Postagem em destaque

Veredicto do caso Sonko-Adji Sarr: uma “sentença injusta”, de acordo com Malick Gackou.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... A sentença proferida pela justiça nesta quinta-feira no caso Ousmane...

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Bolsa de estudos para o mestrado em Estudos Europeus, disponíveis para os estudantes ou profissionais de África Ocidental. Prazo: 15 de Março de 2014.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

WAI-Stipendiaten-2013-2014 Annabel-Michael

Para mais informações click aqui -->Click no link.

# http://www.westafricainstitute.org/



Assembleia regional do Leste Africano "um trem da alegria".

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



A Assembléia Legislativa do Leste Africano, em Kampala, Uganda, em junho de 2013. FOTO | GROUP Nation Media

A Assembleia Legislativa do Leste Africano ( Eala ) seria a mais bem paga na região e perdendo apenas para a Nigéria no continente, após a aprovação de um incremento de $US 1.208 no salário  dos parlamentares para os seus salários base em julho.

Os Deputados esperam ganhar $6.408 dólares como seus salários base, que está acima dos 5.200 dólares após a aprovação pelos Chefes de Estado da EAC na cimeira de Novembro em Kampala e que esse aumento deve entrar em vigor nos anos de 2014/2015, através do orçamento adotado pela EALA.

No orçamento proposto por EAC, Eala alocou a importância de $ 14.7milhões, cerca de 6,3 por cento superior ao seu orçamento de 2013/2014.

Os deputados têm direito a um subsídio de US $ 400 por dia além de seguro médico / bilhete de viagem.

Considerando-se que a média dos dias trabalhados pelos deputados durante a sessão plenária de cada mês é de 12 dias, os seus subsídios chegam até US $ 4.800. Mas eles podem ganhar até 8.500 dólares, uma vez que, quando não estão em plenário, eles fazem o trabalho no comité.

Os parlamentares vão agora levar para casa US$14.908 dólares por mês, incluindo os subsídios.

Além dos vencimentos de base dos deputados, eles recebem do secretariado da EAC, portanto, eles recebem também subsídios de facilitação nos seus estados de origem para atividades como sensibilizar os cidadãos sobre assuntos da EAC, conforme exigido pelos regulamentos da EALA.

Melhores salários

"Segundo Eala, desfrutam-se hoje dessas regalias, mas os primeiros parlamentares ganhavam um valor mais baixo, um ponto tão baixo quanto $ 1.200, " disse um funcionário EAC.

" Na Segunda Assembléia eles levantaram-se na sequência de um forte apelo de que eles eram os legisladores regionais, portanto, merecem melhores salários. "

Até agora, segundo a EALA, os deputados apreciaram melhores salários em comparação com outros parlamentos nacionais da região para além do Quênia .
Os políticos quenianos são os muito bem pagos na região e os segundos na África depois dos legisladores nigerianos, com um salário base mensal de $13.740 dólares e que está sujeito a um incremento anual de 8 por cento.

Seus colegas nigerianos, os líderes mundiais, ganham um salário mensal de cerca de $15.800 dólares, excluindo os subsídios. Os Parlamentares de Uganda ganham um salário mensal de $8.715, da Tanzânia $7.266 dólares, enquanto que os deputados de Ruanda ganham $1.271 dólares por mês.

No orçamento de EAC, cada estado parceiro tem uma contribuição anual para o funcionamento do secretariado, Tribunal de Justiça, o Conselho Inter-Universitário e Eala.

Eala é o órgão legislativo da Comunidade Leste Africano.

# africareview

Total de visualizações de página