Postagem em destaque

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... No Senegal, a tensão mantém-se elevada em torno da intimação pela Ju...

quarta-feira, 4 de janeiro de 2023

Ilhas Maurícias: Drogas - Crônica de apreensões em 2022 com investigações inacabadas…

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Imagem: Polícia Judiciária São Tomé e Príncipe E quanto aos relatórios e investigações do Laboratório de Ciências Forenses (FSL)? Pequeno Papai Noel, quando você desceu do céu, esperamos que não tenha esquecido as pesquisas aos milhares... Durante sua coletiva de imprensa, o comissário de polícia anunciou mais de Rs 724 milhões em drogas apreendidas pela Unidade Antidrogas e Contrabando (ADSU) em agosto de 2022. Uma das últimas apreensões data de 2 de outubro em Rivière-Noire , onde 42 kg de maconha foram encontrados. De acordo com o relatório anual da Autoridade Tributária de Maurício, Rs 272 milhões em drogas foram apreendidos no aeroporto e no porto, durante o período de 2021-2022. No topo do ranking, a heroína, com uma apreensão estimada em Rs 150 milhões, seguida da metanfetamina (Rs 65 milhões) e da maconha sintética (Rs 31 milhões). Onde estamos com essas pesquisas? Os relatórios FSL estão disponíveis para esses casos? Uma apreensão substancial de drogas, quatro quilos de heroína, no valor de Rs 60 milhões e uma grande quantidade de joias, em 16 de abril? Os investigadores da ADSU da Divisão Oeste estão começando a ter uma ideia. Após a prisão de Sylvio Pierre Yannick Louis, morador de Pointe-aux-Sables, em 7 de abril, os policiais dessa mesma divisão realizaram uma batida em outro morador de Pointe-aux-Sables no dia seguinte, mas nada de incriminador. casa. Onde estamos com a investigação? O relatório do FSL caiu? Nenhuma acusação foi apresentada contra Sylvio Pierre Yannick Louis e a investigação ainda está “em andamento”. INR 225 milhões em heroína em Belle-Mare Em 11 de abril, uma operação liderada pelo inspetor Seebnauth e homens do DCIU Leste, trabalhando sob a supervisão do comissário de polícia Anil Kumar Dip, descobriu uma grande quantidade de drogas após uma operação de vigilância de mais de 72 horas e trabalho discreto de inteligência. Louis Richard Arthémidor é suspeito de atuar como lojista de heroína no valor de Rs 220 milhões - 15 quilos de heroína foram encontrados em sua casa em Belle-Mare. Bateria quebrada: 1,5 quilo de droga sintética em um terreno baldio 1,5 kg de droga sintética com valor de mercado de Rs 18 milhões é descoberto pela Special Stricking Team (SST) em Batterie-Cassée, Roche-Bois, em 24 de agosto. Esta droga estava escondida em um saco perto de um terreno baldio neste subúrbio de Port-Louis. Jean Christian Ravina é preso com rs 5 milhões de drogas Jean Christian Ravina, morador de Batterie-Cassee, também conhecido como Moustik, foi preso em 15 de setembro sob a acusação provisória de tráfico de drogas. Ele havia sido flagrado com uma sacola plástica contendo 373 gramas de droga sintética e 79 doses de heroína de 10,40 gramas. Rs 17 milhões de heroína encontrada no mar, versão “bonecas russas” O Western Drug Squad faz uma grande captura no sábado, 1º de outubro. Eles vão não muito longe da avenida Dorade, em Baie-du-Tombeau, e vão para o mar com seus equipamentos de mergulho. A polícia vai até uma garrafa e descobre que a tampa está ligada a um fio preso a uma pedra jogada na água. Os detetives mergulham nesse perímetro e encontram dois contêineres amarrados com arame de metal. Depois de trazê-los de volta ao continente, a polícia descobriu que os contêineres continham dois sacos grandes que continham outros sachês menores de heroína de 284,08 g, 322,89 g, 302,76 g e 258,44 g, ou seja, um total de 1,17 kg com um mercado valor de R$ 17 milhões. O proprietário desta droga é atualmente desconhecido. 100 quilos de cannabis reduzidos a 56 quilos em Rivière-Noire O SST, sob a supervisão do ASP Ashik Jagai, fez uma grande apreensão de maconha na manhã de 3 de outubro em Rivière-Noire. De acordo com um primeiro anúncio, a captura envolveu 100 quilos de maconha no valor de vários milhões de rúpias. No entanto, a quantidade foi revisada para baixo, para 56 quilos. Seis suspeitos são presos, incluindo um policial, Jonathan Rabot. Segundo seu advogado, o relatório da FSL ainda não é conhecido. R$ 48 milhões em cocaína são apreendidos em duas garrafas de gim no aeroporto Oficiais da Seção Antinarcóticos da Alfândega (CANS) suspeitaram deles quando chegaram no voo KF 2301 de Bruxelas em 29 de outubro. Funcionários da alfândega e policiais da ADSU no aeroporto prendem duas mulheres ucranianas. São elas Maria Peresolkina, influenciadora de 26 anos, e Olena Levina, dona de casa de 30. Durante a busca, a polícia encontra duas garrafas de gim, ambas com um líquido suspeito de ser uma droga perigosa. Um teste de campo feito no local acabou sendo positivo para cocaína. No mesmo dia, no escritório da CANS, agentes da ADSU prenderam, com base em denúncias, um passageiro do mesmo voo. Este é John-Mick Martingale, um cozinheiro mauriciano de 31 anos residente na Bélgica. Bruneau Laurette e suas sementes de chia Em 4 de novembro, Bruneau Laurette e seu filho, Ryan Lucas, foram presos na casa do político-ativista em Petit-Verger, St-Pierre, e levados para o Quartel Central. A acusação é de suposto tráfico de drogas e posse de armas de fogo, após a descoberta pela SST de 42 kg de haxixe no valor de Rs 210 milhões e duas pistolas no porta-malas de seu carro registrado JR 12. Há também uma batida policial na casa de Dominique Raya, a companheira de Bruneau Laurette, que mora em Calodyne, no final da tarde, e nada de suspeito é encontrado por lá. O relatório da FSL sobre a suposta droga sintética apreendida em Bruneau Laurette (cerca de 700 g) revela que se trata de sementes de chia. Esta acusação é, portanto, anulada no tribunal em 28 de novembro. Além disso, o advogado do ativista, Me Shakeel Mohamed, ainda aguarda o relatório da FSL sobre a pureza do haxixe apreendido. Conversamos com Me Rouben Mooroongapillay, que explica que o relatório confirmou apenas a presença de THL (tetrahidrocanabinol). Wayne Attock: alegação de plantio De acordo com a ADSU, 78,8 gramas de heroína, com valor de mercado estimado em cerca de Rs 1 milhão, bem como joias de ouro, foram apreendidos durante uma batida na casa de Wayne Attock. Vários veículos que pertenceriam ao criador de porcos, incluindo um Ford Raptor, um Nissan Qashqai, uma carrinha e um barco, estão lacrados. Conversamos com seu advogado Me Rama Valayden, que explica que o relatório do FSL será conhecido em breve. Procuramos uma versão do lado da sede da ADSU. DCP Choolun Bhojoo confirmou que os relatórios do FSL sobre os arquivos citados não podem ser revelados, pois as investigações estão em andamento. fonte: https://lexpress.mu/

Este ganês é o homem mais alto do mundo.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
O ganense Sulemana Abdul Samed, também conhecido como "Awuche", é o homem mais alto do mundo. Originário de Gambaga, no nordeste de Gana, ele tem 2,89 metros de altura. O jogador de 29 anos soube de seu recorde de altura durante uma visita ao hospital local devido a problemas de saúde. As enfermeiras ao medir sua altura notaram que ele havia crescido mais no espaço de algumas semanas. Apenas três meses atrás, tinha 2,7 metros de altura. Sulemana Abdul Samed, também conhecido como "Awuche", tornou-se gigante há alguns anos. Ele diz que notou a anormalidade de seus membros em uma manhã de 2015, quando acordou. "Percebi que minha língua estava dilatada na boca a ponto de não conseguir respirar direito", disse ele. Com os membros crescendo rapidamente com o passar dos dias, ele decidiu se internar no hospital de Gambaga, sua cidade natal, porque também enfrentava problemas de saúde. Os médicos descobriram que Awuche crescia quase diariamente e se tornava gigante a cada dia. Eles diagnosticaram várias complicações que deram origem a defeitos cardíacos. Ele tinha sua coluna anormalmente curvada, síndrome de Marfan, uma condição genética que afetava os tecidos conjuntivos do corpo. Segundo especialistas, uma cirurgia em seu cérebro é imperativa para interromper o crescimento. Durante uma nova visita ao hospital, as enfermeiras notaram novamente um aumento no tamanho de seus pacientes misteriosos. Sulemana Abdul Samed deve agora resolver para o seu novo estatuto já que em outubro de 2022, foi declarado o homem mais alto do Gana e até do mundo com 2,7 metros de comprimento superando o recorde de 2,51 metros do sultão turco Kösen. Quase três meses depois, o homem bateu um novo recorde, atingindo a altura de 2,89 metros. Esse tamanho anormal é considerado pelos especialistas como uma patologia. Ele chama isso de “gigantismo”, uma síndrome que faz com que os ossos se estiquem desproporcionalmente. O tamanho de Awuche supera algumas construções de sua cidade e foi necessário construir uma casa em sua altura. O sonho de ser motorista também é desfeito, pois ele não pode entrar em um veículo. “Estava a planear ir para a autoescola, mas mesmo quando mexo o banco para trás não consigo segurar o volante... não consigo esticar a perna porque o meu joelho vai bater no volante,” revelou. A sua fama espalhou-se pela zona onde se tornou uma atracção e todos os que o visitam querem tirar uma fotografia com ele. fonte: https://lanouvelletribune.info/

Senegal: advogados de Sonko apresentam pedido de demissão.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Tendo o decano dos juízes encerrado as informações judiciais sobre o caso DOCE BELEZA, no qual Ousmane Sonko é acusado de estupro pelo massagista Adji Sarr, os advogados do líder do partido Pastef les patriotes apresentaram suas observações na terça-feira. Para além da apresentação de observações, decidiram acompanhá-la com um pedido de despedimento do seu cliente. Entre essas observações, os advogados de Ousmane Sonko lamentam o fato de alguns deles não terem recebido o processo. Recordam também que alguns dos seus pedidos não foram acatados pelo juiz de instrução. Assim, eles também querem que o juiz lhes comunique a acusação da acusação antes de emitir uma ordem final. Recorde-se que é já esta terça-feira que termina o prazo concedido aos advogados de defesa e de partes civis. Os advogados de Ousmane Sonko esperam que o juiz que ainda tem o processo decida sobre o seu pedido antes de o comunicar à acusação. O procedimento seria que, uma vez recebido o processo, o Ministério Público tivesse um prazo de 15 dias para transmitir a sua acusação. Quer isto dizer que o caso Sweet Beauty está no seu último ponto de viragem e tudo indica que o julgamento é agora inevitável quando sabemos que o poder em vigor está pronto a tudo para invalidar a candidatura de Ousmane Sonko à presidência de 2024. Principal opositor do Presidente Macky Sall que continua a manter a imprecisão sobre a possibilidade de uma 3ª candidatura. Tornou-se um importante ponto de discussão no país pouco mais de um ano antes da eleição presidencial de 2024. fonte: https://lanouvelletribune.info/

Tráfico de lixo eletrônico para a África é desmantelado na Espanha.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Em Espanha, foi desmantelada uma rede de tráfico de lixo eletrónico para África e 43 pessoas detidas pela alfândega e pela Guarda Civil. As autoridades anunciaram a exploração na terça-feira, 3 de janeiro de 2023. Essa organização criminosa já despejou mais de 5.000 toneladas desse resíduo perigoso em países como Nigéria, Senegal, Mauritânia e até Gana, segundo a revista Geo. Os traficantes conseguiram lucrar mais de um milhão de euros nos últimos dois anos. Os países africanos tornaram-se depósitos de lixo eletrônico das Ilhas Canárias. Eles receberam aparelhos eletrônicos que não estavam mais em uso e viraram lixo em seus países de origem. Os autores deste tráfico criaram uma empresa fictícia a pretexto da gestão de resíduos e recuperaram estes aparelhos para depois os venderem em África, nomeadamente na Nigéria, Mauritânia, Gana e Senegal. São mais de 5.000 toneladas de lixo eletrônico que foram despejadas no mercado africano para um benefício econômico de mais de um milhão e meio de euros, segundo o Ministério das Finanças espanhol. E, no entanto, são resíduos tóxicos e perigosos para o meio ambiente. Devem ser confiados a empresas autorizadas para a sua descontaminação. Segundo a Geo Magazine, esses dispositivos contêm mercúrio, chumbo, cádmio, arsênico e fósforo, todos os quais contribuem para o aquecimento global. A rede foi finalmente desmascarada pela alfândega e guarda civil espanhola. Segundo as explicações das explicações das autoridades, a abordagem da rede consistiu em retirar os resíduos do canal legal com a ajuda de uma suposta empresa gestora que falsificou documentos sobre a origem e gestão. 43 traficantes foram presos e são indiciados por supostos crimes contra o meio ambiente, falsificação e uso de falsificação e associação a organização criminosa. https://lanouvelletribune.info/

ASSIM SE VÊ O (DES)PRESTÍGIO DO REINO.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Lula da Silva ignorou a presença do general João Lourenço, desmarcando a reunião que estava agendada para segunda-feira no Palácio do Itamaraty. É mesmo preciso ter azar. Apesar dos muitos bruxos e videntes que tem no seu harém, nada bate certo para o general João Lourenço. Desde logo, o chefe adjunto da sua Unidade de Segurança Presidencial, brigadeiro Santos Manuel Nobre “Barba Branca”, levou no focinho, em Brasília, quando agrediu angolanos que se manifestavam à porta do hotel onde estava a comitiva presidencial… Apesar de tudo isso, o governo do MPLA vem agora dizer que Angola e o Brasil pretendem impulsionar o desenvolvimento das relações diplomáticas e de cooperação com a realização da Reunião da Comissão Mista Bilateral até finais de Março ou princípio de Abril. A decisão resultou, diz o governo, do encontro que o ministro das Relações Exteriores, Téte António, manteve com o seu homólogo brasileiro, Mauro Vieira, esta terça-feira, em Brasília. Em declarações à imprensa, o diplomata brasileiro considerou Angola um país amigo, “grande sócio” e relevante no domínio das relações internacionais. “Nós acabamos de ter uma reunião onde tratamos dos temas mais importantes e mais imediatos da nossa relação bilateral. E conversamos sobre a realização, em breve, em data que será proximamente fixada para finais de Março ou princípio de Abril, da nossa Comissão Mista que tem sido preparada ao longo dos últimos meses”, frisou. Por seu turno, o ministro angolano das Relações Exteriores, Téte António, sem detalhar os domínios da cooperação bilateral a serem relançados, confirmou a realização da reunião em Brasília. “Não vamos entrar em detalhes porque teremos a mesma comissão a ser realizada aqui no Brasil. E na altura daremos todos os detalhes sobre os domínios de cooperação que são sobejamente conhecidos, tendo em conta a história dos dois países que têm tido uma cooperação muito profícua e muito proveitosa para os dois povos”, disse. O encontro entre os dois ministros das Relações Exteriores aconteceu no quadro da viagem do Chefe de Estado angolano, general João Lourenço, ao Brasil, onde participou na cerimónia de tomada de posse do Presidente Luís Inácio Lula da Silva, no dia 1 de Janeiro. Antes desta visita, o ministro disse que “o Brasil é a terceira economia do continente americano, depois dos Estados Unidos e do Canadá e a nona economia mundial. Portanto, temos muita coisa a fazer com o Brasil no que diz respeito aos nossos próprios interesses que têm a ver com a diversificação da economia, já que o Brasil tem instrumentos e conhecimentos científicos que pode partilhar com Angola nesse sentido”. O ministro garantiu que em 2023 a diplomacia entre os dois países vai crescer ainda mais com a assinatura de um Memorando de Entendimento, que abrange, entre outros, sectores chave como agricultura e indústria, no âmbito do processo de diversificação da economia angolana, supostamente – presumimos – iniciado há 47 anos… Téte António informou que o país tem vários domínios em que assenta a cooperação com o Brasil, mas defende a necessidade de se mudar de paradigma, através da criação de uma Comissão Bilateral para o efeito. O ministro das Relações Exteriores revelou, por outro lado, que algumas entidades, presentes na tomada de posse, já se manifestaram em cooperar com Angola, sem, contudo, avançar detalhes até a concretização dos mesmos. No passado dia 31 de Outubro, o Presidente angolano, expressou “calorosas felicitações” pela eleição de Lula da Silva, como Presidente do Brasil, considerando esta como sinal de “esperança e prosperidade” para os brasileiros, manifestando vontade de “resgatar” relações bilaterais. Para o general João Lourenço, a escolha de Lula da Silva para a mais alta magistratura do Brasil traduz, “para o povo brasileiro, a esperança de que, sob vossa liderança, a nação brasileira trilhará os caminhos da prosperidade” assentes em valores que não pratica em Angola, como sejam a democracia, a justiça social, a inclusão e as regras de um Estado de Direito. O Presidente angolano (derrotado pelo voto popular mas consagrado por decisão das sucursais do MPLA, como a CNE e o Tribunal Constitucional) recordou que Angola e Brasil acumulam um passado recente de ricas memórias de relações bilaterais que “precisam de ser resgatada”. E, por isso, “acredito que os laços históricos de amizade e de fraternidade entre os nossos povos poderão nos impulsionar a trabalhar afincadamente no sentido de estreitamento das relações de cooperação bilateral existentes entre os nossos governos”, no interesse de Angola e do Brasil. João Lourenço, na sua mensagem endereçou igualmente a Lula da Silva “melhores votos de bem-estar pessoal e de sucesso na sua honrosa missão para a qual foi indicado a desempenhar por escolha do povo brasileiro”. Relações de (velhos) amigos Recorde-se que no dia 9 de Fevereiro de 2018 o então chefe da diplomacia brasileira, Aloysio Nunes, anunciou que o seu país concedeu a Angola um financiamento de dois mil milhões de dólares (1,6 mil milhões de euros) para financiar trocas comerciais e promover o investimento entre os dois países. Na altura, Aloysio Nunes disse ter reafirmado ao Presidente João Lourenço o empenho do Brasil em relançar as relações bilaterais: “Uma relação estratégica, uma relação antiga, uma relação que vem do tempo da independência. O Governo brasileiro foi o primeiro Governo a reconhecer a independência de Angola, no mesmo dia em que a independência foi proclamada”. “O Governo brasileiro ofereceu já um financiamento de dois biliões de dólares, que poderá ser aplicado por bancos públicos como também por bancos particulares, para financiar trocas comerciais, investimentos”, disse Aloysio Nunes. “Porque nós acreditamos que além dos aspectos tradicionais da cooperação na área da saúde, da educação, na defesa, que nós queremos incrementar, é muito importante que haja entendimentos entre os nossos empresários para promover desenvolvimento tanto no Brasil quanto em Angola, e esse instrumento que vamos assinar, logo mais, é muito importante para dar segurança a esse intercâmbio”, acrescentou. Em Janeiro de 2018 o então ministro das Finanças angolano, Archer Mangueira, deslocou-se ao Brasil para negociar a reabertura dos desembolsos da linha de crédito para o financiamento de alguns projectos de investimento público inscritos no Orçamento Geral do Estado de 2018. Refira-se que João Lourenço reuniu-se a 24 de Janeiro de 2018, na Suíça, com o seu então homólogo brasileiro, Michel Temer, à margem do Fórum Económico de Davos, tendo sublinhando aos jornalistas a importância das relações entre os dois países, anunciando a partida para Brasília do ministro das Finanças para negociar a retomada dos financiamentos do BNDES a Angola. “A nossa prioridade é financiar obras públicas de grande envergadura, nomeadamente infra-estruturas nos sectores da construção, da energia e águas, sobretudo em barragens eléctricas”, justificou ainda o general João Lourenço, a propósito das negociações entre os dois Governos. No dia 13 de Abril de 2017 ficou a saber-se que um ex-gestor da construtora brasileira Odebrecht afirmou em depoimento à Procuradoria brasileira que o grupo pagou uma comissão de 20 milhões de dólares a um ministro angolano, cujo nome não foi revelado. Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, apontado como antigo dirigente do departamento de comissões na gigante brasileira da construção, afirmou ainda em depoimento na Procuradoria-Geral da República (PGR) brasileira, no âmbito das investigações da operação Lava-Jato, que o dinheiro foi transferido para o Banco Espírito Santo no Dubai, e registado no planeamento de comissões da Odebrecht. O juiz de investigação, Edson Fachin, remeteu o depoimento e pediu a manifestação do Ministério Público Federal brasileiro sobre o alegado pagamento de “luvas” no valor de 20 milhões de dólares (18,8 milhões de euros) a um ministro angolano. “Considerando (…) a informação de que o pagamento da suposta propina teria sido efectuado por intermédio do Sector de Operações Estruturadas da Odebrecht preliminarmente, mantido o sigilo dos presentes autos, determino a remessa dos autos ao Ministério Público para que se manifeste sobre a aplicabilidade da lei penal brasileira aos factos narrados”, escreveu Edson Fachin. Entretanto, um juiz federal de Nova Iorque condenou no dia 17 de Abril 2017 a Odebrecht a pagar uma multa de 2,6 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros), pelo escândalo dos subornos em países de África e da América do Sul. A empresa brasileira deveria pagar 2,39 mil milhões de dólares no Brasil, 116 milhões na Suíça e mais 93 milhões nos EUA em resultado da sentença ditada pelo juiz Raymond Dearie, confirmou à agência EFE um porta-voz da procuradoria federal do distrito leste de Nova Iorque. A sanção multimilionária, que foi conhecida num tribunal de Brooklyn, resultou de um acordo negociado pela construtora brasileira com o Departamento de Justiça, bem como com as autoridades de Brasil e Suíça. Segundo o Departamento de Justiça, a Odebrecht pagou cerca de 788 milhões de dólares em subornos em 12 países de África e da América do Sul, incluindo o Brasil, onde anda a ser investigada há vários anos no quadro da corrupção na petrolífera estatal Petrobras. O pagamento de subornos foi feito a propósito de “mais de 10 projectos em 12 países: Angola, Argentina, Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guatemala, México, Moçambique, Panamá, Peru e Venezuela”, segundo os documentos do tribunal. folha8

Ataque com carro-bomba na Nigéria: o alvo era o presidente Buhari, de acordo com o Estado Islâmico na África Ocidental.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...
Na Nigéria, o estado de Kogi foi alvo de um ataque terrorista na quinta-feira, 29 de dezembro de 2022. De fato, a explosão de um carro-bomba matou pelo menos 4 pessoas e feriu várias em Okéné, uma área do governo local. A explosão ocorreu por volta das 9h, horário nigeriano, cerca de uma hora antes da chegada do presidente Muhammadu Buhari, que estava no estado do centro-norte do país para inaugurar alguns projetos. O grupo Estado Islâmico na África Ocidental reivindicou a responsabilidade pelo ataque na segunda-feira, 2 de janeiro de 2023, antes de indicar que tinha como alvo o presidente nigeriano em visita à região. O alvo do carro-bomba era Muhammadu Buhari, disse o grupo terrorista. Ataques regulares em Kogi nos últimos oito meses O ataque é o sétimo reivindicado pela organização jihadista nos últimos oito meses. Em abril de 2022, combatentes do grupo Estado Islâmico na África Ocidental atacaram uma delegacia de polícia em Adavi, uma área do governo local. 3 policiais foram mortos. No mês seguinte, uma explosão em um bar estadual deixou 3 mortos e 16 feridos. Os ataques do Estado Islâmico na África Ocidental continuaram até outubro de 2022. Neste mês, foi a paróquia Sangue de Jesus da Igreja do Cristianismo Celestial que recebeu a visita dos jihadistas. Eles mataram dois fiéis e feriram vários. Na Nigéria, a questão do terrorismo é uma preocupação nacional. fonte: seneweb.com

Total de visualizações de página