Postagem em destaque

Ucrânia: Lula se recusa a entregar munição para tanques.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... O governo brasileiro se opôs ao pedido da Alemanha de entrega de mun...

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

"Uma guerra entre os Estados Unidos e o Irã é hoje uma possibilidade real"

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O ex-secretário de Estado assistente de Bill Clinton, James P. Rubin, disse que o assassinato do general iraniano Ghassem Soleimani foi justificado, mas não criterioso: os Estados Unidos estão hoje diplomaticamente isolados.
Cérémonie funéraire du général iranien Ghassem Soleimani dans la ville de Kerman, en Iran, le mardi 7 janvier.
Cerimônia fúnebre para o general iraniano Ghassem Soleimani na cidade de Kerman, Irã, terça-feira, 7 de janeiro. ERFAN KOUCHARI / AP

Na semana passada, o incêndio de um drone americano que matou o general iraniano Ghassem Soleimani provocou especulações febris sobre a possibilidade de outra guerra no Oriente Médio, uma guerra entre os Estados Unidos e o Irã . Diferentemente do Iraque, que era inimigo dos americanos nas duas guerras do Golfo de 1991 e 2003, o Irã tem a capacidade real de desenvolver armas nucleares e relançou programas para esse fim. E, ao contrário de Saddam Hussein, que teve pouco ou nenhum envolvimento no terrorismo internacional, a República Islâmica do Irã é o primeiro estado a apoiar o terrorismo no Oriente Médio e possivelmente no mundo.

Artigo reservado para nossos assinantes Leia também O general Ghassem Soleimani, morto pelos Estados Unidos, foi o arquiteto do poder iraniano.
O que faz muitos dizerem que, em 2003, o presidente George W. Bush errou o alvo se estava realmente preocupado em impedir que armas nucleares caíssem nas mãos de um grupo terrorista ou um estado desonesto. Como o Irão é o único país do mundo a realizar um programa viável de desenvolvimento de armas nucleares, massacrar civis orquestrando dezenas de ações terroristas sangrentas e, durante a crise de reféns de 1979, se mostrou pronto para violar todas as regras internacionais sobre civilidade.

Desde que Teerã vem ganhando terreno no cenário geopolítico nos últimos anos, uma guerra entre os Estados Unidos e o Irã é hoje uma possibilidade real. Infelizmente, para os Estados Unidos e seus amigos, o contexto de uma possível terceira Guerra do Golfo é muito diferente do das duas primeiras.

fonte: lemonde.fr

Senegal: Macky Sall na coroação de Mané - "Um feito maravilhoso que merece ser alargado.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Single Post

O Presidente da República felicitou Sadio Mané, o atacante estrela do Lions do Senegal, considerado o melhor futebolista africano do ano de 2019, uma "conquista maravilhosa que merece ser ampliada e ser um exemplo para todos os jovens", ele escreveu em uma mensagem postada em sua conta do Twitter.

"Feliz e orgulhoso de expressar minha satisfação em nome do povo senegalês e de expressar meus sinceros parabéns a Sadio Mané pela bola de ouro africano", escreve Macky Sall.

"Bravo novamente por esse feito maravilhoso que merece ser ampliado e deu o exemplo para todos os jovens", acrescentou, falando de Mané, o segundo futebolista senegalês a obter essa distinção depois de El Hadji Diouf (2001 e 2002) .

"Sadio Mané lutou para progredir e se tornar o melhor jogador do continente. Ele cerrou os dentes diante das dificuldades em avançar", disse o ministro do Esporte, Matar Bâ.

"Diante das dificuldades, ele lutou. No ano passado, em casa (em Dakar), ele não venceu. Mas isso não o impediu de lutar para conquistar essa coroa. A lição a ser aprendida com esta coroação ", disse Ba.

Mané foi eleito o melhor jogador de futebol africano na noite de terça-feira em Hurghada, cidade localizada a cerca de 500 quilômetros do Cairo, com vantagens sobre o argelino Riyad Mahrez e do egípcio Mohamed Salah, vencedor da bola de ouro africana em 2017 e 2018 .

Os Leões do Senegal e Aliou Cissé foram nomeados para a melhor seleção nacional e os melhores títulos de treinador, mas não foram coroados.

O argelino Djamel Belmadi é coroado melhor técnico. Os Fennecs, com os quais ele venceu a Copa das Nações Africanas, foram eleitos para o título de melhor equipe nacional.

fonte: seneweb.com

Senegal: Cerimônia da Bola de Ouro: Mané não estará em Dakar.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Single Post

A novíssima bola de ouro africana, Sadio Mané, não estará em Dakar. Aguardado pelas autoridades e torcedores do futebol, o atacante do Lions finalmente deixará o Egito para se juntar à Inglaterra.
Seu assessor, jornalista Bakary Cisse, explicou à Rfm que o jato particular que transportaria a criança de Bambaly não podia decolar do aeroporto de Tunis. E, finalmente, o Liverpool decidiu chamar o jogador para o clube.

fonte: seneweb.com

Queda de avião ucraniano faz 176 mortos.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

A queda de um avião ucraniano perto da capital do Irão provocou esta manhã a morte de todas as pessoas que seguiam a bordo, informaram as autoridades de emergência iranianas.
Pelo menos 176 pessoas, entre passageiros e tripulantes, seguiam a bordo do Boeing 737, que se despenhou pouco depois de descolar do aeroporto internacional Imam Khomeini, em Teerão. Um vídeo mostra o momento em que o avião ucraniano caiu, oito minutos depois de ter descolado:
"Das 176 pessoas que morreram, nove eram elementos da tripulação de voo e os outros eram passageiros. 70 eram homens, 81 mulheres e 15 crianças. Há 500 unidades médicas no local a recolher corpos", disse à agência noticiosa ISNA o vice-governador da província de Teerão, Mohammad Taghizadeh.
De acordo com o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Vadym Prystaiko, o Boeing 737 transportava 82 cidadãos iranianos, 63 canadianos, 11 ucranianos, 10 suecos, três alemães e três britânicos.
Segundo agências internacionais, o avião da Ukraine International Airlines, que tinha como destino Kiev, caiu a cerca de 45 quilómetros a noroeste do aeroporto, num terreno agrícola a sudoeste de Teerão, para onde já foi mobilizada uma equipa de investigação.
As primeiras indicações disponibilizadas pelas autoridades iranianas apontaram para a existência de problemas mecânicos. "O avião pegou fogo depois de cair", disse Ali Khashani, porta-voz do aeroporto internacional Imam Khomeini.
O acidente ocorreu horas depois do lançamento de dezenas de mísseis iranianos contra duas bases em Ain Assad e Arbil, no Iraque, utilizadas pelo exército norte-americano, numa operação de vingança pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.
O Boeing 737-800 é um avião a jacto de curto a médio alcance. Milhares destas aeronaves são usadas por companhias aéreas em todo o mundo. A norte-americana de aviões disse no Twitter que está a recolher informações.
A companhia aérea ucraniana cujo avião informou que o Boeing 737 foi construído em 2016 e verificado dois dias antes do acidente.
"O avião foi fabricado em 2016 e foi recebido pela companhia aérea directamente da fábrica da Boeing. O avião passou pela sua última manutenção técnica planeada a 6 de Janeiro de 2020", informou a Ukraine International Airlines, em comunicado.
Num dia em que o Irão atacou duas bases norte-americanas no Iraque, sinal da tensão crescente com os EUA, o presidente da Ucrânia já veio alertar avisa contra a especulação em torno da queda da aeronave. "Peço a todos que não especulem nem apresentem teorias não confirmadas sobre o acidente", escreveu Volodymyr Zelensky no Facebook, citado pela AFP.
O especialista em aviação Stephen Wright também duvida que não se tenha tratado de um acidente. "Há muita especulação pelo momento em que o avião caiu, mas acho que não é este o caso. O avião estava a subir na direção certa, o que significa que algo catastrófico aconteceu. Poderá ter sido uma bomba ou pode ter sido algum tipo de colapso catastrófico", afirmou, citado pela AFP, o professor de sistemas de aeronaves na Universidade de Tampere, na Finlândia, que disse que esta aeronave era bastante nova e não um dos modelos MAX associados a outros acidentes recentes.
fonte: jornaldeangola

Arresto de bens de Isabel dos Santos “não é um acto isolado”.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Isabel dos Santos. 5 de Fevereiro de 2018. Maia, Portugal.
Isabel dos Santos. 5 de Fevereiro de 2018. Maia, Portugal. MIGUEL RIOPA / AFP

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto refutou a ideia de que a acção judicial contra Isabel dos Santos seja um "acto isolado".
O chefe da diplomacia angolana Manuel Augusto esclareceu que a decisão do Tribunal de Luanda de arresto de nove empresas e contas bancárias de Isabel dos Santos no passado dia 30 de Dezembro, não visa uma pessoa em particular, mas é um processo iniciado em 2018 pelo Estado angolano.
O processo que vai continuar e abranger todos os que não aproveitaram o prazo estipulado para repatriar voluntariamente os bens mal adquiridos e património desviado, processo que só terminará quando o governo angolano se estimar ressarcido do que estabeleceu como meta.
“Este não é um acto isolado ou dirigido a alguém em particular, mas sim a todos aqueles que, não tendo aderido à possibilidade que o Estado deu quando estabeleceu a primeira lei de repatriamento voluntário, aplica-se a todos os que vão fazê-lo, agora, de forma coerciva”, disse o chefe da diplomacia angolana.
A intervenção do ministro angolano das Relações Exteriores aconteceu depois da sua intervenção no Seminário Diplomático no Museu do Oriente, em Lisboa. Manuel Augusto acrescentou que “o governo só parará quando entender que aquilo que estabeleceu como meta em termos do levantamento, que é feito permanente, for alcançado”.
O Presidente angolano pediu apoio externo no combate à corrupção. O apelo de João Lourenço foi expresso no final de um encontro com o homólogo da República do Congo, Félix Tshisekedi, este domingo na província de Benguela.
À saída do encontro foi emitida uma nota de imprensa na qual os dois chefes de Estado consideram que, passado um ano, "o Estado angolano tem toda a legitimidade de accionar os meios legais, judiciais, diplomáticos e outros que julgar necessários, para defender os interesses do país".
fonte: RFI

Sadio Mané eleito melhor jogador de África de 2019

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

O egípcio Mohamed Salah e o argelino Riyad Mahrez estavam nomeados, mas quem venceu o prémio de melhor jogador africano de 2019 foi o avançado senegalês Sadio Mané, do Liverpool.
default
"Estou muito feliz e orgulhoso por ganhar este troféu", disse o senegalês Sadio Mané, que venceu o prémio de melhor do continente africano pela primeira vez na sua carreira.
A cerimónia foi realizada esta terça-feira (07.01) pela Confederação Africana de Futebol (CAF), na cidade de Hurghada, no Egito, com Samuel Eto'o, quatro vezes vencedor do troféu, como anfitrião.
Além do senegalês de 27 anos, estavam também nomeados o avançado egípcio Mohamed Salah, o seu companheiro no clube inglês Liverpool que venceu as duas edições anteriores do prémio, e o argelino Riyad Mahrez, do Manchester City.
O jogador senegalês, juntamente com os outros dois finalistas, também faz parte da seleção ideal de africanos de 2019. Desse 11 fazem parte o guarda-redes André Onana (Camarões), os defesas Serge Aurier (Costa do Marfim), Joel Matip (Camarões), Kalidou Koulibaly (Senegal) e Achraf Hakimi (Marrocos), além de Idrissa Gueye (Senegal), Riyad Mahrez e Hakim Ziyech (Marrocos) no meio-campo e de Mohamed Salah, Pierre-Emerick Aubameyang (Gabão) e Sadio Mané no ataque.
O senegalês começa o novo ano em grande, depois de ter ficado em quarto lugar na votação da Bola de Ouro de 2019, conquistada pela sexta vez pelo argentino Lionel Messi. Muitos observadores e ex-jogadores acreditavam que Mané seria o sucessor de George Weah, o único jogador africano a conquistar a Bola de Ouro, em 1995.
Hakimi, que está no Borussia Dortmund e pertence ao Real Madrid, foi eleito o Melhor Jogador Jovem de África, superando os avançados nigerianos Samuel Chukwueze, do Villarreal, e Victor Osimhen, do Lille.
default

AS ESTRELAS DO FUTEBOL EUROPEU "MADE IN ÁFRICA"

Mohamed Salah

O "rei egípcio" vai ser anfitrião do CAN 2019, competição que o Egipto não vence desde 2010, e finalista vencido em 2017. Salah, o melhor jogador africano em 2018, perfila-se como um dos principais candidatos a vencer o prémio em 2019. Esta época, leva 26 golos e 13 assistências, em 51 jogos. O Liverpool ficou em 2º lugar, a 1 ponto do City, mas vai disputar a final da Liga dos Campeões.

fonte: DW África

Irão ataca bases norte-americanas no Iraque.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

A tensão continua a aumentar no Médio Oriente. O Irão lançou dezenas de mísseis na madrugada desta quarta-feira contra duas bases com tropas norte-americanas no Iraque. Donald Trump garante que "está tudo bem".
default

O anúncio do ataque contra a base de Al-Assad pela televisão estatal do Irão foi descrito como uma "operação de vingança" pela morte do general iraniano Qassem Soleimani. Esta madrugada, o Pentágono confirmou os ataques às bases de Al-Assad e Irbil.
Segundo o  porta-voz Jonathan Hoffman, o Pentágono avaliará a situação para tomar as medidas necessárias, proteger e defender os EUA e os seus aliados na região.
Numa primeira reação ao ataque, o Presidente dos Estados Unidos disse estar "tudo bem" e prometeu falar ainda hoje sobre a situação. "Está tudo bem! Mísseis lançados do Irão contra duas bases militares localizadas no Iraque. A avaliação das vítimas e danos materiais está em curso. Até agora, está tudo bem", escreveu Donald Trump na rede social Twitter. 
Na terça-feira (07.01), o chefe de Estado norte-americano declarou que a retirada das tropas norte-americanas do Iraque seria o "pior" que poderia acontecer a este país: "Se sairmos, o Irão terá uma posição muito melhor e o povo do Iraque não quer ver o Irão a comandar o país".
No desenvolvimento dos ataques desta madrugada, o Irão ameaçou atacar "no interior dos EUA", "Israel" e "aliados dos EUA". A ameaça foi feita no canal dos Guardas da Revolução, citado pelo canal no CNN, em comentário a uma eventual retaliação norte-americana aos ataques contra as duas bases.
Líderes europeus apelam ao diálogo
Os líderes europeus, por sua vez, têm apelado a que "todos os atores envolvidos" mostrem algum "sentido de responsabilidade". Garantem que a saída para esta tensão no Médio Oriente está no diálogo.
 
Ouvir o áudio02:34

Irão ataca bases norte-americanas no Iraque

"Vimos os argumentos dos EUA, mas faltam as informações para entendermos as justificativas que foram dadas", disse o porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, Rainer Breul.
Devido às crescentes tensões na região, as forças armadas alemãs anunciaram esta terça-feira (07.01) a retirada de parte dos soldados atualmente estacionados no Iraque em missões de formação, e a transferência para a Jordânia e para o Koweit.
A primeira reunião da Comissão Europeia deste ano realiza-se hoje em Bruxelas e será "especialmente" dedicada à crise entre Irão e Estados Unidos. A presidente da Comissão Europeia, a alemã Ursula von der Leyen, convocou a reunião dizendo que "o Alto Representante e vice-presidente [Josep] Borrell e outros comissários farão uma reflexão sobre as consequências, para as diferentes partes interessadas, dos desenvolvimentos no Iraque e na região". 
Segundo Ursula von der Leyen, "a Europa tem uma responsabilidade especial" nesta situação. Por isso, reforçou no mesmo comunicado, "à medida que as tensões aumentam, a Europa está em conversações com todos os envolvidos". 
default

DONALD TRUMP: POPULISTA, EMPREENDEDOR, PRESIDENTE

A família, o seu império

Trump com a sua família: a esposa, Melania (de branco), as filhas Ivanka e Tiffany, os filhos Eric e Donald Junior, e os netos Kai e Donald Junior 3º. Os filhos são "vice-presidentes seniores" do conglomerado Trump.
fonte: DW África

Total de visualizações de página