Postagem em destaque

CONCESSÃO DO PRÊMIO HOUPHOUET BOIGNY PELA BUSCA DA PAZ EM RCI: Os marfinenses poderão finalmente se olhar no espelho?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Realiza-se esta quarta-feira, 8 de fevereiro de 2023, em Yamoussoukr...

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

"Operação Lancha Voadora" Polícia Judiciária apreende mais drogas e armas na cidade da Praia.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Cabo Verde feche o cerco aos traficantes com acções preventivas que resultaram em várias apreensões. Veja o vídeo.



 fonte: RTC

Cabo Verde ocupa segundo lugar no índice de boa governação na África Subsaariana.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O Índice Ibrahim de Governação Africana 2011 coloca Cabo Verde em primeiro lugar entre 53 países no que diz respeito à “Participação e Direitos Humanos”.
Praia - Cabo Verde ocupa o segundo lugar entre os países mais bem governados de África, apontam os dados da classificação divulgada pela Fundação Mo Ibrahim , segunda-feira (10). Cabo Verde obteve uma pontuação de 79 em 100, ficando atrás apenas das Maurícias (82), informa o site A Semana.

O Índice Ibrahim de Governação Africana 2011 coloca Cabo Verde em primeiro lugar entre 53 países no que diz respeito à “Participação e Direitos Humanos”, categoria em que o arquipélago alcançou 78 pontos. Nos capítulos “Segurança e Estado de Direito” e “Oportunidade Económica Sustentável”, Cabo Verde quedou-se no terceiro lugar, com 87 e 68 pontos, respectivamente.

De entre os quatro itens do índice, Cabo Verde consegue a pior colocação (4º) na categoria “Desenvolvimento Humano”, que engloba as áreas de segurança social, educação e saúde. Ainda assim, aparece com 83 pontos, bem acima da média geral, que é 56 pontos.

No cômputo geral, a Fundação Ibrahim aplaude a consistência de Cabo Verde e mais quatro países africanos em matéria de boa governação. “Os países consistentemente classificados nos primeiros cinco lugares do desempenho de governação global – Maurícias (82 pontos), Cabo Verde (79), Botsuana (76), Seicheles (73) e África do Sul (71)– têm, até agora, registado um elevado desempenho em todas as quatro categorias”, lê-se no relatório da Fundação.

O mesmo documento realça também os progressos “notáveis” alcançados pela Libéria e pela Serra Leoa, dois países a emergir de prolongadas guerras civis. “Ambos melhoraram continuamente no que concerne às quatro categorias de governação do Índice: Segurança e Estado de Direito, Participação e Direitos Humanos, Oportunidade Económica Sustentável e Desenvolvimento Humano”.
Estabelecido em 2007, o Índice Ibrahim é a recolha “mais abrangente de dados quantitativos que facultam uma avaliação anual do desempenho da governação em cada país africano”. Publicado pela Fundação Mo Ibrahim, uma organização que apoia a boa governação e a excelência na liderança em África, este índice mede a distribuição de bens e serviços públicos através de 86 indicadores. As informações são do portal A Semana.

fonte: africa21




Total de visualizações de página