Postagem em destaque

Ucrânia: Lula se recusa a entregar munição para tanques.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... O governo brasileiro se opôs ao pedido da Alemanha de entrega de mun...

domingo, 25 de outubro de 2015

Costa do marfim: Prevalece a paz enquanto os marfinenses decidem os resultados da eleição..

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...


Partidários do presidente da Costa do Marfim Alassane Ouattara. Eles estão confiantes na vitória, quando da votação do dia 25 de outubro de 2015. ARQUIVO | NATION MEDIA GROUP

Nenhum grande incidente foi reportado quando da votação nas eleições presidenciais na Costa do Marfim que se aproximava do encerramento neste domingo.

Votação da primeira rodada começou pacificamente em todo o país depois que a maioria das assembleias de voto abriu a tempo.

Alguns observadores disseram que a votação poderia continuar para além dás 18 horas GMT, para permitir que mais pessoas cheguem às urnas.

A Radio Democracia na África Ocidental, no entanto, citou que alguns funcionários eleitorais disseram que não tinha sido indicados por suspeita de suas inclinações para a oposição.

Algumas assembleias de voto segundo as informações recebidas não estavam ainda abertas três horas após a votação começar às 07:00h.

Eleitores

Estima-se que 6,3 milhões de eleitores eram esperados para depositar seus votos para os sete candidatos, notadamente para o atual presidente Alassane Ouattara.

O Presidente Ouattara está preparado para um segundo mandato de cinco anos.

O chefe da Comissão Eleitoral Independente costa-marfinense, Youssouf Bakayoko, em 17 de outubro prorrogou o prazo para a distribuição dos cartões de eleitores por três dias.

Ele disse que a decisão foi em resposta aos apelos da oposição para dar mais tempo para garantir que todos os eleitores recebam seus cartões.

Mas, desde então, os partidos da oposição tinham continuado a queixar-se de que muitos de seus partidários ainda não tinha recebido os seus cartões, insinuando que são tentativas do partido no poder para manipular as eleições.

#africareview.com

Total de visualizações de página