Postagem em destaque

BAMAKO E IYAD ENGAJADOS NA MESMA LUTA CONTRA EIGS NO MALI: Cuidado com o efeito bumerangue!

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Há poucos dias, foi em Menaka que foi visto ao lado de notáveis ​​tu...

terça-feira, 27 de outubro de 2015

GUINÉ-BISSAU: OPINIÃO SOBRE A MATÉRIA - Comandos militares nas ruas de Bissau para combater assaltos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Bissau, Guiné-Bissau

Samuel Vieira

Nós os guineenses, nós não devemos fechar os olhos para a violência urbana se, efetivamente, não queremos que no futuro próximo sejamos trancados atrás das grades enquanto os bandidos tomam conta de tudo. Enfrentá-los agora e dizimá-los deve ser papel principal das autoridades da justiça com a colaboração da população.  Não existe país bom, quando a justiça nele é inoperante, quando o sistema de carceragem é um balcão de negócios, homens da lei que se prendem aos códigos <abertos> para manipular em seu favor a justiça beneficiando aqueles que podem pagar para ficarem impunes.

Viver em Cuba para muitos pode ser muito ruim, porém o cubano sai à noite para visitar parentes ou se divertir, sem receio de nada, porque minimamente há um controle urbano que impacta acção dos bandidos. Já no Brasil se pode tudo e ao mesmo tempo não se pode nada. Viajar de autocarro, de metrô, ou de carro próprio é um “Ave Maria” ao entrar e um “Amém” ao chegar o destino. Pois tudo pode acontecer  durante um percurso. O rico no Brasil só se sente confortável quando trancado em sua mansão ou no seu gabinete rodeado de seguranças. A vida aqui neste país roda por um fio, a qualquer hora do dia você pode ser vítima. A rede de televisão que circunda o país tem desempenhado um papel nobre denunciando actos macabros que ocorrem todos os dias no país.  E o papel da justiça tem sido eficaz para conter os crimes cometidos diariamente?

Eu diria que não. Um bandido preso depois de um grande trabalho por parte da polícia para captura-lo, ele pode ser solto pela justiça sob alegação do juiz que vocifera – eu simplesmente cumpri com a lei!  Você cidadão comum se interroga: mas como? Ele matou, estuprou e é solto? É, realmente muitas vezes não temos resposta perante a decisão do juiz.

De certa forma o cidadão guineense foi surpreendido nesses dias com a resposta rápida por parte da justiça para conter a onda de assalto que assola Bissau. Todos nós temos presente em memória o “NÔ KORDA SINTIDU”, O PROGRAMA DE GRANDE AUDÊNCIA DO RADIALISTA CANCAN. Já se foi o tempo, mas os cinquentões certamente não esquecem. BANDIDUS, KILIS GORA DÊ, NA GUINÉ, EKA TEMBA LUGAR!

Eu, muito cedo alertei sobre a questão de violência urbana. No site didinho.org, publiquei uma matéria retratando com detalhes porque constitui perigo a violência urbana. Para quem já esqueceu, eu vou passar o LINK Violência Urbana - CLICK AQUI para reviver.

Deixo aqui minhas saudações ao Delegado ou aos Delgados da polícia, Comandantes da polícia militar que agiram rapidamente para conter o crescimento da violência urbana em Bissau. Peço de minha parte que todos que estão colaborando com essa ação, que continuem a desenvolver esforços visando tornar o rosto de Bissau, o rosto conhecido por todos nós, de  rosto de cidadezinha pacata, limpa e de cidadãos muito hospitaleiros.     

Samuel Vieira
  

Comandos militares nas ruas de Bissau para combater assaltos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Bissau, Guiné-Bissau

Comandos Militares da Guiné-Bissau anunciaram nessa segunda-feira que vão passar a patrulhar as ruas da capital "como forma de garantir a segurança, travar actos de vandalismo e assaltos à mão armada".
O anúncio consta de um comunicado assinado pelo comandante do regimento dos Comandos, o coronel Baute Yampta Namam, que pediu aos cidadãos que liguem para dois números de telefone disponibilizados pelos Comandos.
Na semana passada, o presidente da Associação dos Comerciantes Retalhistas, Aliu Seidi, solicitou a intervenção do Governo para "travar a onda de assaltos" nos mercados e empreendimentos em Bissau, que, segundo ele, já provocaram a morte "a alguns comerciantes".
Nos últimos dias, populares da capital guineense têm denunciado assaltos à mão armada, agressões e roubos, às vezes em plena luz do dia.
#VOA

Costa do Marfim: Eleição Presidencial / Resultados parciais de acordo com a CEI: Alassane Ouattara bem à frente na contagem segundo Pascal Affi N'Guessan.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Présidentielle:
Presidential: Abertura da noite eleitoral no CEI. Domingo, 25 de outubro de 2015. Proclamação dos resultados das eleições presidenciais em directo pela Comissão Eleitoral Independente

De acordo com os primeiros resultados parciais da eleição presidencial divulgados pela Comissão Eleitoral Independente (CEI) nas antenas da RTI, o atual presidente Alassane Ouattara está bem à frente em várias localidades.

O candidato do FPI, Pascal Affi N'Guessan após ter ganho voto somente na cidade de Bongouanou sua terra natal, de acordo com os resultados divulgados.

Estes resultados parciais emitidos pelo CEI põe em evidência os 2 primeiros em cada localidade anuncia o candidato KKB na segunda posição seguido de Alassane Ouattara em algumas localidades.

Abaixo, os resultados parciais devulgados tarde da noite:

Local                              Candidato
Bloléquin                        Alassane Ouattara 77,8%        Affi 16,1%

Bocanda                          Alassane Ouattara 89,4%        Kouadio Konan Bertin 5,5%

Bondoukou                     Alassane Ouattara 82,4%        Affi 13,4%
   
Bongouanou                   Affi 59,5%                              Ouattara 38%

Bouaflé                           Alassane Ouattara 86,9%         Affi 7,3%

Dabakala                        Alassane Ouattara 98,3%          Affi 1%

Dabou                            Alassane Ouattara 70,7%          Affi 16,7%

Daloa                             Alassane Ouattara 87,4%          Affi 6,1%

Danane                          Alassane Ouattara 90,8%          Affi 4,1%

Dimbokro                      Alassane Ouattara 86,1%          Affi 7,4%

Divo                              Alassane Ouattara 83,1%          Affi 8,9%
   
Djékanou                      Alassane Ouattara 89,9%          Affi 4,8%

Grand-Bassam              Alassane Ouattara 66,9%          Affi 20,1%

Jacqueville                    Alassane Ouattara 67.95            Affi 22,1%  

Attecoub                       Alassane Ouattara 82,1%           Koudio Konan Bertin 7,3%

Cocody                         Alassane Ouattara 74,5%           Koudio Konan Bertin 11,3%

#abidjan.net

Total de visualizações de página