Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

segunda-feira, 22 de abril de 2013

OPINIÃO: PONTOS DE VISTA EM CAMPOS SEPARADOS.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Após uma rápida leitura deste link. http://www.gbissau.com/?p=5549 – vemo-nos confrontados com a possibilidade de confundirmos o Estado, com um grupo de indivíduos ou mesmo uma única pessoa, i. é, dado a aproximação e destaque na hierarquia institucional, ser um alto cargo de chefia, por exemplo o mais elevado na  representação institucional (exemplo/o CEMFA), isto pode ser inconsciente e, confundir ainda mais na interacção possível entre o objecto institucional e o individuo.
Mas, o bom senso guia a nossa preocupação, ajudando a clarificar as águas que pareciam mais turvas e a racionalizarmos melhor, com a emoção controlada, destacando a necessidade de não confundirmos a Instituição com as pessoas que prestam serviço nela.

Por isso, Camaradas e amigos, há que pensar maduramente o que fazer perante acusações de crimes desta natureza. Independentemente da análise e das avaliações em Sede própria (Tribunal), vermos bem como reagir a isto tudo, o tempo urge.
Está visto que temos duas figuras distintas aqui, a do Estado da Guiné-Bissau e a figura dos dirigentes da Classe Castrense acusados de crime organizado (até ver), o que confronta toda moral institucional, a sua dignidade e auto-defesa (independentemente das pessoas acusadas) na soberania do Estado. Este valor simbólico não deve desviar a sua honra para cobrir ninguém em particular.
O contrário disto já é compreensível, porque teria um efeito patriótico, ver um Guineense dar a vida pela Pátria e não a Pátria perder-se por um grupo de Guineenses, seja em qualquer momento, em guerra aberta com a justiça internacional ou não, nunca.
A Pátria acolheu os seus filhos sempre por igual, devemos proteger a sua imagem, permitirmos que ela seja limpa e contínua, intocável, perante qualquer Justiça, dentro ou fora do País.
Não confundir indivíduos com Instituição. Cada um deve poder usar recursos ao seu alcance (ferramentas judiciais), para se defender, mas, sem manchar o bom nome do País.
Neste momento está sendo confrontado o seu real valor de Estado e, apesar do facto desta suspeita sobre os lideres militares, o Estado permanece sempre intocável e, perante estes cidadãos que agora terão que se defender da acusação em tribunal, não devemos nunca misturar ou confundir estas fronteiras entre os nossos nacionais implicados ou suspeitos, com o Estado (figura institucional), nunca.

Obviamente que não serão abandonados neste pântano, mas apoiados, tendo em vista a defesa da honra possível ainda antes do fim deste episódio gigantesco. Apoiar mas sem se confundir com a figura de réu, o Estado ficará "representado" sentado na plateia dentro do Tribunal, assistindo ao espectáculo da justiça (sem se confundir no entanto com o réu), restando a aguardar pelo veredicto final dos juízes, penso.
É preciso aguardarmos de fora com a cabeça fria, este duro golpe que atinge a primeira figura da classe castrense, suportar este choque psicológico dentro do grupo militar, que agora vê a imagem do seu "chefe"  ser posta de lado, sua cabeça a prémio, procurado para responder em tribunal internacional por tráfico de arma, terrorismo e associação criminosa.
Penso que restam duas opções para os nossos militares acusados: 1 - pedirem a demissão e "lavarem-se" das acusações, enquanto preparam a defesa. Demitirem-se para soltarem a imagem da chefia castrense e do Estado, permitindo uma outra voz representar a defesa da República da Guiné-Bissau, até ao final disto tudo;
2 - Quem não deve não teme, independentemente das provas poderem ser "fabricadas", posto isto, então porque não pensar no asilo político, num País como a China ou Cuba, por opção, seja de vida ou por assumirem a incapacidade em se defenderem perante uma "potência"? enfim, que cabe a cada um, o seu exame de consciência no meio disto.
Coragem não lhes falta, afinal são militares que nos libertaram, que agora estão num campo de batalha que nunca na vida qualquer um deles desejaria. Não vai ser fácil, nem para o País, nem para nenhum dos acusados, será duro com certeza, há que ter cabeça fria e pensar maduramente, no País, nas acusações e no Estado!
VIVA A GUINÉ-BISSAU, A LUTA CONTINUA...
É preciso ter calma, muita calma mesmo, evitar cobranças difíceis, em todos os sentidos de uma análise possível aqui e, não perder a cabeça com provocações, porque a situação ainda pode piorar e o País está em primeiro lugar.
Camaradas, que a natureza nos proteja, se Deus quiser!

Djarama. Filomeno Pina

As Universidades do Maghreb são as melhores do continente africano.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Une vue de l'université du Caire, 2009 / AFP
Uma avenida da universidade de Cairo, 2009 / AFP

A classificação das Faculdades e Universidades internacionais destaca o potencial do Norte de África.


O barômetro proposto pelas Faculdades e Universidades internacionais não apresenta muita surpresa, pelo menos no que diz respeito ao país que lidera o top 100 das melhores universidades africanas.

Esta é a da África do Sul que ganha o prêmio. A seriedade de suas instituições acadêmicas após a nova Constituição de 1994, atrai muitos estudantes do continente. Vinte universidades do país Arc-en-ciel estão incluídas nesta classificação, para as cinco que estão classificadas, sendo a primeira a Universidade da Cidade do Cabo, onde a entrada é baseado em uma seleção de especial cuidado.

Depois da África do Sul, os países do Norte de África são apresentados como tendo as melhores universidades do continente. E aqui, também, a eterna rivalidade entre a Argélia e Marrocos surge. Conforme comentado por Maghreb Emergent "Marrocos à frente da Argélia por um corte-de-cabeça. (...), Um desempenho que está sendo atribuído a Universidade Mohammed V-Agdal de Rabat ".

De fato, a universidade atingiu o 20 º lugar na classificação, enquanto a primeira universidade argelina vem em 29 ª posição, como a Universidade de Ciência e Tecnologia, Houari Boumedienne. Tunísia não é para ser esquecido também. O regime de Ben Ali tinha dedicado recursos significativos em educação. Cinco universidades tunisianas incluídas nos rankings, incluindo os de Cartago e Manouba.

Mas é no Egito, que devemos buscar a classificação mais alta dos países do Magrebe. O país ocupa o segundo lugar, atrás da África do Sul. Nada menos que dezoito instituições egípcias foram selecionadas por Faculdades e universidades internacionais. Universidade do Cairo, é apresentado como a melhor das melhores.

fonte: slateafrique.com

Testosterona desperta mulheres.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Creme do prazer deve ser aplicado sobre as coxas e também na barriga.


Criados a partir da testosterona, cremes que aumentam a libido feminina são cada vez mais procurados pelas mulheres, que encontram assim uma solução para recuperaram o prazer. A falta de desejo sexual é o principal problema sexual das mulheres. Nos homens a disfunção erétil e a ejaculação precoce são as doenças mais frequentes.

Para o urologista, Manuel Mendes Silva, a solução clínica para a falta de ereção surgiu no final do século XX, com o comprimido azul Viagra. A medicação oral conheceu, entretanto, dois outros comprimidos: o Cialis e o Levitra.

"A facilidade da toma do medicamento e os resultados visíveis cerca de meia-hora depois de tomar o comprimido levou à sua popularização, sobretudo, entre os homens de meia-idade", referiu o médico urologista. A disfunção erétil atinge cerca de meio milhão de portugueses e um número muito idêntico sofre de ejaculação precoce.

A solução mais corrente para os homens que ejaculam logo após a penetração ou mesmo antes do início do contacto sexual é o recurso ao medicamento Dapoxetina. "É um antidepressivo e tem efeitos secundários próprios destes medicamentos como retenção urinária ou mau funcionamento dos intestinos", acrescenta o presidente da Associação Lusófona de Urologia, organismo que integra especialistas dos oito países de língua portuguesa. Manuel Mendes Silva sublinha, contudo, que "a toma, uma hora antes da relação, é, num número elevado de homens, a solução para terminar com a ejaculação precoce".

No sexo feminino, o ginecologista Vicente Pinto, sublinha que em primeiro lugar deve ser observada a saúde genital. A ausência de doenças leva então à procura de soluções para as questões psicológicas, cansaço, ou secura da vagina, na meia-idade. O especialista recomenda o uso de um creme de testosterona. A hormona masculina provoca na mulher um estímulo sexual, devendo ser aplicada na parte interior das pernas ou na barriga. Há várias marcas de cremes de testosterona. Uma embalagem ronda os 50 euros.
fonte: correiodamanha.pt

EUA: Irmãos queriam matar mais gente.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Os suspeitos do atentado de Boston fabricaram seis bombas e tinham arsenal de armas ligeiras. Durante a fuga, atiraram explosivos aos polícias.


Os bombistas da maratona de Boston estavam a preparar outro atentado e tinham já construído bombas para matar de novo. A informação foi avançada por um responsável da polícia, que confirmou ainda que Dzhokhar Tsarnaev, o mais jovem dos irmãos tchetchenos, tentou suicidar-se com um tiro na boca antes de ser capturado.

O comissário Ed Davis, da polícia de Boston, afirma que os terroristas tinham fabricado pelo menos seis bombas, duas das quais detonaram na maratona. Quando fugiam da polícia, na noite de quinta-feira, os irmãos Tamerlan e Dzhokhar Tsarnaev atiraram aos polícias quatro outros engenhos explosivos. Dois deles detonaram, e outros dois falharam. Usaram ainda duas pistolas e uma carabina, com a qual mataram um polícia no Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT) e outro pouco depois, durante a longa perseguição que culminaria com a morte de Tamerlan, de 26 anos, em Watertown.

Tendo em conta o grande número de engenhos explosivos, um dos quais igual aos que mataram três pessoas e feriram mais de 170 na maratona de segunda-feira, a polícia conclui que os bombistas estavam à beira de fazer outro atentado.

Sobre a captura de Dzhokhar, de 19 anos, após um cerco e tiroteio de duas horas, na noite de sexta-feira, Davis refere que o bombista resistiu até ao limite. Quando se viu forçado a sair do pequeno barco onde estava escondido, terá tentado suicidar se. "Pelo ferimento que revela na garganta, os médicos pensam que terá metido a pistola na boca e disparado, mas a bala saiu pela nuca e não o matou", explicou Davis.

Devido aos ferimentos, pode ficar definitivamente incapaz de falar, desconhecendo-se quando, e como, poderá ser interrogado pelo FBI. Refira-se que os médicos não confirmam se Tamerlan morreu dos ferimentos sofridos quando o irmão, em fuga, o atropelou. *Com agências
fonte: correiodamanha.pt

Total de visualizações de página