os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte se reúnem em 70 anos de conflito, que começou com a Guerra da Coreia (1950-1953) e há pelo menos 25 anos é tema de negociações fracassadas.
Apesar das ameaças norte-coreanas, o Departamento de Estado dos EUA afirmou nesta terça-feira que continua planejando o encontro entre Trump e o líder norte-coreano. "Kim havia dito anteriormente que entende a necessidade e a utilidade dos Estados Unidos e da Coreia do Sul de continuarem com os exercícios conjuntos", destacou a porta-voz do departamento Heather Nauert.
"Se os EUA estiverem tentando nos encurralar para forçar nosso abandono nuclear de modo unilateral, não estaremos interessados em dialogar e poderemos apenas reconsiderar nossa posição referente à cúpula entre a República Popular Democrática da Coreia e os EUA", afirmou o vice-ministro norte-coreano do Exterior, Kim Kye-gwan, citado pela KCNA.
"Já declaramos nossa intenção de desnuclearizar a Península da Coreia e deixamos claro em várias ocasiões que a pré-condição para a desnuclearização é o fim das políricas hostis, ameaças nucleares e chantagens dos EUA", afirmou o vice-ministro.
"Esse exercício, do qual somos alvo, que está sendo realizado ao longo da Coreia do Sul, é um desafio flagrante à Declaração de Panmunjon e uma provocação militar intencional que vai contra desenvolvimentos políticos na península coreana”, disse a agência norte-coreana. As manobras militares conjuntas estão programados para durar duas semanas e contam com a participação de cerca de 100 aviões de guerra.
O anúncio da Coreia do Norte acontece após a divulgação de imagens de satélite que revelaram que Pyongyang começou a desmantelar o centro de testes nucleares Punggye-ri, no nordeste do país. No local, foram realizados seis testes nucleares subterrâneos. O último e mais potente ocorreu em setembro do ano passado.

No final de abril, durante o encontro histórico  entre Kim e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, Pyongyang se comprometeu a trabalhar para a desnuclearização da Península da Coreia, além de encerrar os testes de mísseis. 
CN/RC/rtr/ap/lusa
----------------
A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App | Instagram

Portugal: Governo garante segurança na final da Taça de Portugal.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


I
sabel Oneto e João Paulo Rebelo, secretários de Estado da Administração Interna e do Desporto
Secretário de Estado da Juventude e do Desporto afirmou que, no domingo, no Jamor, todos devem demonstrar que o "futebol é igual ao orgulho nacional".
João Paulo Rebelo foi contundente para com os acontecimentos na Academia do Sporting: "Repudio veementemente os atos de violência, vandalismo criminoso como os que ocorreram".
Na mesma conferência de imprensa, no Ministério da Administração Interna, a secretário de Estado Isabel Oneto também garantiu que vão ser "tomadas medidas para que o jogo decorra com segurança", referindo-se ao jogo de domingo da final da Taça de Portugal, entre o Sporting e o Desportivo das Aves. A responsável governamental confirmou a detenção de 21 pessoas, a apreensão de viaturas e de objetos de agressão. E que "estão a ser identificados como adeptos".
isabel Oneto admitiu que tratando-se de membros do clube possam ser tomadas medidas de coação que evitem a repetição deste tipo de incidentes. A secretária de Estado adjunta e da Administração Interna confirmou que está a ser feita a análise de risco do jogo de domingo.
fonte: dn.pt

‘Ver Neymar no Real Madrid seria terrível’, afirma Messi.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O craque do Barcelona concedeu uma entrevista ao canal argentina “TyC Sports”

‘Ver Neymar no Real Madrid seria terrível’, afirma Messi

L


      ionel Messi conversou nesta terça-feira (15) com o canal de TV argentino “TyC Sports”. A estrela do Barcelona e da seleção da Argentina falou sobre a Copa do Mundo da Rússia e também sobre outros assuntos, como a possível transferência do amigo Neymar para o Real Madrid, arquirrival do time catalão.

“Ver Neymar no Real Madrid seria terrível. Seria um golpe para o Barcelona. Com a gente ele ganhou títulos importantes. Ganhou Champions, Ligas e seria um golpe para todos nós”, afirmou o camisa 10.
Messi também negou competir com Cristiano Ronaldo e disse ainda que não faz questão de ser o melhor da história.
“Não me interessa ser o melhor da história. Não compito com nada. Só tento melhorar. Não compito com o Cristiano. Me estimula ver o Real na Champions, ver que outros ganham títulos... Eu quero ser campeão todos os anos”, acrescentou o craque.
Sobre o Mundial da Rússia, Messi mostrou pés no chão e afirmou que o objetivo é estar entre os quatro melhores. “Um bom Mundial seria estar entre os quatro melhores. Podemos conseguir isso por causa da história que temos”, afirmou.
fonte: noticiasaominuto

Eleições Moçambique: MDM e RENAMO não excluem possibilidade de união.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Os principais partidos da oposição negam que já haja um acordo nesse sentido e remetem a decisão sobre um acordo aos órgãos competentes. Entretanto, um sinal claro já foi dado pelo MDM nas intercalares em Nampula.
fonte: DW África
default
Daviz Simango, líder do MDM
As eleições estão à porta em Moçambique: em outubro de 2018 acontecem as autárquicas e em 2019 as gerais. E ao que tudo indica as movimentações estratégicas com vista à vitória estarão em curso. E neste contexto a DW África conversou com o líder do MDM, a segunda maior força da oposição.
Perguntámos a Daviz Simango se há possibilidade de uma união de forças com a RENAMO, principal força da oposição: "O que nós dissemos é que a nossa janela está aberta caso isso seja a necessidade e o entendimentos dos partidos políticos, particularmente os dois [MDM e RENAMO]. É natural que algo possa acontecer porque a janela está aberta."
E o líder do MDM esclarece ainda que "não há uma nota afirmativa de que há um acordo assinado com essa intenção. O que dissemos é que somos os dois partidos de centro-direita esses partidos naturalmente podem encontrar ações concretas para fazer qualquer tipo de ação eleitoral."
MDM e RENAMO interessados numa união?
E sobre um possível interesse do MDM em tal união, Daviz Simango passa a responsabilidade aos órgãos do seu partido: "O MDM é representado pelos seus órgãos que definem as estratégias. Quando esses aspetos todos estiverem em cima da mesa de diálogo, de afirmação, é natural que os órgãos do partido se reúnam e tomem uma decisão sábia em relação aos procedimentos."
"O Daviz Simango não passa de um presidente do partido, mas a regulamentação desse atos passam necessariamente pelos órgãos do partido", esclarece o líder do MDM.
Igual posição tem a RENAMO. O seu porta-voz José Manteigas diz que "essas respostas só são dadas através dos órgãos competentes. Só através da deliberação de um órgão competente é que nós podemos saber, de facto, qual é o sentimento do partido."
Entretanto Manteigas lembra o seguinte: "Neste momento perdemos o presidente [do partido] e os nossos órgãos competentes ainda não se reuniram para tomar qualquer decisão relativamente a qualquer assunto importante para o partido e para a vida do país."
Apoio do MDM a RENAMO nas intercalares são um sinal?
José Manteigas, Sprecher von RENAMO Nationalrat in Beira
José Manteigas, porta-voz da RENAMO
Mesmo carecendo de aprovação dos órgãos competentes, há sinais evidentes de um interesse na união, pelo menos do lado do MDM. Nas eleições autárquicas intercalares de março de 2018, o MDM decidiu apoiar o candidato da RENAMO na segunda voltas das eleições.
Este foi um gesto inédito no seio da oposição moçambicana, mas que é minimizado por Daviz Simango. O líder do MDM prefere valorizar outros ganhos: "Não sei se é uma mudança, o MDM foi criado em 2009. Foram eleições intercalares em que os dois partidos participaram, é natural que os dois partidos tenham chegado ao entendimento, o que é muito saudável. Tudo é possível, o importante é que se concretizem os interesses comuns."
E para o maior partido da oposição este gesto do MDM não foi indiferente, mas o porta-voz José Manteigas esclarece que "é um gesto normal e nós apreciamos o gesto. Essa foi uma decisão unilateral do MDM, nunca tinha havido uma concertação nem sequer uma decisão para uma possível união. Não quero dizer que isso esteja posta de parte, o que quero dizer é que os órgão competentes ainda não se pronunciaram sobre isso."

ANGOLA: E JÁ ESTÃO DE BEIJO NA BOCA.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Os chefes da diplomacia portuguesa e angolana (ou seja, do PS e do MPLA) falaram hoje para iniciar a preparação da visita do primeiro-ministro português, António Costa, a Luanda, que é um “objectivo totalmente prioritário”, anunciou o ministro dos Negócios Estrangeiros português no Parlamento.

Por Óscar Cabinda
Por esclarecer está quem integrará a comitiva de António Costa, mas seria justo que a mesma integrasse, pelos altos serviços prestados a Angola – e a bem da Nação como dizia Salazar – no âmbito da separação de poderes à moda de Portugal, os juízes Cláudio Ximenes e Manuel Almeida Cabral.
“Tive o gosto de, há uma hora e meia, falar por telefone com o ministro dos Negócios Estrangeiros de Angola, doutor Manuel Augusto, para prepararmos entre as nossas equipas a próxima visita do primeiro-ministro a Luanda”, disse Augusto Santos Silva, durante uma audição na comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas.
Depois de o Presidente angolano, João Lourenço, ter “dado o gosto” de receber, esta segunda-feira, o ministro da Defesa português, José Azeredo Lopes, em visita oficial a Luanda, “houve agora este contacto para que, ao nível das embaixadas, possamos concretizar esse objectivo, que é agora totalmente prioritário”, acrescentou.
Além da deslocação de António Costa a Luanda, que chegou a estar prevista para o ano passado, os dois países deverão também retomar a revisão do programa executivo de cooperação e tratar da agenda bilateral, “que é muito rica”.
Era inevitável. Tal como disse no tempo de José Eduardo dos Santos, Augusto Santos Silva, mesmo sem ir a banhos em Luanda, está mandatado para pela enésima vez dizer aos matumbos do seu país que as relações entra o PS (ele chama-lhe Portugal) e o MPLA (ele chama-lhe Angola) são “normais e bem consolidadas”.
“O relacionamento histórico e cultural é tão estreito que é verdadeiramente nele que devemos atentar e construir a relação entre as nossas sociedades e os nossos Estados”, considerou o perito dos peritos socialistas e similares do governo de Lisboa.
Isto foi dito por Augusto Santos Silva em Luanda, onde estava a acompanhar o Presidente da República portuguesa por ocasião da cerimónia de posse, de João Lourenço que, aliás, tinha recebido felicitações de Marcelo Rebelo de Sousa pela vitória mesmo antes de os resultados oficiais serem divulgados.
Questionado, nessa altura, sobre críticas do vice-presidente da UNITA (maior partido da oposição em Angola), Raúl Danda, de que Portugal “verga sempre” perante as exigências de Luanda, o ministro disse que o Governo português “não tem de responder a partidos políticos estrangeiros”. Além disso, ao contrário do MPLA, a UNITA não pertence à Internacional Socialista. Além disso, lá bem no íntimo, Santos Silva considera que a UNITA nem sequer é um partido formado por angolanos.
“Quer em Portugal quer em Angola, há quem entenda que há demasiada distância entre os dois países, há quem entenda que há demasiada cumplicidade, há quem entenda que há demasiada indiferença e há quem entenda que há demasiado relacionamento. Isso caracteriza mais as pessoas que emitem essas opiniões do que o estado das relações bilaterais e o comportamento dos dois Estados e dos dois Governos”, sustentou Santos Silva.

Santos Silva ou… Santos Silva

Depois da fase em que assumiu o papel de educar das classes operárias e ignorantes, começando pelos professores que não sabiam (agora sabem cada vez melhor) a diferença entre Salazar e os democratas, Augusto Santos Silva mostrou ser um fiel seguidor de José Sócrates.
Será que não consegue pôr os juízes Cláudio Ximenes e Manuel Almeida Cabral a decidir o Processo Marquês? Será que não consegue que o processo que envolve José Sócrates seja transferido para Luanda?
Recorde-se que uma das suas grandes obras, que importa agora recordar quando atiram o odioso da questão só para cima de José Sócrates, foi meter na ordem os jornalistas… também e sempre a bem de uma comunicação social moderna, livre e dinâmica. E meteu-os de forma profissional e sem o amadorismo.
Visto (sobretudo em parte do seu círculo partidário) como um homem competente e com grande capacidade de trabalho, Augusto Santos Silva foi considerado um dos ministros mais “políticos” dos governos de José Sócrates.
É claro que competência significa no dicionário socialista a capacidade para malhar em todos os que pensam de maneira diferente. Por isso Santos Silva associou, em Janeiro de 2006, a eleição de Cavaco Silva, “o candidato apoiado pela direita”, a uma tentativa de “golpe de Estado constitucional”. Recordam-se?
Santos Silva foi, aliás, eleito director do Acção Socialista, o órgão oficial do PS, sendo responsável na direcção partidária por toda a imprensa do partido. Isto para além, é claro, de toda a outra restante imprensa onde, em muitos casos, punha e dispunha… mesmo depois de ter passado para a pasta da Defesa.
Especialista em tudo, Augusto Santos Silva foi ministro da Educação entre 2000 e 2001, depois de ter sido secretário de Estado da Administração Educativa entre 1999 e 2000, e assumiu a pasta da Cultura entre 2001 e 2002. Como se vê…
Como se vê, alguns jornalistas meteram-se com os donos da verdade e do poder e foram para o olho da rua. Alguns empresários tiveram a ousadia de dizer umas tantas verdades ao chefe do posto e o resultado foi, sem apelo nem agravo, ver as suas empresas passadas a pente fino por todas as investigações possíveis e imaginárias.
Se calhar foi por isso que se deixaram de ouvir críticas como as que fez o ex-patrão do grupo Jerónimo Martins que disse que a crise estava a ser agravada pela “demagogia que o senhor primeiro-ministro (José Sócrates) está a empregar neste momento e que é absolutamente intolerável”.
Segundo Alberto Martins, na altura líder parlamentar do PS e depois ministro da Justiça, “o PS tinha a seu favor um património muito grande” porque foi “fundador da democracia”.
“Nunca como hoje temos condições de debate democrático”, sustentou em Setembro de 2009 Alberto Martins, passando ao lado de nunca como nesses tempos ter havido tantos jornalistas incómodos despedidos e tantos propagandistas transformados em jornalistas…
Sempre que questionado sobre uma futura visita de António Costa a Angola, Santos Silva repete que Lisboa e Luanda “consideram que é muito importante uma visita do primeiro-ministro português a Angola, e também que são muito importantes visitas das mais altas entidades angolanas a Portugal”.
As relações entre Portugal e Angola esfriaram, depois de Luanda ter condenado notícias da imprensa portuguesa sobre a constituição como arguido do então vice-presidente angolano, Manuel Vicente, por corrupção activa enquanto Presidente da Sonangol. Recorde-se que o regime do MPLA não brinca em serviço e, por isso, Angola é um dos países mais corruptos do mundo, o que lhe faculta toda a autoridade moral e ética para falar desta matéria.
Numa reacção sobre o assunto, em Fevereiro de 2017, o Governo angolano considerou “inamistosa e despropositada” a forma como as autoridades portuguesas divulgaram a acusação, alertando que essa acusação ameaçava as relações bilaterais.
No mês seguinte, o então ministro da Defesa angolano e candidato do MPLA às eleições (antecipadamente ganhas), João Lourenço, exigiu “respeito” das autoridades portuguesas às “principais entidades do Estado angolano”, admitindo que as relações bilaterais estavam “frias”.
Na sequência deste facto, ficou adiada “sine die”, a pedido de Angola, a visita da ministra da Justiça portuguesa, Francisca Van-Dúnem.

As culpas que a Europa deve expiar

Relembre-se que Augusto Santos Silva sustentou no dia 24 de Maio de 2017 que a Europa tem “culpas a expiar” por “desatenção recente” com África, defendendo uma maior cooperação entre os dois continentes para resolver problemas como as migrações. Se a hipocrisia deste ministro (e de uma forma geral de todos os governos portugueses) pagasse impostos, certamente que Portugal teria as suas contas públicas em ordem.
“É preciso mais cooperação entre a Europa e África, é preciso mais proximidade entre a Europa e a África. Quem tem culpas a expiar nesta relação, por desatenção recente, não é África, mas sim a Europa”, disse Augusto Santos Silva, intervindo como convidado de honra na comemoração do Dia de África (25 de Maio), organizada pelo corpo diplomático africano em Portugal.
Actualmente, acrescentou Augusto Santos Silva, os europeus têm “uma enorme responsabilidade adicional”. Têm sim senhor. Mas Portugal tem tantos, mas tantos, telhados de vidro (veja-se, por exemplo, o seu relacionamento com o regime do MPLA) que deveria estar quietinho e caladinho.
“Com a perspectiva de alguma viragem na política norte-americana quanto ao multilateralismo e às grandes agendas comuns, do clima ao desenvolvimento, a Europa tem a responsabilidade acrescida de liderar essas agendas”, sustentou o ministro, quase como se fosse Portugal uma virgem santa e não, como é, uma “prostituta” rainha dos mais putrefactos bordéis.
Portugal, acrescentou Santos Silva, “entende que a sua responsabilidade, como ponte que é entre África e Europa, é ajudar a Europa a compreender tudo isto”, ou seja, “situar a Europa do lado do futuro, ou seja, a Europa tem de estar situada do lado de África”. Lindo. Quase parece um poema concorrente aos jogos florais da Internacional Socialista.
“Esta consciência de que África é um parceiro essencial do ponto de vista económico, político, da segurança, estratégico, é hoje muito mais clara na Europa”, referiu o ministro português, servil acólito – embora disfarçado – do regime despótico do seu irmão gémeo na Internacional Socialista, o MPLA.
Portugal, afirmou, reconhece a “riqueza de África como um mercado económico e uma economia global”, mas isso mesmo “sabe a China, sabe a Índia, sabe a América” e “a União Europeia deveria saber melhor”.
Santos Silva justificou por isso que os portugueses têm procurado convencer a Europa a “regressar a África, não da forma como a explorou durante séculos, mas como um parceiro”. Como anedota não está mal.
fonte: jornalf8.net

Total de visualizações de página