Postagem em destaque

Veículo robótico russo pode destruir facilmente tanques de Leopard e Abrams.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... A versão de combate do veículo robótico russo Marker será capaz de d...

sábado, 13 de julho de 2013

OPINIÃO: PRONUNCIAR O NOME - BANA - É QUASE CANTAR UMA MORNA.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



A Morna de Cabo Verde e BANA, eternamente ligados nos nossos corações, reza o sentimento humano que entre nós alguém partiu, está sem se mexer mais, parado, mas vivo nas nossas memórias, fica no lugar onde não jaze uma estrela carregada de energia positiva, nem cessa nunca a sua luz sobre os amantes da Morna e da Coladeira, sua voz iluminará estados de espírito, para sempre, como símbolo vivo no lugar eterno.

Esta morte que parece mentira, por ser triste como a Morna e viva em cada um de nós, quando cantada, ouvida é sempre igual, no amor, cheio de recordações, dum Cabo verde "engolido" na voz do gigante da canção universal (Morna de Cabo Verde), BANA.

O Cabo-verdiano - BANA - filho de São Vicente (Adriano Gonçalves), oitenta e uma chuvas passadas entre nós, desde jovem, a canção tomou este destino por completo, do Mindelo os ventos da vida trouxe o Rei da Morna até nós, trouxe uma montanha de emoções, com a sua voz sentida em cada canção interpretada (Morna e Coladeira) por Ele. Um toque de alma, que ouvimos durante décadas, duma excelente qualidade de expressão de voz, identificada com as características do interprete na sua música, dum sentimento profundo, que falou com a Morna uma vida inteira, até ao último adeus, hoje, pronunciar o nome - BANA - é quase cantar uma morna, é uma verdade na eternidade, isto que acabo de afirmar, que fique na história de vida deste Homem do mundo inteiro, seu passado e futuro do Rei da Morna, filho de Cabo-Verde.
Eu era miúdo, ainda me lembro do grande BANA conversando com os meus pais em minha casa, nos anos setenta, a quando de uma digressão musical a Guiné-Bissau com a Orquestra Voz de Cabo Verde, e nunca mais me esqueço duma expressão usada pela minha mãe para o descrever, "hy-parssym Budjugu dy Kanhabák!", elogiando a sua expressão e postura corporal, isto num ambiente de confraternização familiar. Ele fica no coração como um remédio d'alma para todos nós, continua dando colo à saudade que fica, este amigo sempre presente, na alegria e na tristeza, no amor, entre os amantes da mesma música, uma testemunha silenciosa aqui está, através do som, da sua voz, que nunca vai parar sua ressonância afectiva,  cheia, do tamanho de um gigante da Morna, BANA para sempre.
Obrigado irmão e Camarada.
Que Deus lhe dê eterno descanso e Glória.


Djarama. Filomeno Pina.

LG introduz tela de LCD Full HD mais fina do mundo.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

LGD Full HD LCD Panel
Apresentação da tela super fina – Foto: Divulgação / LG
Ontem, dia 11 de Julho, a fabricante coreana LG fez um anúncio bem interessante sobre o futuro das telas de smartphones. Ela anunciou oficialmente sua tela superfina – são apenas 2,2 milímetros de espessura – de 5,2 polegadas com resolução de 1920 por 1080 pixels.
A tela utiliza uma nova tecnologia batizada de Advanced One Glass Solution (OGS). Ela consiste em um circuito impresso de dupla camada, inserido entre o painel de cristal líquido e o sensor sensível ao toque. Como estão combinadas, as camadas tornam-se única. O resultado tem um nível de brilho maior e a redução de 30% de linhas. A matriz de subpixel (lembrando que um pixel é formado por um conjunto de pixels de diferentes cores) é RGB (vermelho, verde e azul). Portanto a LG chama isso de Full HD verdadeiro (não há uma terceira cor para ajustar o resultado final).
As especificações da nova tela são ótimas. O brilho máximo é 535 nits (mais do que qualquer outro painel que já passou pelo INFOlab). O nível de contraste estático, com fluxo luminoso de 10 mil lux, é de 374:1. Pelo tamanho da tela, não é difícil pensar que este é o painel do LG Optimus G2. E, portanto, a densidade de pixels deste aparelho seria próxima a 423 ppi. Só para efeito de comparação a Samsung, na tela do Galaxy S4, usa a tecnologia Full HD Super AMOLED, de 5,0 polegadas com arranjo de subpixel RGBG e densidade de 441 ppi.
As duas empresas parecem ter tomado rumos diferentes. A LG quer manter o tradicional cristal líquido, buscando uma definição de cor e brilho melhor. E, como vimos em janeiro, a Samsung parece querer explorar as propriedades de uma tela flexível OLED com um nível de contraste maior (e por enquanto resolução menor), denominada Youm. Esta talvez possa ser a tela do próximo Galaxy Note (terceira geração). Vale dizer que ambas brigam para remover as camadas intermediárias ou até combiná-las para ganhar espaço.
fonte: INFOEXAME

Pequim quer apostar ainda mais nos países de língua portuguesa.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

0411072013
Terminado o 2º seminário de cooperação e intercâmbio entre Pequim e Macau, os responsáveis falam do sucesso de uma iniciativa que contou com dez empresas locais. Mas governantes do continente garantiram querer aproximar-se mais do mercado lusófono
Mais de 60 acordos assinados entre empresas de Macau e do continente, com um valor superior a dez mil milhões de RMB, um aumento de 61,1% face ao ano passado. É este o balanço traçado depois do 2º seminário de cooperação e intercâmbio entre Pequim e Macau, uma acção conjunta do Governo Central e de Macau, através do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento (IPIM). De Macau participaram dez empresas e de Pequim cerca de 70, segundo dados oficiais divulgados ontem em conferência de imprensa.
Apesar da cooperação regional parecer estar de vento em popa, o Governo Central não esquece a importância do mercado lusófono.
“Além da cooperação entre as duas partes também temos criado oportunidades para cooperar com os países de língua portuguesa e vamos aproveitar o papel do Fórum Macau”, disse Li Luxia, da entidade homóloga do IPIM em Pequim.
Irene Lau, directora-executiva do IPIM, garantiu que vai ser atingido “um patamar mais elevado de cooperação em outros domínios, e temos de fazer algo para estreitar mais os laços com os países de língua portuguesa”.
MASTV VENDEU 30%
Ontem foram ainda divulgados alguns dos negócios firmados no âmbito do seminário. A compra de 30% do canal de televisão MASTV por parte da Beijing Holdings, um negócio de 300 milhões de dólares de Hong Kong, foi um deles. Li Luxia considerou que o acordo simboliza “um acordo muito rico para a área da indústria cultural, bem como para o ramo televisivo”.
Empresas como a Shun Tak Holdings, da empresária Pansy Ho, “também assinaram acordos e também abriram o seu mercado aos países de língua portuguesa, na área dos serviços e do turismo”, acrescentou Li Luxia. Houve ainda um acordo com a Melco Crown para o espectáculo “House of Dancing Water”. Contudo, não foram avançados mais pormenores quanto aos contornos dos negócios firmados.
Tanto Pequim como Macau prometem ter uma “cooperação regular” e mais frequente. Li Luxia deixou bem claro que vão “implementar todos os acordos firmados para que se tornem projectos regulares”.



fonte: hojemacau.com.mo




Guiné-Conacry: dois militares condenados à prisão perpétua por ataque a domicílio de Condé.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Le président guinéen Alpha Condé.
O presidente guineense Alpha Condé. © Vincente Fournier/J.A.

Dois miliatares guineenses acusados ​​de tentativa de assassinato do Presidente Alpha Conde, cuja casa foi atacada em 2011, foram condenados no sábado, em Conakry, à prisão perpétua, outros oito réus pegaram de 2 a 15 anos de prisão.
Após sete meses de julgamento e 17 horas de deliberação, o Tribunal de Conakry deu seu veredicto no sábado que condenou à prisão perpétua o Comandante Alpha Oumar Diallo, informou AOB - descrito como o mentor do ataque, assim como o oficial Jean Guilavogui.
A Srª Badiar Fatou Diallo foi condenada a 15 anos de prisão, os outros são: almamy Aguibou Diallo, Mamadou Alpha Diallo. No total, 31 pessoas foram acusadas ​​de conspiração, violação de segurança do Estado, assassinato, tentativa de assassinato contra a pessoa do chefe de Estado, de posse ilegal de armas de guerra e destruição de propriedade pública e privada, etc. Dezessete réus, civis e militares, foram liberados.
Por sua parte, o comandante Aboubacar Sidiki Camara, ex-assessor do general Konaté, processado por posse e uso de "cânhamo indiano" (que é tomado como haxixe) foi condenado a dois anos de prisão fechando a cobertura de sua prisão preventiva.
Os condenados têm 10 dias para interpor recurso.
Em 19 de julho de 2011, a residência privada do chefe de Estado da Guiné foi atacada à noite por desconhecidos e um membro da guarda do presidente de Condé foi morto. Após este ataque, sessenta pessoas foram presas, entre as quais 43 soldados, incluindo General Nouhou Thiam, ex-chefe de Estado Maior do Exército sob o regime de transição liderado pelo general Konaté (Janeiro a Dezembro de 2010 ).
O General Thiam no entanto, não estava entre aqueles considerados pelo Tribunal de Assistência de Conakry, já que continuou com outros três oficiais superiores do exército em um tribunal militar.

fonte: jeuneafrique.com


Total de visualizações de página