Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Angola: JES quebra o silêncio e reage em carta dirigida ao País.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



No documento enviado aos presidentes do Tribunal Constitucional e da Assembleia Nacional e à imprensa nacional, o ex-PR terá saído em defesa da filha no processo de arresto das contas bancárias da empresária no País.

Com o nome envolvido no despacho-sentença do Tribunal Provincial de Luanda como tendo facilitado os negócios à filha em prejuízo dos interesses do Estado, José Eduardo quebrou o silêncio e decidiu endereçar ao País uma carta onde espelha a sua versão dos factos.

A confirmação da missiva escrita a partir de Barcelona pelo ex-Presidente da República foi feita, através das redes sociais, pela filha Tchizé dos Santos, para quem há uma pretensão de os destinatários da carta ocultarem o seu conteúdo.

A antiga deputada pela bancada do MPLA detalha que a missiva do pai foi entregue em Barcelona - onde o antigo chefe de Estado se encontra há quase um ano - ao general Leopoldino Fragoso do Nascimento para que este a fizesse chegar aos presidentes da Assembleia Nacional e do Tribunal Constitucional, além de uma cópia dirigida à imprensa nacional.

"O general Leopoldino Fragoso do Nascimento foi o portador da carta aberta para fazer entrega em Luanda, pois viajava para Luanda e disponibilizou-se a fazer esse favor", afirmou Tchizé dos Santos nas redes sociais.

Na carta, segundo a ex-deputada do MPLA, o antigo Presidente da República detalha pormenores sobre como dirigiu, enquanto chefe do Governo, alguns dos dossiês que vêm abordados no processo judicial contra Isabel dos Santos.

"Estamos a aguardar a publicação da carta de José Eduardo dos Santos, onde diz quem é que vendeu o petróleo e os diamantes. Por favor, senhores jornalistas, contactem o gabinete do ex-Presidente da República para obter a cópia", apelou a filha do ex-estadista angolano.

José Eduardo dos Santos, de acordo ainda com Tchizé dos Santos, explica, no documento, como o ex-vice-Presidente da República e antigo Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Manuel Vicente, participou na comercialização do petróleo do país durante uma década.
Comentários
VIVA O NOSSO GLORIOSO E VITORIOSO VERDADEIRO MPLA-BENGUELA SOCIALISTA COMUNISTA DOS NOSSOS GRANDES HEROIS AFRICANOS; CAMARADA LUCIO TCHIWEKA LARA E CAMARADA AGOSTINHO NETO VIVA AFRICA LIVRE DOS SIPAIOS BUFOS ABAIXO COM O MPLA DE CAXEXE DOS SIPAIOS BUFOS SENHORES BURGUESES ZECA D.I.A.B.O. KITUMBA SANTOLAS E O COMPADRE DELE AINDA PIOR~ O SOBA GRANDE DAS MALANDRICES O GRANDE E MAIOR KAZUKUTEIRO DO MPLA DE CAXEXE O JLO.
Ngunza Cala-te! Zé Kitumba!
Viana (Walterjo2011@hotmail.com): JES arquiteto da currupcao, o homem que planificou muito bem a pobreza e o sofrimento de todos os Angolanos.
Viana (Walterjo2011@hotmail.com): JES arquiteto da currupcao, o homem que planificou muito bem a pobreza e o sofrimento de todos os Angolanos.
Amélia Teixeira Que grande Patriota foi este senhor. Governou o país durante 38 anos, e para tratar da sua saúde exila-se em Espanha, por que não criou um sistema de saúde com dignidade no seu próprio país! Entretanto fez da sua filha; a mulher mais rica do continente. Sem duvidas merece o prémio Nobel na categoria: CORRUPÇÃO!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk A cart ja esta nas redes sociais e vcs ainda estão aguardar pela carta. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. A Carta só fala de 2 pontos. 1) PDiamantes e 2) Petroleo mais nada. E depois vem a sua assinatura. Só isso. Carta básica que até eu posso escrever, E a Carta só fala simplemente que o PR não tem contacto direito cm a Vendas do Petroleo e do Diamante só isso.
Anonimo (luanda): Este homem deu muito por esta terra devíamos deixar de chorar pelo leite derramado jlo também se beneficiou do sistema ou seja todo Mpla se beneficiou se houvesse justiça de facto devíamos abrir uma cadeia para todos os membros do mpla.Daqui a pouco se Jes morrer vamos ver os o M a cantar a porque foi o arquitecto da PAZ para mim devemos dar a oportunidade para uma outra força politica no caso a UNITA pois neste M eu não acredito mais estão a se matar entre eles esquecem que o povo precisa de Pão os tais 500000 postos de trabalho até agora nada esta a se perder o essencial o bem estar do povo que aos poucos esta a passar para classe de cidadão que já questiona que não bate palmas atoa e que não se deixa enganar por uma cuca em maratonas acabou o mpla estragou o Pais Jlo também se beneficiou do sistema corrupto. Deixem o mais velho viver os seus últimos dia em Paz o presidente é jlo mais parece que o ze du continua no ativo todos os dias a noticia é do homem comecem a por as cabeças a pensar se não esta a aguentar entrega ao Adalberto que ele consegue pois até tem identificado os erros crassos de jlo .Ou então devolvem Angola ao Colono europeu pois este desenvolveu o sector industrial sem petróleo mais sim com a agricultura agora já não temos as tais minas .
VIVA O NOSSO GLORIOSO E VITORIOSO VERDADEIRO MPLA-BENGUELA SOCIALISTA COMUNISTA!! VIVA O NOSSO GRANDE HEROI AFRICANO CAMARADA LUCIO TCHIWEKA LARA VIVA O NOSSO GRANDE HEROI AFRICANO CAMARADA AGOSTINHO NETO VIVA AFRICA LIVRE DOS SIPAIOS BUFOS ABAIXO COM OS SENHORES SIPAIOS BURGUESES PARASITAS BUFOS AGENTES DA CIA DENTRO DO MPLA DE CAXEXE~ E OS SEUS PATROES DO COLONIALISMO CAPITALISTA DOS MAIORES ALIBABAS DO NOSSO DINHEIRO E RIQUEZAS ANGOLANAS OS RACISTAS PARASITAS TERRORISTAS E CORRUPTOS DE USA DOS KLU~KLUX~KLAN~CIA, INGLATERRA, FRANCA, NATO~OTAN, E FMI.
PARA A BESTA DEBAIXO OS PORTUGUESES ESTÃO FORA OK VAI Á MERDHA PÁ.
Os Portugueses também andaram a enriquecer ilicitamente em Angola (isso não é novidade): Vai ver a equipa da Isabel e logo verás, que os ciganos portugueses, vieram sem um tostão no bolso e saíram com os bolsos cheios de dinheiro roubado Muitos portugueses são cúmplices, corruptos e vadios. É óbvio que houve muita corrupção por parte dos empresários portugueses cá em Angola. Nenhum contrato ganho pelas empresas portuguesas foi ganho sem eles terem pago subornos, quem paga suborno também é corrupto...
Anónimo SEUS URUBUS DEIXEM O HOMEM.
Terêncio técnico (Inacio.silva. jica @gmail. Com): Deixem o Senhor em pas. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Ele falho sim. Mas deste jeito não vamos longe.será que não fez nada de bom? Oq farias se estivesses lá no lugar onde ele esteve? Achas fácil? Já fomos prejudicados mesmo mas temos que seguir
ANGOLANO (ANGOLA): ABRE O JOGO SUA EXCIA MANDA PARA CADEIA TODOS E ABRE O JOGO PARA O POVO ANGOLANO A VELHICE NAO PERDURA POUPA-TE E PASSE EM FRENTE DE CITAR ESTES BANDIDOS QUE APROVEITARAM-TE DE SE ENRIQUECER E QUE SE DEVOLVA TUDO DO POVO ANGOLANO. OS GENERAIS USARAM MAL AS FORÇAS ARMADAS MAIS MISERAVEIS DE AFRICA E LUTADORES INCANSAVEIS. SEM FRADA,SALARIO MISEROS SAO LHES DADOS APENAS UM MISEROS PARA CREDITO E ELES TIRARAM MILHOES. OU PARTE OU RAXA,,,,MANDA TODOS ELES NA CADEIA
Anónimo Deixem o em Paz. Estamos em Paz porque o velho enquanto Jovem soube defender a Soberania, Unidade e Integridade Territorial de Angola. Quem não errou e que nunca vai errar não Deveria Estar a Viver Aqui na Terra, estaria a Viver no Ceu.Ate Jesus Cristo Foi Crucificado.
PRÓ SEGUNDO DEBAIXO OS POTUGUESES ESTÃO FORA OK VAI Á MERDHA PÁ.
PRÓ DEBAIXO OS POTUGUESES ESTÃO FORA OK VAI Á MERDHA PÁ.
Legendario (legendario.Lucio@yahoo.com): Quem esta dizer a verdade?............!
Outro palerma, destes bilhões e milhões de dólares a uma elite de abastados, tiraste-os da miséria muitos que viviam no musseque, agora se viraram contra ti. Tinhas TODO o poder de mandar esses cara-lhos para apodrecer na cadeia... Tantos comeram da tua mão (Generais, Brigadeiros, Governadores, Vice-Governadores, Ministros, Vice-Ministros, Empresários, Juízes, Deputados, Portugueses e TODO o Angolano que enriqueceu ilicitamente), lamberam as tuas botas a troco de riqueza e fama, mas hoje te espetaram uma faca pelas costas: Bem feito, agora vais pagar pelos teus crimes e pelos crimes que os outros fizeram, mas que querem dizer que fizeram em teu nome... Africa só se governa com mão dura. Não soubeste organizar o País como devia ser... dá nisso.
fonte: angonoticias

Do CFA ao ECO: os países de língua inglesa da CEDEAO dizem que não.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...




Nigéria, Gâmbia, Gana, Guiné, Libéria e Serra Leoa condenaram a decisão de seus colegas de língua francesa de renomear unilateralmente o franco CFA como ECO. Esta reunião, realizada em Abuja, reuniu os ministros das Finanças da Zona Monetária da África Ocidental (WAMZ).
Zona Monetária da África Ocidental
Os seis países de língua inglesa da África Ocidental proferiram a condenação após uma reunião extraordinária crucial de seus ministros das Finanças e governadores de seus bancos centrais na quinta-feira. Eles se encontraram em Abuja como parte do WAMZ no programa de moeda única da CEDEAO.
A vinda do ECO
Em um comunicado de imprensa, eles tomam nota da declaração do presidente da Autoridade de Chefes de Estado e de Governo da União Econômica e Monetária da África Ocidental (UEMOA) em 21 de dezembro de 2019, para renomear unilateralmente o franco CFA ECO em 2020.
Autoridade de Chefes de Estado e de Governo
Eles também acrescentaram que "o Conselho de Convergência da WAMZ deseja enfatizar que esta ação é incompatível com a decisão da Autoridade de Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO de adotar o ECO como o nome de uma moeda única independente da CEDEAO ".
O roteiro
Contudo, “o Conselho de Convergência da WAMZ deseja reiterar a necessidade de todos os países membros da CEDEAO implementarem a decisão da Autoridade dos Chefes de Estado e de Governo de implementar o roteiro revisado do Programa de moeda única da CEDEAO ”.
fonte: seneweb.com

Senegal: De Cfa à Eco: "Como Macron conseguiu dividir os Estados da CEDEAO".

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Single Post

O chefe de Estado francês Emmanuel Macron "conseguiu dividir os estados da CEDEAO" anunciando a futura criação da moeda ecológica. Esta é a convicção de Thierno Bocoum, presidente do movimento Agir. O ex-parlamentar alude assim à decisão dos governadores dos bancos centrais e ministros das finanças dos estados da zona monetária da África Ocidental (Zmao), agrupando seis estados da CEDEAO, incluindo Nigéria e Gana, para castigar a decisão unilateral do Países da UEMOA para renomear o franco CFA como Eco.

"Esta postura, lamenta Thierno Bocoum, nos distancia ainda mais da esperança do resultado de uma integração sub-regional que justificou quase 30 anos de discussões e esforços para o estabelecimento de uma moeda única".

O oponente senegalês realmente acredita que "assumindo a liderança com a criação do Eco sem critérios de convergência, com a garantia da França e sua vinculação ao euro, o pacto França-África assumiu o acima, sobre os legítimos interesses dos estados membros de Uemoa ”.
No entanto, sublinha Bocoum, em uma nota, "nada teria sido possível sem a cumplicidade de nossos chefes de Estado em perfeita traição às aspirações de seu povo".

fonte: seneweb.com




ANGOLA: José Eduardo dos Santos iniciou combate à corrupção afastando Manuel Vicente, diz Sindika Dokolo.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Sindika Dokolo
Sindika Dokolo

O antigo Presidente José Eduardo dos Santos foi quem iniciou o combate à corrupção em Angola ao impedir Manuel Vicente de o suceder na Chefia do Estado, disse Sindika Dokolo, empresário congolês e marido da empresária Isabel dos Santos.
Sindika Dokolo respondia a uma pergunta da VOA sobre a recente deslocação a Angola do presidente da República Democrática do Congo (RDC), Felix Tshisekedi, na qual, entre outros pontos, analisou com o seu homólogo angolano a decisão do Tribunal Provincial de Luanda de congelar as propriedades de Dokolo e de Isabel dos Santos em Angola por alegada falta de pagamento de dívidas.
Na ocasião, o ministro angolano dos Negócios Estrangeiros, Manuel Augusto, afirmou que Tshisekedi e Lourenço tinham analisado “as consequências da decisão do Tribunal Provincial de Luanda”.
“Não penso que tenha sido a questão do congelamento dos bens”, retorquiu o empresário congolês.
Tratamento ao antigo Presidente
“Penso que a atitude do Presidente Lourenço para com o seu predecessor está a chocar muitos dos seus colegas presidentes porque, ao fim e ao cabo, a luta contra a corrupção não começou com João Lourenço”, afirmou Dokolo.
Para o empresário esse combate “começou no momento, em 2015, em que o Presidente dos Santos decidiu que o senhor Manuel Vicente não seria o candidato do partido (à Presidência) devido à má administração e corrupção que ocorreu sob a sua administração na Sonangol”.
Recorde-se que Manuel Vicente foi durante vários anos vice-presidente de Angola e teve um mandado de captura emitido em Portugal por alegado envolvimento no suborno de entidades portuguesas para encobrir actividades financeiras ilegais.
O Governo angolano recusou-se a extraditar Vicente, mas admitiu que poderia ser julgado em Angola onde goza, contudo, de imunidade parlamentar.
Noutro tema, Sindika Dokolo acrescentou que a decisão do Governo de retirar a figura de José Eduardo dos Santos da moeda angolana visa tentar eliminar parte da história do país e um sinal de falta de objectividade e respeito das actuais autoridades.
“Nós somos africanos, somos bantus e há certas coisas que devem ser feitas de um certo modo”, lembrou Dokolo, quem acrescentou que, embora não tivesse a certeza absoluta sobre o que Tshisekedi discutiu com João Lourenço, não foi uma interferência em Angola mas “simplesmente para pedir se não é possivel fazer as coisas com um pouco mais de dignidade e respeito e não dar um espectáculo e tentar humilhar pessoas”.
“O Presidente dos Santos não é apenas alguém para Angola, ele é como um pai e um símbolo para muitas pessoas em África”, disse o genro do antigo Presidente para quem a atitude do actual Governo angolano “é muito negativa para África”.
“É inegável que era muito popular e penso que ainda é”, lembrou Dokolo para quem “não foram demais” as décadas de poder de José Eduardo dos Santos.
“Penso que ele concordou em abandonar o poder na altura certa, pois ele queria dar um precedente democrático ao afirmar que alguém mais jovem deveria ocupar o lugar e fazer face à situação, como dizia o slogan do partido para as eleições 'melhorar o que está bem e mudar o que está mal'”, afirmou.
“Infelizmente o que se está a fazer é o oposto que está a piorar tudo para os angolanos”, disse o empresário que acredita que as políticas do Fundo Monetário Internacional e as decisões de “confiscar tudo de pessoas que não vieram com o novo Presidente é muito improdutivo e muito destrutivo”.
Arresto de bens
A 30 de Dezembro de 2019, o Tribunal Provincial de Luanda ordenou o congelamento de todas as contas e bens de Isabel dos Santos, do seu marido Sindika Dokolo e do presidente do Banco de Fomento de Angola, Mário Leite da Silva por considerar que “ficou provada a existência de um crédito para com o Estado” de mais de mil e 100 milhões de dólares.
O despacho indicou ainda que na sequência desses negócios o Estado transferiu por via das empresas Sodiam e Sonangol “enormes quantias em moeda estrangeira... sem que houvesse o retorno convencionado”.
Segundo o documento, Isabel dos Santos, o marido e Mário Leite da Silva “reconhecem a existência das dívidas, porém alegam não ter condições para pagar”.
Isabel dos Santos refuta as acusações e diz estar a ser alvo de uma campanha política do Presidente angolano, João Lourenço.
fonte: VOA

Senegal: Demba Bâ: "Se Sadio Mané vem me ver e me diz que ele é melhor que Messi, eu bato nele".

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Single Post

Mesmo se ele fosse um dos militantes da coroação de Sadio Mané na Bola de Ouro, o senegalês Demba Ba elogiou a seis vezes a Bola de Ouro. Para ele, não há imagem entre Lionel Messi e o atacante do Liverpool.

Apesar de uma temporada excepcional do lado do Liverpool, Sadio Mané viu o Bola de Ouro de 2019 passar debaixo do seu nariz em dezembro passado a favor do inevitável Lionel Messi. Uma decisão que incomodou mais de um, começando com seu compatriota Demba Ba. Mas em entrevista ao The Independant, o ex-jogador do Chelsea reconhece a supremacia da Argentina.

"O fato de Mané ter vencido a Liga dos Campeões, a Supercopa, ele jogou uma temporada incrível e terminou como artilheiro da Primeira Liga, é uma loucura! E não é só isso, também foi decisivo em todas as partidas. Eu acho que ele deveria ter ganho a bola de ouro. Eu tive essa conversa com muitos jogadores. Eles dizem "sim, mas Messi é um jogador melhor". Claro, todo mundo sabe disso! Até Sadio; se ele vier e me disser que é melhor que Messi, eu daria um tapa nele e diria "cale a boca menino e sente-se!". Mas em 2019, acho que ele teve uma temporada melhor. "

fonte: seneweb.com

Estados Unidos felicitam Umaro Sissoco Embaló.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Umaro Sissoco Embaló, Presidente eleito da Guiné-Bissau
Umaro Sissoco Embaló, Presidente eleito da Guiné-Bissau

Os Estados Unidos felicitaram Umaro Sissoco Embaló pela vitória nas eleições presidenciais da Guiné-Bissau horas depois da Comissão Nacional de Eleições (CNE) ter confirmado, nesta sexta-feira, 17, a vitória do candidato apoiado pelo MADEM-G15.
Em nota, o escritório da embaixada dos Estados Unidos em Bissau, além de felicitar o Presidente eleito, diz que “como amigos e parceiros da Guiné-Bissau, os Estados Unidos da América esperam trabalhar com o Presidente Embaló para ajudar o país a promover a paz e a segurança, fortalecer a governação democrática e estimular o crescimento e o desenvolvimento económico".
Antes, numa edital afixada na sua sede, a CNE publicou os resultados definitivos da segunda volta da eleição presidencial de 29 de Dezembro que confirmam a vitória de Umaro Sissoco Embaló, apoiado pelo Movimento para a Alternância Democrática (MADEM-G 15), com 293 359 dos votos válidos, correspondentes a 53, 55 por cento.
Domingos Simões Pereira, apoiado pelo PAIGC, conseguiu 254 468 votos, ou seja 46, 45 por cento.
Refira-se que a candidatura de Domingos Simões Pereira interpos no Supremo Tribunal de Justiça na quarta-feira, 15, um novo recurso de contencioso eleitoral, relativo aos resultados da segunda volta das presidenciais.

fonte: VOA

William Tubman: O pai da Libéria moderna.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Apesar de ter sido fundada por ex-escravos, vindos dos Estados Unidos, a Libéria oprimiu, durante muitos anos, as tribos nativas. Foi assim até William Tubman ser eleito Presidente e ter conseguido unir o povo.
DW African Roots | William Tubman

Nascimento: William Vacanarat Shadrach Tubman nasceu a 29 de novembro de 1895, no sudeste da Libéria, numa cidade chamada Harper, no condado de Maryland. A República da Libéria foi proclamada em 1847 por escravos libertados, que haviam regressado dos Estados Unidos em vários grupos durante a primeira metade do século. Não é, portanto, coincidência que os nomes da maioria das terras e cidades da Libéria façam alusão a lugares e pessoas dos Estados Unidos da América (EUA). Os avós paternos de Tubman faziam parte de um grupo de 69 destes escravos que regressaram à Libéria em 1844. A mãe dele nasceu em Atlanta, Geórgia.
Tubman teve uma educação muito dura e rigorosa por parte do seu pai, um pedreiro, general do exército e pregador metodista, que exigia que William e os seus irmãos frequentassem os cultos diários de oração familiar e dormissem no chão por entender que "as camas eram muito macias e prejudicavam o desenvolvimento do caráter".
Reconhecido por: Tubman foi o 19º Presidente da Libéria, tendo governado o país entre 1944 até à sua morte em 1971. É frequentemente apelidado de "pai da Libéria moderna". Tubman conseguiu atrair investimentos estrangeiros para o país, o que permitiu a construção de grande parte das estradas e ferrovias da Libéria e a renovação do porto de Monróvia, que passou a contar com infra-estrutura adequada para a exportação de borracha e ferro. Aquando da sua morte, a Libéria possuía a maior frota comercial do mundo. Muitos dos edíficios mais reconhecidos do país, como o Edifício do Capitólio, a Mansão Presidencial ou o Centro Cultural Nacional, agora conhecido como "Kendeja", remontam aos tempos de Tubman. William também construiu o famoso Hotel Ducor, na capital Monróvia, o primeiro hotel cinco estrelas da África Ocidental.
 
Ouvir o áudio04:12

William Tubman: O pai da Libéria moderna

Legado: Durante o mandato de Tubman, a Libéria viveu um período de prosperidade, tendo a sua administração também investido nas áreas da saúde e educação. O país adotou um programa de alfabetização que seguia a abordagem "Each one teach one" ("Cada um ensina um"). Um dos marcos do governo de William Tubman foi a união da população da Libéria. Após mais de cem anos de opressão da população indígena por parte da elite americano-liberiana, o governo de Tubman tornou obrigatória a igualdade de direitos.
No entanto, o governo de William Tubman, que durou 27 anos, também tem sido alvo de duras críticas. Uma guerra civil que irrompeu na década de 1980 pôs em causa todo o seu trabalho. Tubman é frequentemente criticado por se ter tornado cada vez mais autoritário e pelo seu estilo de vida extravagante. As suas relações próximas com os Estados Unidos também são consideradas por alguns como um retrocesso na independência da Libéria.
Ainda assim, e em homenagem ao trabalho de Tubman, o seu aniversário é feriado nacional no país.
Frases famosas:
"A Libéria nunca recebeu os benefícios da colonização."
"Não declararemos guerra ao socialismo se ele for mantido dentro dos territórios e entre as pessoas que nele acreditam, mas lutaremos até à morte em caso de qualquer tentativa de nos impor e forçar o que consideramos ser uma ilusão mística."
DW African Roots | William Tubman
fonte: DW África

Madonna ao ritmo de Cabo Verde e da Guiné-Bissau.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Em palco com as Batucadeiras, a "Ciao Bella" de Kimi Djabaté e as influências de Dino d’Santiago: o álbum e a digressão da superestrela norte-americana Madonna dão a conhecer ao mundo os sons cabo-verdianos e guineenses.
Portugal Madonna Konzert Lissabon (Stufish)

As Batucadeiras de Portugal, nascidas no bairro da Cova da Moura, são um dos atrativos dos concertos ao vivo que Madonna realiza no âmbito da digressão mundial iniciada nos Estados Unidos em 2019. 14 mulheres do grupo feminino de origem cabo-verdiana estão em palco com a estrela norte-americana.
"Estivemos desde o início, desde a gravação do videoclipe até à tour. Estamos desde julho nos Estados Unidos a fazer o concerto", explica Darlene Barreto, uma das Batucadeiras que acompanham a superestrela norte-americana em palco.
"Acho que para todas as Batucadeiras, principalmente para as mulheres cabo-verdianas, isto tem um grande significado. Estamos a representar principalmente mulheres africanas, cabo-verdianas, mulheres do mundo", afirma.
Portugal Madonna Konzert Lissabon
Madonna no Coliseu de Lisboa a 12 de janeiro, o primeiro de oito concertos em Portugal
Irmandade sonora
Anastácia Carvalho, cantora de origem são-tomense radicada em Portugal, integra o elenco artístico de Madonna. Sente-se orgulhosa por ter sido convidada a compor o grupo das Batucadeiras da Cova da Moura, fazendo parte de um projeto que realça a Lisboa crioula e multicultural.
"Tem sido uma experiência muito grandiosa, porque, na verdade, tanto os são-tomenses como os angolanos, cabo-verdianos, guineenses, nós somos um povo que está sempre de mãos dadas", explica a cantora.
"Estar aqui, neste projeto de cabo-verdianas, eu sendo de origem são-tomense nascida em Angola, é mesmo a junção disso tudo e representa união, irmandade. É essa mistura da várias nacionalidades que compõem atualmente o panorama musical de Lisboa", afirma.
 
Ouvir o áudio03:31

Madonna ao ritmo de Cabo Verde e da Guiné-Bissau

Pela sua vivência de Lisboa, Madonna concebeu o seu álbum "Madame X" como resultado do cruzamento com a cultura latina, portuguesa e outras influências mundiais, nomeadamente africana. Um dos músicos que contribuíram para o trabalho criativo da pop star é o luso-caboverdiano Dino d'Santiago, que a levou a ouvir mornas de Cabo Verde.
Talento guineense
Kimi Djabaté, que gravou com Madonna o tema "Ciao Bella", foi esta quinta-feira (16.01) ao Coliseu de Lisboa ver o concerto. O tema junta coordenadas de estilos afro-mandinga, blues e pop. Foi num jantar em Alfama (Lisboa) que Madonna descobriu Kimi Djabaté a cantar.
Portugal Kimi Djabaté
Kimi Djabaté
"Ela tirou o telemóvel e começou a filmar. Então, ali, eu vi alguma simpatia da parte dela. E dali, sempre que ela vai a algum lugar faz questão de me contatar para ir lá levar a guitarra e cantar para ela. Então, o nosso contato começou assim", recorda o artista.
Originário de uma família griot, o músico guineense, com 20 anos de carreira, ficou orgulhoso por ter sido escolhido para fazer parte do álbum: "Acho que todos os músicos e todos os cantores sentiriam orgulho ao serem convidados por Madonna para fazer parte desse grande projeto".
Para Kimi Djabaté, esta foi uma forma de reconhecimento do seu talento. Diz que se sente mais confiante como músico, depois da experiência que ganhou com Madonna.
Depois de passar por várias cidades dos Estados Unidos, Madonna atua ao vivo no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, de 12 a 23 de janeiro, numa digressão de 37 concertos que passa por Londres (Reino Unido) e Paris (França) entre fevereiro e março.
default

"OVER THE BORDER": HOMENAGEM A CESÁRIA

Lura aquece corações com "Sodade"

A noite de homenagem a Cesária na cidade de Bona encerrou com "Sodade", do compositor Amândio Cabral, que veio de Los Angeles, nos Estados Unidos, para o tributo. A voz de Lura a aquecer corações alemães com eternas saudades da diva cabo-verdiana.

fonte: DW África

CNE valida resultados das eleições presidenciais na Guiné-Bissau.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

CNE considera o resultado da segunda volta das presidenciais "transitado em julgado e consequentemente tornado definitivo". Valida, assim, os resultados das eleições de 29 de dezembro, que deram vitória a Sissoco Embaló.
Segundo os resultados da CNE, Umaro Sissoco Embaló venceu o escrutínio com 53,55% dos votos
Segundo os resultados da CNE, Umaro Sissoco Embaló venceu o escrutínio com 53,55% dos votos

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau divulgou, nesta sexta-feira (17.01), que considera os resultados da segunda volta das eleições presidenciais definitivos. A CNE confirma assim Umaro Sisso Embaló, do MADEM-G15, como novo Presidente eleito da Guiné-Bissau. 
Os resultados foram divulgados pela CNE enquanto decorre no Supremo Tribunal de Justiça um recurso apresentado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), do candidato Domingos Simões Pereira, a contestar os resultados e a pedir uma recontagem dos votos. 
Juristas ouvidos pela DW África opinaram que, enquanto não houvesse uma decisão final do Supremo sobre o último recurso apresentado pelo PAIGC, a CNE não deveria divulgar os resultados definitivos da segunda volta.
 
Assistir ao vídeo02:35

Guiné-Bissau: Umaro Sissoco Embaló quer tomar posse a 15 de fevereiro

A comissão havia anunciado os resultados provisórios no dia 1 de janeiro de 2020. A interposição do recurso contencioso eleitoral pelo candidato Domingos Simões Pereira suspendeu os efeitos dos resultados eleitorais da segunda volta das eleições presidenciais, ocorridas a 29 de dezembro de 2019.
Em consequência do acórdão do Supremo Tribunal de Justiça , no dia 11 de janeiro, determinou-se o cumprimento da formalidade preterida pela CNE sobre a assinatura das atas eleitorais.
A CNE informou, num comunicado a que a DW África teve acesso, que convocou uma reunião plenária dos seus membros, mas não houve consenso - oito membros recusaram-se a assinar a ata. "O Secretariado Executivo da CNE evocou a competência que lhe é própria […] e aprovou com voto de todos os membros a ata de apuramento nacional da segunda volta das eleições presidenciais", refere o documento.
A CNE diz na nota que cumpriu a ordem do acórdão do Supremo Tribunal de Justiça: supriu a irregularidade escrutinada concernente à assinatura da ata na quarta-feira (15.01).
"Decorridas 48 horas após sanar a irregularidade escrutinada pelo Supremo Tribunal de Justiça, […] a Comissão Nacional de Eleições considera o resultado das eleições transitado em julgado e consequentemente tornado definitivo", esclarece a comissão.
De acordo com os resultados divulgados pela CNE, Umaro Sissoco Embaló, apoiado pelo Movimento para a Alternância Democrática (MADEM-G15), venceu o escrutínio com 53,55% dos votos, enquanto Domingos Simões Pereira conseguiu 46,45%. 
fonte: DW África

Total de visualizações de página