Postagem em destaque

CONCESSÃO DO PRÊMIO HOUPHOUET BOIGNY PELA BUSCA DA PAZ EM RCI: Os marfinenses poderão finalmente se olhar no espelho?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Realiza-se esta quarta-feira, 8 de fevereiro de 2023, em Yamoussoukr...

domingo, 25 de agosto de 2013

Estados Unidos: Direitos autorais complicam divulgação completa de discurso de Luther King.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O próprio Martin Luther King pediu, meses depois da marcha de 63, para impedir a venda não autorizada do discurso.


Martin Luther King, em foto de 1966 Foto: AFP

Martin Luther King


Acesse o Link, leia e veja uma parte da história desse homem.


fonte: terra.com.br

Homem violentou e teve 10 filhos com a própria enteada na Argentina.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Um homem da província argentina de Santiago del Estero violentou durante mais de duas décadas sua enteada e teve dez filhos com ela, informou neste sábado (24) o jornal El Liberal.
O homem, cuja identidade não foi revelada e era conhecido como El Viejo (o velho), foi detido em sua casa na cidade de Concháyoj por ordem da juíza Rosa Falco. O detido teria começado a abusar sexualmente de sua enteada, que atualmente tem 35 anos, quando esta tinha 11 anos.
"Aos 14 anos tive meu primeiro filho", disse a mulher, segundo declarações publicadas pelo jornal. A denunciante revelou que o homem lhe obrigava a parir seus filhos em sua casa e depois ele os registrava com seu sobrenome no cartório.
— Dois dos meus filhos morreram. Os enterrei perto da minha casa. Quatro estão comigo e os outros trabalhando, acho que longe daqui. 
Leia mais -->>

Fotojornalista indiana sofre estupro coletivo durante trabalho em Mumbai.


Um colega de trabalho da jovem foi agredido e amarrado
A Índia vem se chocando com os contínuos casos de violência sexual que chegaram às capas da imprensa local e internacional23.04.2013/Mahesh Kumar A./AP





Uma jovem fotojornalista indiana foi estuprada por cinco homens ao fazer uma reportagem para uma revista estrangeira na cidade indiana de Mumbai, informou nesta sexta-feira (23) uma fonte policial.
A agressão ocorreu no fim da tarde de ontem em um complexo têxtil abandonado conhecido como Shakti Mills no bairro de Mahalaxmi da metrópole financeira, contou o policial à agência Ians.
A mulher, de 22 anos, estava com um companheiro de trabalho que foi agredido e amarrado com uma corda enquanto pelo menos três dos cinco homens se revezavam estuprando a fotógrafa.
fonte: R7.com

Total de visualizações de página