Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Preocupações como novos casos de Ebola mostram primeiro aumento em 2015.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



O número de novos casos de Ebola subiu em todos os três países mais atingidos da África Ocidental, na última semana de janeiro, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quarta-feira.

Foi o primeiro aumento semanal verificado em 2015, pondo fim a uma série de declínios encorajadores.

A OMS diz que Serra Leoa registrou 80 dos 124 novos casos, Guiné 39 e Libéria Os restantes cinco.

Quase 9.000 pessoas morreram de Ebola desde Dezembro de 2013.

Dr David Nabarro, o enviado especial das Nações Unidas sobre o Ebola, disse que o pequeno aumento dos casos de Ebola constitui uma preocupação, mas eles já sabiam que haveria crises.

"Nós estamos num bom caminho, isso tem decrescido, mas nós realmente temos que estar vigilantes, porque ainda há focos de infecção", disse ele.

Apenas a uma semana atrás, a OMS anunciou seu mais baixo registro semanal de novos casos desde junho de 2014, aumentando as esperanças de que um ponto de viragem na luta contra a doença poderia ter sido alcançado.

Mas a suspeita de trabalhadores humanitários, especialmente na Guiné, e por práticas locais inseguros continuavam a dificultar os esforços para conter o vírus, disse a agência das Nações Unidas.

Onze novos casos foram atribuídos a um enterro inseguro, que teve lugar na Guiné África Ocidental, na fronteira com a Costa do Marfim, onde uma equipe de resposta rápida já foi implantada, o que gerou um acréscimo.

Mourners disse ter pego a doença no passado ao tocar os corpos altamente contagiosos dos entes queridos falecidos.

Quase um terço das 34 prefeituras da Guiné relataram que pelo menos houve um incidente por falta de segurança ou outra forma de recusa em cooperar com os trabalhadores de saúde na semana anterior.

A OMS enfatizou a necessidade de intensificar os esforços antes do início da estação das chuvas que vai de abril a maio, quando as chuvas podem bloquear estradas e tornar mais difícil para as equipes de saúde fazer viagens.

#africareview.com


Violência marca jogo na África.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

BARRY ALDWORTH/EFE /

Cenas de violência ofuscaram a semifinal da Copa das Nações Africanas nesta quinta-feira (5), quando Gana alcançou a final com uma vitória por 3 a 0 sobre a anfitriã Guiné Equatorial em partida que foi interrompida por 34 minutos no fim do segundo tempo.
Parte da torcida invadiu o campo e o jogo foi paralisado a oito minutos do fim. Alguns procuraram refúgio atrás do gol depois que torcedores da casa atacaram os apoiadores de Gana e atiraram objetos em sua direção.
As forças de segurança dispararam gás lacrimogêneo e usaram um helicóptero para dispersar a multidão, quase esvaziando as arquibancadas antes que o jogo fosse finalmente concluído.
Um pênalti polêmico convertido por Jordan Ayew aos 42 minutos, que inicialmente provocou a violência, foi seguido por gols de Mubarak Wakaso e Andre Ayew. Gana e Costa do Marfim fazem a final no domingo.
#gazetadopovo.com.br

Total de visualizações de página