Postagem em destaque

TRANSIÇÃO POLÍTICA NO MALI: Assimi Goïta e seus irmãos de armas estão jogando contra o relógio?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... As eleições gerais para marcar o fim da transição no Mali, vão acont...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Guiné-Bissau: Presidente e primeiro-ministro em Portugal.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Raimundo Pereira e Gomes Júnior, depostos no golpe de Estado, vão ser recebidos por Cavaco Silva.

O Presidente da República interino e o primeiro-ministro da Guiné-Bissau, depostos no golpe de Estado de 12 de Abril, chegaram esta quarta-feira de manhã a Portugal, disse à agência Lusa o embaixador guineense, Fali Embaló.

«Sim, já chegaram. Estamos no aeroporto», disse o embaixador, contactado telefonicamente pela Lusa.

Raimundo Pereira e Carlos Gomes Júnior estavam na capital da Costa do Marfim, Abijan, desde o dia 28 de abril, para onde se deslocarem após terem sido libertados pelos militares golpistas, após vários dias de cativeiro.

O chefe de Estado português, Cavaco Silva, vai receber esta quarta-feira à tarde o Presidente da República interino e o primeiro-ministro da Guiné-Bissau. Numa nota de agenda divulgada esta manhã, é apenas referido que o encontro decorrerá às 15:00, no Palácio de Belém.

Entretanto, fonte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) disse também à Lusa que os dois governantes depostos vão ser recebidos às 17:00 por representantes dos países-membros na sede da organização lusófona, em Lisboa.

fonte: TVI24

Presidente de transição Serifo Nhamadjo nomeia conselheiros e assessores.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Bissau, 15 mai (Lusa) – O Presidente de transição da Guiné-Bissau, Serifo Nhamadjo, nomeou hoje cinco elementos do seu gabinete entre assessores e conselheiros da presidência, foi anunciado pela rádio nacional.
Em decretos presidenciais, Serifo Nhamadjo nomeou Satú Camara, chefe da casa civil da presidência, Serifo Jaquité, secretário-geral, e Dino Seidi, chefe do protocolo da presidência. Os três ocupavam as mesmas funções quando Malam Bacai Sanhá era Presidente da Guiné-Bissau.
Sanhá faleceu em janeiro passado vítima de doença prolongada e todos foram exonerados pelo Presidente interino, Raimundo Pereira.
O Presidente de transição guineense nomeou Abdulai Jibrilo Baldé para conselheiro especial e Henrique Adriano Silva para seu conselheiro para assuntos políticos e diplomáticos.
São as primeiras nomeações feitas por Serifo Nhamadjo, desde a sua indigitação pela CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental), com o acordo do Comando Militar e de partidos da oposição, para liderar, durante um ano, a transição na Guiné-Bissau, na sequência do golpe de Estado militar ocorrido no dia 12 de abril passado.
Aguarda-se que Nhamadjo nomeia ainda esta semana um primeiro-ministro.
fonte: Sapo Notícias

COMANDO MILITAR PROÍBE 58 PESSOAS DE SAÍREM DO PAÍS.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

ANTONIO INDJAI

Bissau, 14 mai (Lusa) - O Comando Militar, que tomou o poder na Guiné-Bissau a 12 de abril, emitiu uma ordem que proíbe a saída do país a 58 pessoas, entre elas os membros do Governo deposto e dirigentes do partido no poder, o PAIGC, foi hoje divulgado.

A ordem, com o carimbo do Estado-Maior General das Forças Armadas da Guiné-Bissau, é datada de 09 de maio e é despachada para ser cumprida em todos os postos de fronteira do país.

"Por ordem do Comando Militar, as pessoas cujos nomes se encontram abaixo discriminados não podem sair do país até que seja emitida uma outra ordem que desmerece a presente, isto é, quando o país voltar plenamente à tranquilidade", de acordo com o documento de duas páginas, a que a agência Lusa teve hoje acesso.


 fonte: Pravda News

EUA apoiam nomeação de presidente interino da Guiné-Bissau Serifo Nhamadjo.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Nova Iorque, 14 mai (Lusa) - Os Estados Unidos apoiaram hoje a nomeação de Serifo Nhamadjo como presidente interino da Guiné-Bissau, apelando a todos os atores da crise guineense para "aceitarem e trabalharem" com o novo governo.

"Saudamos a negociada nomeação de Serifo Nhamadjo como líder de um governo de transição e apelamos a todos os atores para o aceitarem e trabalharem juntos para trazer estabilidade, Estado de Direito, democracia, prosperidade e respeito pelos Direitos Humanos à Guiné-Bissau", refere nota enviada à Lusa pelo Departamento de Estado.

O PAIGC, partido no poder aquando do golpe de 12 de abril, e diversos parceiros internacionais da Guiné-Bissau, vinham defendendo o regresso ao poder do primeiro ministro eleito, Carlos Gomes Júnior, e a realização da segunda volta das eleições presidenciais interrompidas, em que este era o favorito à vitória.


fonte: Pravda News

Total de visualizações de página