Postagem em destaque

CONCESSÃO DO PRÊMIO HOUPHOUET BOIGNY PELA BUSCA DA PAZ EM RCI: Os marfinenses poderão finalmente se olhar no espelho?

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!... Realiza-se esta quarta-feira, 8 de fevereiro de 2023, em Yamoussoukr...

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Mali: A opção militar que favorece França.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Paris é mais favorável ao princípio da intervenção militar no norte do Mali, mas tem o seu apoio em formas muito específicas.


Colocando em impedimento o Movimento Nacional para a Libertação da Azawad (MNLA) no norte do Mali, que agora deixa o solo totalmente livre para islamita Ansar Dine (Defender o Islã) e Mujao (Movimento para a singularidade e Jihad na África Ocidental), parece ter decidido a França para se tornar mais envolvido na crise em Mali.

Determinação, finalmente.

De um sentimento indiferente ou conservador precoce (depende), mostra a Hexagon que está agora preocupado com o que está acontecendo no norte do Mali.

A ex-potência colonial, através da voz de seu primeiro-ministro, Jean-Marc Ayrault, disse que estava agora determinado a "impedir que grupos como a Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) estabeleçam no norte do Mali, bastiões do terrorismo internacional . "

O tom é definir e esquecer que ele é o mesmo país que era visto com desconfiança no lado de Bamako, onde algumas pessoas declararam abertamente que Paris apoiou, no início da rebelião, o fornecimento MNLA de alojamento e alimentação aos representantes do movimento em seu solo. É verdade que ele estava sob Nicolas Sarkozy.

Mas o sucessor deste último, François Hollande, dificilmente tem sido mais entusiasmado com o registro de acontecimentos no Mali. Esta atitude foi concluída para convencer os observadores que a França tem suas mãos atadas nesta matéria, particularmente por causa dos reféns mantidos em algum lugar do Sahel-Sahara por AQIM.


Compromisso tímido

No entanto, não se deve esperar um compromisso a fundo pela França. Na verdade, não é amanhã que vamos ver Paris enviar tropas terrestres para participar na reconquista do norte do Mali.

O que fazer da conta de Hexagon em primeiro lugar, é pesar o seu peso na ONU que o Conselho de Segurança dá luz verde à intervenção militar. Já o Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, disse "ter esperança" sobre a quitação da famosa obtenção.

Depois, ele continuará a ser a própria intervenção, sob a égide da Comunidade Económica dos Estados Oeste Africano (ECOWAS). O papel que a França pretende desempenhar após a mudança das linhas para o Conselho de Segurança das Nações Unidas é muito conhecido.

Não haverá bis da Costa do Marfim.

Tal como outras potências ocidentais, o seu envolvimento será limitado ao apoio logístico e financeiro. Nenhuma intervenção direta como na crise pós-eleitoral na Costa do Marfim, onde o unicórnio, depois de obter a luz verde da ONU, foi obrigado a destruir as armas pesadas de Laurent Gbagbo.

Na época, havia considerado a intervenção militar da CEDEAO, sem nunca ser materializado. Hoje, estamos um pouco no mesmo cenário com a crise no Mali, onde se pretende também decidir sobre a mobilização de mais de 3.000 homens, sem que se tenha visto nada até agora. Isso significa que a solução virá de dentro Mali?

Não está longe de se acreditar nisso. Só que, em Bamako, será difícil para realizar a reconquista do Norte, na ausência de um exército capaz de enfrentar o desafio, um acordo da classe política e um governo forte.

Um governo cuja atitude suave sobre a questão do Norte foi denunciado 04 de julho de 2012 durante uma manifestação da vida no Norte, em Bamako.

Seni Dabo (O País)

fonte: slateafrique


Brasil: O Apresentador da TV Globo Luciano Huck provoca argentinos; veja desabafos de celebridades após título.

NO BALUR I STA NA NO KUNCIMENTI, PA KILA, NO BALURIZA KUNCIMENTI!...

Se em campo o Corinthians mostrou a eficiência de sempre e foi campeão da Copa Libertadores, fora dele a torcida também não decepcionou: fiel ao seu time, seja no Estádio do Pacaembu ou fora dele, os corintianos vibraram demais com a conquista inédita. Veja imagens da festa dos torcedores a seguir:  Foto: Adriano Lima/Terra

A torcida! 

Título inédito do Corinthians foi comentado por celebridades nas mídias sociais. Foto: Léo Pinheiro/Terra
Título inédito do Corinthians foi comentado por celebridades nas mídias sociaisFoto: Léo Pinheiro/Terra

O Luciano Huck em imagem

A festa pelo título da Copa Libertadores da América conquistado pelo Corinthians tomou conta das mídias sociais com comentários de pessoas ilustres. Em seus microblogs, as celebridades, de apresentadores a modelos e políticos, enalteceram o novo campeão da América.
O mais exaltado de todos foi Luciano Huck. O apresentador da Globo postou diversas mensagens e não mediu as palavras. "Mérito deste time guerreiro, de Tite, Andres Sanches, Mario, @claroronaldo e tantos outros que começaram este trabalho há anos #timao", afirmou Huck, que durante o jogo havia desabafado, escrevendo "#chupaboca" e "#chupariquelme".
O corintiano Danilo Gentili, da TV Bandeirantes, foi lacônico ao comemorar o título, mas logo em seguida passou a disparar piadas. "Ei, @fafadbelem, é campeão! Posso sair na rua com vc (sic) buzinando?", propôs ironicamente. Sobrou também para o comentarista esportivo Casagrande. "O Casagrande tá pulando e gritando muito! E nem é por causa do gol?", brincou.
Companheiro de emissora de Gentili, Marcos Mion era outro corintiano entre os mais empolgados com o feito. Além de tuitar durante toda a partida, o apresentador desabafou após o jogo. "Uma nova geração de corinthianos acaba de nascer! Meus filhos vão crescer sem nunca ouvir as piadas sobre o Timão não ter a Liberta! Yees!". "Enfim libertados", completou.
Outra artista da TV Bandeirantes que extravasou no microblog foi Sabrina Sato. Após postar uma foto do Pacaembu em festa, a apresentadora exaltou o título e cutucou os rivais. "Parabéns a todos nós Corinthianos que sempre sonhamos e acreditamos que esse dia ia chegar! Chupa todos que todos que torcem contra! Aqui é Timão a torcida do povo".
Fanático pelo Corinthians, o papagaio Louro José, do programa Mais Você, de Ana Maria Braga, também se manifestou sobre a torcida do seu time de coração no Twitter. "Essa loucura ninguém explica. Louco por ti Corinthians!"
Mais comedido na internet, mas sentindo a vibração de dentro do estádio, de onde postou uma foto na hora do jogo, Serginho Groisman, apresentador da Globo se disse "FELIZ" com a conquista.
A modelo Ellen Jabour também deixou os parabéns ao clube. "Foi bonito e o Corinthians mereceu! Adoro ver as pessoas felizes, e, cá entre nós, a gente não podia perder para os argentinos, não é?".
Os candidatos à prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita e Celso Russomano, foram outros que ficaram emocionados com a conquista. "Muita emoção no Pacaembu. Essa nação sofrida merece a vitória. Campeão invicto da Libertadores", escreveu Chalita. Russomano concordou. "Super parabéns ao Corinthians! Título absolutamente merecido. Honrou o Brasil na Libertadores. #VaiCorinthians".
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, saudou a equipe. "Parabéns ao @sitecorinthians, campeão invicto da Copa Libertadores. Jogou muitíssimo bem contra o @bocajrsoficial e mereceu a vitória".
Até o apresentador e jornalista santista Marcelo Tas elogiou o plantel da equipe de Parque São Jorge. "Há dois caras do Coringão que gostaria de ver no Peixe: Chicão e Jorge Henrique", publicou.
Luciano Huck: "Depois de 1978, nos ombros do meu pai no Morumbi, este é o momento mais bacana de ser corinthiano! Salve o Corinthians!"
Cássio Reis: "Contra tudo e contra todos! 'Foi' Corinthians! O melhor. Invicto. O sonho se tornou realidade. Campeão!"
fonte: terra.com.br


Total de visualizações de página