Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

sexta-feira, 8 de março de 2013

Corpo de Chávez será embalsamado.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...



Caracas - O corpo do presidente venezuelano, Hugo Chávez, ficará exposto por mais sete dias num quartel, e será embalsamado "como Lênin", disse esta quinta-feira o presidente interino, Nicolás Maduro.

Os restos mortais de Chávez deveriam permanecer expostos na Academia Militar, em Caracas, até os funerais, previstos para esta sexta-feira, mas Maduro argumentou que milhões de pessoas querem vê-lo e por isso ficará exposto por mais uma semana no quartel de onde liderou um golpe de Estado fracassado, em 1992.

"O corpo do presidente Chávez será embalsamado como Ho Chi Minh, Lenin e Mao", disse Maduro, após anunciar que os restos mortais serão exibidos durante ao menos "sete dias" no Quartel de la Montaña, no oeste de Caracas.

Maduro explicou que após o funeral de Estado, previsto para esta sexta-feira, às 15H30 GMT, o corpo de Chávez seguirá para o Quartel de la Montaña, situado no bairro 'chavista' de 23 de Janeiro, no oeste da capital.

"Ali o 'comandante' terá seu primeiro local de repouso histórico", enquanto espera "o momento de dar outros passos como o povo exige", disse Maduro, em referência ao clamor popular para sepultá-lo no Panteão Nacional, junto ao libertador Simón Bolívar.

Maduro explicou que no Quartel de la Montaña, que hoje abriga o Museu da Revolução Bolivariana, o corpo de Chávez poderá ser visto pelo povo por ao menos "mais sete dias".

O presidente interino admitiu que a maré humana que desde a quarta-feira tenta chegar à Academia Militar de Caracas, onde está a câmara-ardente com o corpo do 'comandante', provocou a decisão de mantê-lo em exposição por mais tempo.

Segundo Maduro, mais de dois milhões de pessoas tentam dar o último adeus a Chávez e milhares avançavam lentamente nesta quinta-feira em uma fila de quilómetros em direção à Academia Militar, sob um sol inclemente.

O ministro da Comunicação, Ernesto Villegas, garantiu que todos poderão ver o corpo.

Chávez está em um caixão de madeira, vestido com uniforme verde oliva e a emblemática boina vermelha, comprovou a AFP na câmara-ardente instalada no Salão de Honra da Academia Militar de Caracas.

O presidente tem o rosto sereno sob o vidro do caixão, coberto parcialmente com a bandeira da Venezuela, e sobre seu peito há uma faixa vermelha com letras douradas formando a palavra "Milícia", em referência ao corpo armado de 120 mil civis que o presidente formou.

Os visitantes devem deixar seus telefones celulares na entrada e fotos estão proibidas. A TV estatal mostra imagens do caixão, mas não revela o rosto de Chávez, morto por um cancro aos 58 anos.

Ao menos 33 chefes de Estado e de governo assistirão ao 'funeral de Estado' de Chávez na Academia Militar de Caracas.

Nesta quinta chegaram a Caracas a presidente Dilma Rousseff, acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, grande amigo de Chávez, e o presidente cubano, Raúl Castro.

Nas próximas horas são aguardados o presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, o bielo-russo Alexander Lukashenko, o chileno Sebastián Piñera e o herdeiro da Coroa espanhola, o príncipe Felipe de Borbón, entre outros.

Os presidentes de Argentina, Cristina Kirchner, Uruguai, José Mujica, e Bolívia, Evo Morales, foram os primeiros a chegar à Venezuela, na quarta-feira, comparecendo ao Salão de Honra da Academia para velar o corpo de Chávez.

Kirchner voltou à Argentina nesta quinta.
 
Mais... Conheça mais sobre Chavéz. (fonte: g1.globo.com)

fonte: portalangop

Jovem inventor do primeiro 'Tablet' africano quer abrir laboratório.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Bissau - O jovem inventor congolês Verone Mankou, criador do primeiro "tablet" africano, vai abrir brevemente um laboratório na Guiné-Bissau no qual pretende juntar jovens empreendedores guineenses, foi hoje (quinta-feira) anunciado em Bissau. 
 
A intenção de Verone Mankou foi hoje transmitida aos jornalistas por Paulo Gomes, economista guineense, quando procedia ao balanço do primeiro Fórum Económico de Bissau, organizado no passado mês de Fevereiro pelo Instituto Benten. 
 
De acordo com Paulo Gomes, ex-administrador do Banco Mundial para 24 países africanos e agora fundador e presidente do Instituto Benten, o jovem inventor congolês, um dos mais de 200 convidados internacionais que estiveram no Fórum, "ficou entusiasmado" com a Guiné-Bissau "e vai voltar ao país brevemente".  

Mankou foi um dos convidados ao Fórum Económico de Bissau, tendo realizado uma conferência com os jovens guineenses na qual participaram cerca de mil pessoas que se mostraram entusiasmadas com a proeza do jovem inventor nascido no Congo Brazzaville há 26 anos.  
 
O primeiro "Tablet" africano inventado por Mankou, apresentado publicamente em Março de 2012, na sua cidade natal Pointe-Noire, foi batizado com o nome de Way-C, que significa no dialeto congolês, "luz das estrelas".  
  
Tem um sistema Android Gingerbread com uma resolução de 800×480, um micro-processador de 1,2 GHz, 512 M de memória RAM e uma bateria com autonomia de seis horas. 
 
A ideia de Mankou é levar o seu aparelho para todos os países da África negra e só depois para o mercado europeu.

Veja o vídeo. 

fonte: portalangop

Total de visualizações de página